25 de abr de 2016

Resenha - Entre O Amor e a Vingança

Livro: Entre o Amor e a Vingança #1
Série: O Clube dos Canalhas
Autora: Sarah Maclean
Editora: Gutenberg
Páginas: 304
Gênero: Romance de Época
Sinopse: "O que um canalha quer, um canalha consegue... Uma década atrás, o marquês de Bourne perdeu tudo o que possuía em uma mesa de jogo e foi expulso do lugar onde vivia com nada além de seu título. Agora, sócio da mais exclusiva casa de jogos de Londres, o frio e cruel Bourne quer vingança e vai fazer o que for preciso para recuperar sua herança, mesmo que para isso tenha que se casar com a perfeita e respeitável Lady Penélope Marbury. Após um noivado rompido e vários pretendentes decepcionantes, Penélope ficou com pouco interesse em um casamento tranquilo e confortável, e passou a desejar algo mais em sua vida. Sua sorte é que seu novo marido, o marquês de Bourne, pode proporcionar a ela o acesso a um mundo inexplorado de prazeres. Apesar de Bourne ser um príncipe do submundo de Londres, sua intenção é manter Penélope intocada por sua sede de vingança - o que parece ser um desafio cada vez maior, pois a esposa começa a mostrar seus próprios desejos e está disposta a apostar qualquer coisa por eles até mesmo seu coração."

Deixa eu primeiro explicar minha trajetória em como foi ler o Entre o Amor e a Vingança. Eu fiz uma primeira tentativa de começar a leitura em Fevereiro, após ler o divisor de águas pra mim Como Eu Era Antes de Você. Pra quem já leu a resenha, viu o quanto o livro me encantou e isso foi gigantesco. Tão gigantesco que entrei numa ressaca literária depois. E foi nesse meio tempo que tentei engrenar no meu primeiro contato com a Sarah e não deu certo, abandonei-o.

Possa ser que isso tenha influenciado na minha opinião FINAL então não irei definir uma opinião concreta ainda das histórias da autora porque eu só li um livro que veio já com expectativas baixas.

Penélope e Lady Bourne são amigos de infância. Na sua juventude, Bourne em um jogo de aposta perdeu tudo que tinha: sua herança, sua casa, seu dinheiro e tudo mais. Com isso ele jurou vingança à aquele que lhe causou essa perda e também à recuperar tudo. Entretanto para isso ele terá que passar por cima da Penélope já que suas terras estão como dote dela.

Confesso que quando peguei as premissas e sinopses, o livro sempre me chamou atenção. Ainda digo que me chama atenção. O conjunto da obra é digno de estar entre as autoras top de romance de época. A construção de personagem? Me incomodou.

"Eu jamais… jamais… irei me casar com alguém como você. Você se esqueceu de tudo o que foi? De tudo o que você poderia ter sido? Parece ter sido criado por lobos.”

Eu consigo diferenciar e separar o que a Sarah tentou fazer ao criar a nossa protagonista. Independente, vai atrás do que quer, personalidade forte, porém querendo um amor real. Até ai tudo bem, afinal vemos isso em vários livros do gênero. O que diferencia e me faz ver que esse livro tinha muito mais a dar, é o quanto e como a autora explora esse lado dela. Penélope em certo momentos chega a ser chata de tanta dúvida, de tanta autoestima baixa, de tanto pensar e não falar, de tanto deixar acontecer. E isso tudo não se encaixa com o que a autora quis criar para ela. É contraditório. Tanto que só fui gostar da personagem quando ela deixa isso bem mais exposto, ou seja, no final. Quando você lê até um momento, isso não chega à ser enjoativo, mas quando isso se mantém em mais da metade da história, te cansa. Não consegui me conectar por isso. Achei que lhe faltou algo.

E foi completamente o oposto com a criação do Michael, o marquês de Bourne. Ele é um típico canalha, faz as coisas sendo canalha e aos pouco ele pesa na balança o que lhe é importante ou não. Vemos uma evolução de caráter do personagem.  Como é que um livro pode lhe dar opiniões tão distintas em apenas poucas páginas de diferença?! Foi um dificultador enorme com minha opinião embaralhada fazer essa resenha porque até agora, no momento que escrevo, não entendo esses sentimentos conflitantes.

E por mais que eu tenha apontado vários pontos negativos, não me vejo NÃO lendo os outros livros dela porque a escrita dela é maravilhosa. Não se assemelha a uma Julia Quinn, nem Lisa Kleypas no quesito erótico. Ela é mais descritiva e detalhistas e me lembrou muito Tessa Dare. É um livro bom e que impressiona muitas pessoas.

Definitivamente Sarah Maclean vai entrar na minha estante e quero dar mais chances para ela. Nem de longe esse livro pode ser considerado uma leitura boa pelas falhas grandes que tem na minha opinião. Vejo pessoas falando mil maravilhas e isso também é verdade. E foi isso que me fez dar mais uma tentativa para a leitura, porque muita gente elogia. Eu me conheço e sei que se abandonei algum livro por mais motivo banal que seja, ele terá algum aspecto negativo, entretanto é meu gênero favorito, é uma das autoras aclamadas, então sempre tenho que dar mais uma chance.

Acabei já comprando os outros livros da série, que são mais 4 e quero deixar opiniões positivas de uma autora tão aclamada! E vocês, já leram algum livro da Sarah Maclean?

2 comentários :

  1. Confesso logo que essa Penélope já não me agradou, não gosto de protagonistas assim, que não tomam atitudes, que fica naquele chova nem molha e não sabe o que quer. Entendo o que autora quis fazer com a personagem, e como você mesmo falou, chega a ser contraditório. Eu tenho muita vontade de ler essa série, mas agora acabei desanimando, apesar de você ter dito que a escrita da Sarah é maravilhosa. Acho as capas dessa série maravilhosa, mas ainda vou adiar mais um pouco a leitura! Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Já li várias resenhas sobre esse livro, e apesar das pessoas citarem alguns pontos negativos, e outras não, a estória em si não me cativou muito, principalmente porque mostra essa busca pela liberdade da mulher daquela época, vejo isso em todos os livros desse gênero, mas vejo que isso será um ponto principal e focal dessa trama, além do mais as partes sensuais vão aparecer mais nesse livro, o que também não costumo gostar tanto, bom futuramente quero ter a oportunidade de ler esse livro, mas no momento não e tipo de leitura que me agrada.

    ResponderExcluir

Olá! Colocar um comentário me deixaria muito feliz pois saber sua opinião é essencial para o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre :)