29 de jul de 2016

Resenha - Jovens de Elite

Livro: Jovens de Elite #1
Série: Jovens de Elite
Autora: Marie Lu
Editora: Rocco
Páginas: 302
Gênero: Fantasia
Sinopse: "Bestseller do The New York Times com excelente repercussão entre público e crítica, Jovens de Elite é o primeiro de uma série de fantasia ambientada na era medieval e protagonizada por jovens que desenvolvem estranhas cicatrizes e poderes especiais ao sobreviverem a uma febre que dizimou boa parte da humanidade. Entre eles está Adelina, que, após se rebelar contra o destino imposto a ela por seu pai, encontra um novo lar na sociedade secreta Jovens de Elite, vista por alguns como um grupo de heróis, por outros como seres com poderes demoníacos. Heroína ou vilã? Num mundo perigoso no qual magia e política se chocam, Adelina descobre o lado sombrio de seu coração. Da mesma autora da aclamada trilogia Legend, Marie Lu, Jovens de Elite é o início de uma saga arrebatadora. Perfeita para fãs de histórias de fantasia medieval como Game of Thrones, com vilões dignos de Star Wars e X-Men."

Adelina Amouteru é uma menina de 16 anos que é considerada um malfetto. Há uma década atrás, surgiu uma febre mortal em toda nação, onde adultos e crianças foram contaminados. Os adultos, sem exceções, morriam e as crianças que sobreviviam carregavam estranhas marcam pelo corpo. Contudo, algumas dessas crianças sobreviventes tem dentro de si dons misteriosos que os tornam diferentes. Um grupo deles se reuniu e estão a procura de mais malfettos que possuem os dons. Esse grupo se chama Jovens de Elite.

Confesso que comprei esse livro como um tiro no escuro. Não sabia de nada, não tinha lido sinopse, entretanto fui na cara e na coragem por ser fantasia. E quando comecei a ouvir muitos elogios, quis arriscar ler e me surpreendi. Marie Lu saiu de uma escrita mediana, de plot twist medianos, para uma história digna de bestsellers. Se seu dois sucessores seguirem a mesma linha, vai ser uma narrativa fantástica.

Como sempre em fantasia, quando se é criado um mundo novo, as chances de tudo se perder, ficar desconexos ou fantasiosa demais é muito grande. Meu medo pelo livro antecessor da autora ser distopia, é que isso acontecesse. A grande surpresa é que nenhum momento o enredo se perde. A cada nova página o mundo é enriquecido, é tratado e é uma descoberto. Você vai até as últimas linhas descobrindo situações e mistérios que não imaginava.

"Seja honesta consigo mesma, Violetta me disse uma vez, quando eu tentava, em vão, ganhar o papai. Isso é algo que todos dizem, contudo, não é verdade. Ninguém quer que você seja tão verdadeiro. Querem que você seja sua versão da qual eles gostam." pág.84

E o que mais impacta e ao mesmo tempo não te faz parar é a personalidade da Adelina. Ela é uma assassina. Ela é uma pessoa com personalidade dominada pelos maus sentimentos. Ódio, tristeza, confusão, medo, caos lhe torna mais forte. E isso a todo momento é muito bem explicado. Com uma vida conturbada com o pai e a irmã, o primeiro vai lhe atormentar até o fim. As sombras, tudo que ele lhe disse vai fazer com que a nossa protagonista se perca e tome decisões que ela não imaginava. Aqui vemos quanto nossa família, coisas negativas ao nosso redor podem nos definir ou não. Ela quer ser uma pessoa melhor e boa, mas se assusta com sentimentos ruins lhe rondando. E tudo que ocorrer no livro, vai ter uma consequência final que vai fazer um desses lado dela vencer.

É tanta informação que lá pelas páginas 150, 160 eu fiquei meio confusa. Todavia esse confuso é no sentido que não sabia o que esperar no final. Várias teorias eram formadas e planejadas, e a medida que a leitura fluia tudo que eu pensava caia. Surpresas atrás de surpresas irão acontecer no final. Aliás, traições é uma palavra-chave aqui. Teremos mortes inesperadas que mudam o rumo de tudo e descobertas avassaladoras. Diferente de Legend, Marie Lu conseguiu segurar a expectativa do leitor e inovar.

O fundo criado tem muito semelhança com a Itália renascentista e é complexo. Espero que no próximo ele seja bem mais explorado. É narrado em primeira pessoa e os pontos de vista mudam com a entrada de outros personagens. A estruturação é dividida basicamente entre 3 protagonistas principais - Teren, Enzo e a própria Adelina - que se completam e formam a história toda. São os três pontos chaves das situações e que tem o rumo de tudo nas mãos. Eu gostei muito do que a escritora fez a ponto de querer a continuação. Temos um epílogo final que deixa a tensão falar um pouco mais alto do que o final. 

"Tanto poder. Giro no meio de tudo isso, o queixo contraído, os lábios curvados em um sorriso triunfante, mesmo que outra parte de mim esteja horrorizada com que acabamos de fazer. Eu me sinto entorpecida - no controle e, ainda assim, completamente indefesa." pág. 184

Até o momento, não temos previsão do lançamento do 2° livro, The Rose Society (tradução livre de A Sociedade da Rosa) e a Rocco até agora também não se pronunciou. Lá fora ainda esse ano a série termina com o lançamento de The Midnight Star que por conseguinte também está sem previsão. Acredito que o próximo no Brasil seja apenas em 2017 já que o primeiro foi lançado esse ano. O que nos resta é aguardar.

E vocês, leriam Jovens de Elite? Ele está na sua lista de desejados? Deixa nos comentários.

21 comentários :

  1. Oiii Ana, como vai lindinha?
    Infelizmente a obra não despertou muito meu interesse, não consigo gostar de gêneros assim e a premissa não me atraiu tanto. Mas, sua resenha ficou incrível, parabéns <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Já vi vários elogios sobre os livros da Marie Lu, parece que as histórias são ótimas, mas nunca me chamaram atenção o suficiente para ler os livros. O livro não me chamou tanta atenção, parece uma história legal, mas não algo que me estingou curiosidade. E é chato ler série, por causa da espera, espero que tenha conseguido sucesso suficiente para a rocco continuar com os direito dos restantes dos livros.
    Leitor Irônico

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana! tudo bem?
    Esse gênero não me atrai, até considero o enredo fantástico e cheio de criatividade, mas mesmo assim não costumo ler! Sua resenha ficou ótima e mostra o quanto o livro te cativou! Parabéns!
    Bj

    ResponderExcluir
  4. Oi ana !
    adorei a resenha
    quero sim ler esse livor adoro legend da marie lu e esse livro ta parecendo maravilhosos tanto quanto
    beijoss
    wonderbookss.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Eu tenho muita vontade de ler Jovens de Elite. Nunca li nada da autora, mas tenho muita curiosidade para conhecer sua escrita.
    A premissa da história é bem interessante e pelo visto, é uma leitura que prende a atenção do início ao fim.
    Adorei a resenha e os pontos que você ressaltou.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  6. Oiee ^^
    Eu tenho muita curiosidade de ler este livro, pois gostei da trilogia "Legend" da Marie, então imagino que também vou gostar de "Jovens de elite". Adelina parece ser uma protagonista sem igual, e bem complexa também, como aparenta ser o restante do livro. Mas... Acho que vou esperar a Rocco lançar os outros livros antes de arriscar ler "Jovens de elite"...hehe'
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  7. Olá, adoro distopias e esses climas pós apocalípticos que os seres humanos sofreram várias mudanças, nunca tinha ouvido falar desse livro mas agora estou curiosa para ler, parece ser o tipo que eu vou adorar, mas já estou cheia de trilogias e séries, então deixa eu terminar as que eu estou lendo para começar novas, haha.
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Eu comprei esse livro do mesmo jeito que você rsrs, mas ainda não li. Gostei da sua resenha, acho que vou passar ele na frente da minha lista agora.

    http://madminds.weebly.com/

    ResponderExcluir
  9. Eu já ouvi falar desse livro, mas nem sabia direito do que se tratava. Parece uma boa obra de fantasia/distopia.
    Parabéns pela sua resenha

    ResponderExcluir
  10. Oi, Ana!
    Gosto muito da Marie Lu, mas ainda não criei coragem para ler Jovens de Elite :X A premissa da história parece bem legal e pela sua resenha deu para perceber que a autora não se perdeu no mundo que criou -- o que é um alivio. Acho que se ele estiver com um preço legal na Bienal vou acabar comprando haha
    bjus!

    ResponderExcluir
  11. Olá, eu ainda não conhecia esse livro da autora mas fiquei bem curiosa como enredo ainda mais por fantasia ser um dos meus gêneros preferidos. Dica mega anotada.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. No encontro da Rocco eu fiquei bem empolgada com esta série, mas por conta de não ter nenhuma notícia sobre sua sequência no Brasil eu preferi não começar a ler. Espero que isso não demore, ainda mais porquê como você salientou, lá fora já vai ser publicado o último!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  13. Oi Ana.

    É tão bom quando compramos um livro sem saber quase nada da sinopse e a história consegue surpreender. Eu já tinha lido algumas pequenas informações sobre este livro e com a sua resenha para contribuído bastante, eu vou adicionar este livro na minha meta de leitura, ainda mais sabendo que é uma distopia, gênero que está conquistando um espaço na minha estante.

    Bjos

    ResponderExcluir
  14. Oi Ana, tudo bem?
    Eu não conheço a escrita da Marie Lu, mas sempre leio muitos comentários a respeito. Eu adoro literatura fantástica e na época que estavam lançando Jovens de Elite eu me vi interessada, mas estou sempre adiando a leitura. Gostei de saber alguns detalhes sobre a protagonista através da sua resenha, o fato dela viver uma dualidade querendo ser boa, ao mesmo tempo que vive cercada por sentimentos ruins, achei bem interessante.
    O problema de acompanhar séries é justamente o fato de ter que esperar tanto por lançamentos, ainda mais quando demoram a traduzir, aí que ficamos ainda mais ansiosas, por isso acho que irei esperar todos serem lançados no Brasil para então lê-los.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. achei interessante a história se passar num ambiente no estilo renascentista italiano [tava dando aula disso hoje ahhahaha]... mas ando saturada de Fantasias no momento, e tenho receio em arriscar em nomes até o momento desconhecidos pra mim... mas quem sabe mais a frente eu me anime e compre? pois não achei a premissa ruim... acho que é só cisma besta minha heheheh
    bjs...

    ResponderExcluir
  16. Já tinha ouvido falar do livro, mas nem sabia ao certo do que ele falava.
    Adorei ele ser uma fantasia e a premissa é bem interessante.
    Fiquei com vontade de ler, não agora, mas mais pra frente com certeza.

    ResponderExcluir
  17. Bem, a proposta é interessante e gostei da premissa do livro, só acho uma pena que ainda não tenha previsão para o segundo livro, mesmo que tenha lançado esse ano, a Rocco podia adiantar, né? Enfim, gostei dos pontos que você citou na resenha e espero sim gostar de Jovens de Elite, tenho boas expectativas!

    ResponderExcluir
  18. Esse livro está na minha lista de leitura.
    Ainda não li a trilogia legend mas também está na minha lista.
    Parece ser livros maravilhosos, apesar do clichê.
    Os personagens parecem ser bem envolventes, e o enredo bem construtivo.
    Vou com certeza priorizar os livros dessa autora.
    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Depois de muita gente me recomendar essa leitura, e eu ler muitos elogios em relação a esse livros nas resenhas, acabei me interessando pelo livro. A história me pareceu ter sido muito bem construída, com personagens envolventes e cativantes, espero gostar bastante desse livro.

    ResponderExcluir
  20. São tantos elogios que vejo nesse livro. Quero muito ler este livro.
    Só li duas distopias: laranja mecânica e o doador de memórias e quero me aventurar em mais deste gênero.
    Parabéns pela resenha, Legend já está na minha lista há tempos haha

    ResponderExcluir
  21. Estou doido para ler esse livro, só esse enredo fantástico me atrai demais.

    ResponderExcluir