12 de jul de 2016

Resenha - Os Instrumentos Mortais, Cidade das Almas Perdidas


Livro: Os Instrumentos Mortais, Cidade das Almas Perdidas #5
Série: Instrumentos Mortais 
Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Páginas: 434
Gênero: Fantasia
Sinopse: "Quando Jace e Clary voltam a se encontrar, Clary fica horrorizada ao descobrir que a magia do demônio Lilith ligou Jace ao perverso Sebastian, e que Jace tornou-se um servo do mal. A Clave decide destruir Sebastian, mas não há nenhuma maneira de matar um sem destruir o outro. Mas Clary e seus amigos irão tentar mesmo assim. Ela está disposta a fazer qualquer coisa para salvar Jace, mas ela pode ainda confiar nele? Ou ele está realmente perdido?"

Cidade das Almas Perdidas foi um livro mais fluido de ler do que seu antecessor. Partindo do exato ponto onde acabou Cidade dos Anjos Caídos, aqui veremos a busca da Clary pelo o que aconteceu com o Jace e o corpo do Sebastian. O que ela não esperava, é que os dois de alguma forma agora estão unidos. E matando ou ferindo um, automaticamente irá acontecer com o outro.

"— Muito bem Caçadores de Sombras. E um aviso, apesar de nada terem feito para merecê-lo. Seria bom considerarem a validade desta busca por seu amigo. Pois frequentemente, quando algo precioso se perde, ao voltarmos a encontrá-lo, pode não ser mais o mesmo." pág. 40

Não entrei nesse livro com muitas esperanças de ser ter uma boa leitura e de como a autora me faria gostar daquilo que tinha sido criado. Confesso que me surpreendi. Com a história um pouco mais encaminhada, Cassandra teve possibilidades de criar e estender esse arco de uma maneira muito fascinante. Você se prende do início ao fim para saber o que vai acontecer.

Mais uma vez a autora manteve a questão dos pontos de vistas alternados, personagens "secundários" aparecendo mais e os casais se encaminhando para um final satisfatório. Aliás adorei o final que está aparentando acontecer tanto para Maia quanto para o Simon. A entrada de novos elementos mágicos e de mais fantasia deram um pano de fundo e mais credibilidade para tudo que ela quer dar ao término da série. Para mim ainda não supera o arco de Cidade dos Ossos até Cidade de Vidro porque fazia sentido os títulos, fazia sentido o ritmo acelerado de alguns momentos. A partir do 4° os títulos perderam um pouco do seu significado, neste mais ainda, e ainda fico meio chateada com a necessidade de personagens antigos voltando para ser vilões. Poderia ter tido uma criatividade à mais nesse segundo arco.

"— Faria quase qualquer coisa por você - Morreria por você. Sabe disso. Mas mataria alguém, algum inocente? E que tal muitas vidas inocentes? E o mundo todo? É realmente amor se chega ao ponto de precisar escolher entre a pessoa amada e todas as outras vidas do planete, e escolher a pessoa? Isso é... não sei, isso sequer é um tipo de amor moral ?" pág. 122

Raramente livros são 100% perfeitos ou tudo me agrada. Tive também problemas com o meu queridinho da série, que é o terceiro, porque gosto de ver e analisar onde errou e onde a escrita foi exagerada demais. Então sempre vou falar algo negativo (mais uma vez na minha opinião) do livro até onde eu não desrespeite a autora. Sou fã da série, sou fã da escrita da Cassandra e quero ver evolução. E isso ocorre gradativamente. 

Jace e Clary aqui cresceram muito desde o último drama que se instalou neles, porém como sempre, vai ter reviravolta nos finais. As duas últimas páginas, junto com uma carta final são cruciais para ser o plot e o gancho do próximo e último da saga. A capa é uma das mais bonitas de Instrumentos Mortais. Não posso mais entrar em detalhes porque tudo pode virar spoiler e apesar dele ser grande é uma aventura que acontece linearmente. Claro que temos acontecimentos separados, mas que se unem tudo por um motivo final, então quem leu Anjos Caídos vai com certeza adorar esse.

"Era tolice ter esperança, ela sabia. Mas ás vezes a esperança era tudo que restava." pág. 234

Já tenho em mãos o último e espero ainda dentro da Maratona lê-lo. Estou animada com o final deixado e curiosa para esse final. E vocês, já leram Instrumentos Mortais? Quais foram suas impressões? Deixa nos comentários.

Observação: Para a Maratona Literária de Inverno que estou participando e mostro minha TBR aqui, estava previsto a leitura desde volume no final do mês. Adiantei? Sim! Tem um motivo? Também sim! Posso dizer que infelizmente flopei com Halo da Alexandra Adornetto que era para ser o próximo na lista. Tentei ler e não saía das primeiras 200 páginas por isso resolvi modificar um pouco e antecipar outro. Se eu pretendo continuar a leitura de Halo? Possivelmente. Tenho chances de abandonar? Possivelmente também. Vou esperar dar uma aliviada nessa transição de semanas e TENTAR pegar ele novamente, porque acredito que essa semana seja mais constante no quesito leitura, todavia nenhuma certeza. Era uma leitura que há 2/3 anos atrás me agradaria demais, mas agora está se tornando massante e não sei se faz mais meu tipo.

10 comentários :

  1. Oie, menina tenho certo receio de ler esse livro e sabe porque? Porque todo mundo lê e acha bom hehehehehehe, dai fico com medo. Porque meu gosto é peculiar.
    Não posso negar que a capa é realmente lindona.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Li há uns dois anos atrás a série Instrumentos mortais e, para minha imensa vergonha, eu a julgava pelas capas e achava que seria uma leitura sem graça e bobinha. Me surpreendi totalmente!! Não tenho visto muitas resenhas dessa série ultimamente e a sua me deu uma saudade da história... *____*

    ResponderExcluir
  3. Ainda não tive a oportunidade de ler esta série. Estou com algumas leituras atrasadas e acabei não lendo mais nenhuma série por conta disso.
    Mas sei que é uma história ótima para quem gosta do gênero, então, assim que retomr a leitura das séries esta com certeza será a primeira.

    Beijinhos...
    http://estantedalullys.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nunca li essa série, mas parece bastante interessante! seguindo o blog, beijoss

    literalizza.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, nunca li nenhum livro dessa série, mas pretendo um dia ler, já que ela é bem famosa e em uma legião de fãs e todo mundo elogia, mas por enquanto, a série não enche meus olhos, por isso, por agora, não leria, só num futuro, mas gostei da resenha.
    bjus

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Gostei tanto dessa obra que até tenho vontade de ler novamente. Toda a participação do Sebastian na obra e os segredos que a Clary desvenda são de tirar o fôlego. Fico feliz que você também tenha gostado da leitura.

    Abraços
    oblogcaentrenos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi
    Eu não gostei tanto desse livro, na verdade eu gostei mesmo dos 3 primeiros e do sexto livro, o sexto sim é fantástico. Adorei sua resenha.

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. eu estou a toda com as leituras da maratona, mas vc fez bem em trocar de livro se o outro não estava agradando... com relação a Cassandra... bem, tentei ler o primeiro livro dessa série mas não consegui ir muito além... acabei desistindo, a escrita dela não me empolgou...
    legal que pra vc a história tá progredindo... espero que curta o próximo...
    bjs ^^

    ResponderExcluir
  9. Olá, Ana.

    Que bom, a maratona está indo muito bem. É muito bom quando começamos uma série e ela nos agrada, ainda mais quando é vários livros como este caso. Melhor ainda é quando os personagens vão crescendo e vamos percebendo este amadurecimento.

    beijos,
    boas leituras.

    http://chalecult.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá, ótima resenha, apesar de todo mundo amar essa série eu não tenho nenhuma curiosidade de comer a ler ela, já até assisti o filme e um episódio da série de tv mas não me chamou atenção.
    bjs

    ResponderExcluir