1 de set de 2016

Resenha - Entre a Ruína e a Paixão

Livro: Entre a Ruína e a Paixão #3
Série: O Clube dos Canalhas
Autora: Sarah Maclean
Editora: Gutenberg
Páginas: 304
Gênero: Romance de Época
Sinopse: "Uma noiva desaparecida na véspera de seu casamento. Um poderoso duque acusado de assassinato. Uma noite que mudou duas vidas para sempre. Temple viu seu mundo desmoronar quando acordou completamente nu e desmemoriado em uma cama repleta de sangue. Destituído de seu título e acusado de assassinato, o jovem duque foi banido da sociedade. Doze anos depois, recuperado em sua fortuna e seu poder como um dos sócios do cassino mais famoso de Londres, sua redenção surge quando a única pessoa que poderia provar sua inocência ressurge do mundo dos mortos. Após doze anos desaparecida, Mara Lowe se vê obrigada a reaparecer quando seu irmão perde toda a fortuna da família nas mesas do cassino do homem cuja vida ela arruinou. Temple quer provar a todos que é inocente e, sobretudo, se vingar e destruir a vida daquela mulher, enquanto Mara precisa enfrentar o passado para recuperar seu dinheiro. Assim, os dois formam um acordo obsceno que os une em um jogo de poder e sedução. Mas ambos descobrem que a realidade esconde muito mais do que as aparências revelam e eles se veem em uma encruzilhada na qual precisam escolher entre lavar a honra do passado e garantir o futuro ou ceder ao desejo de se entregarem de vez à irresistível atração que sentem um pelo outro, mas que pode arruiná-los para sempre."

Temple tem um passado obscuro. Conhecido como Duque Assassino, ele é acusado de matar a futura esposa de seu pai, Mara Lowe. Após 12 anos sofrendo com esse destino, aceitando o que foi feito, tudo passa por uma reviravolta. Christopher Lowe está com uma dívida monstruosa no Anjo Caído, e para tentar salvar a fortuna dele, uma verdade vem a tona: Mara está viva e pode limpar o nome de Temple. Para isso acontecer, ela quer que ele perdoe a dívida do irmão. O que não esperavam, é que no meio do caminho sentimentos surgissem fazendo com que vingança e honra fossem colocados em jogo.

É incrível que tem livros que te agradam, e tem livros que te encantam. Entre a Ruína e a Paixão é um que te encanta. Com personagens fortes, de personalidades que batem de frente, não espere que eles morram de amor na segunda página. Aqui veremos uma luta entre a razão e a emoção. Veremos se o passado pode prevalecer do futuro.

Mara tem um personalidade destoante de todos os livros de época que já li. Destemida, forte, vai atrás do que quer e planeja o que irá fazer. Mas isso não tira a fragilidade, insegurança e os medos dela. Ela foi construída e moldada de uma maneira que o leitor entenda as atitudes dela, afinal nossa vilã e mocinha estão na mesma pele. E isso faz com que a história seja rica de acontecimentos e passagens além de impor limites em ambos os personagens.

Temple, ou William antes de tudo acontecer, é um homem que nunca foi amargurado, porém a partir do momento que mentiras são descobertas, o passado vem sendo desvendado, percebemos que ele passa por várias nuances dentro dele mesmo. É uma narrativa de altos e baixos, que quando você vê está nervosa vendo que nada está dando certo. Em certos momentos sentimos raiva com as decisões tomadas e caminhos escolhidos e isso enriquece o final e tudo que pode acontecer.

Confesso que iniciei o enredo com pé atrás por tudo que a premissa nos traz e com tudo que já ouvi. E isso se deve pela trama trazer nossa protagonista como culpada. Começamos o livro não entendendo as atitudes delas e querendo que tudo desse errado, afinal ao longo da série vemos o que aconteceu com o nosso lutador e o quão sofrido foi. Todavia, temos que tirar a lição que toda pessoa deve ser perdoada. Ao momento que entendemos os motivos dela, e o próprio Temple a perdoa e mostra que as escolhas dos destinos não são somente culpa de fatalidades de outras pessoas, tudo passar a fluir e ser aceito. Para mim é um dos melhores volumes de O Clube dos Canalhas.

Não posso deixar de falar dos personagens secundários, desde as crianças do orfanato, até da porquinha Lavanda que dão um toque de humor e risadas nas páginas. Tudo é muito carregado no drama e em coisas triste, até pela vida que levaram os dois, e os personagens de segundo plano vieram para quebrarem um pouco desse ritmo. Tenho que elogiar novamente a diagramação, escolha de capa da editora porque foram acertadas com o decorrer da narrativa, e os detalhes dentro dos capítulos que deram um toque a mais. A narração é alternada entre os dois pontos de vista, o que ao meu ver deixa tudo mais conectados e de fácil compreensão de ambos os sentimentos.

Eu ainda estou maravilhada com a escrita da Sarah Maclean e o quanto ela nos conquista. Hoje, depois de 4 livros posso dizer que sou fã dela. É mais dinâmica, mais sensual e mais carregada em prender o leitor pelo sentimentos. Estamos numa montanha russa de emoções lendo as palavras dela.  Tenho o 4° e último livro da série, Nunca Julgue uma Dama Pela Aparência, que já deixou dicas e situações nesse volume do que pode acontecer. Já estou surtada imaginando o que pode vir.

E vocês, já leram Sarah Maclean? Deixa nos comentários. (;

16 comentários :

  1. Olá, Ana! Td bem? Nunca li livros da Sarah mas fico mais curiosa a cada resenha. A sua foi uma grata surpresa e adorei o destaque para a personalidade da Mara. Vou acompanhar as próximas! ;)

    ResponderExcluir
  2. Oiii Ana, como vai?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse e irei pular a dica, não sou muito chegada em romances de épocas, mas fico feliz em ver que tu gostastes. Parabéns pela resenha.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. OOi!
    são poucos os romances de época que chamam minha atenção, e olha, esse fi um deles. kkkkkk. Sua resena me deixou cheia de vontade de realizar a leitura.
    Ótima resenha!

    Beijoos!
    http://estantemineira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. A história parece prender o leitor de uma forma intensa. É um daqueles livros em que é mostrado o lado de cada um? Assim seria bem interessante! O título e a capa não me são estranhos, mas nunca havia lido resenha sobre ele. Eu gostei bastante da sua e de saber mais sobre a história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Amanda, basicamente sim haha Afinal vai mostrar os dois pontos de vista de uma mesma tragédia e consequência. E pela narrativa ser dividida entre os dois, isso fica melhor mostrado. De fato temos pouquíssimas resenhas deles, mas isso se deve ao fato do gênero ainda estar crescendo (; Obrigada pelo elogio <3

      Excluir
  5. Oi, Ana!
    Interessante isso da mocinha e vilã serem basicamente a mesma personagem, deve mesmo dividir ainda mais os conflitos e tensões da história e aumentar a carga da leitura, o que deve mesmo ter sido uma grande sacada da autora. Ainda assim, romances de época em geral, apesar dos elogios, não me chamam tanto a atenção, pouquíssimos são os que me despertaram o interesse de alguma forma, o que infelizmente não é o caso desse, mas bom saber que a autora consegue manter a qualidade durante os livros seguintes da série. Espero que goste do quarto e último livro tanto quanto foi com este terceiro!
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional ♥

    ResponderExcluir
  6. Olá, já faz alguns meses que não leio nenhum romance, não conhecia esse e fiquei bastante interessada no enredo.

    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li nada da autora, apesar de amar histórias de época. A história parece ser realmente interessante, prende o leitor e também gostei da do enredo. Fiquei curiosa para descobrir mais sobre Mara.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    Aah, esses romances de época que encantam ♥ Fiquei ainda mais curiosa e animada para ler este livro depois da sua resenha, nada como ver uma opinião positiva a respeito de algum livro que a gente quer ler. Até agora eu só li um livro da Sarah, mas já me apaixonei pela escrita dela, e pelos personagens também. São apaixonantes!
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  9. Ainda não li nada da autora e não sou muito fã de romances, mas essa resenha me deixou tão curiosa que vou anotar a dica.

    Parabéns pela resenha, ficou ótima!

    ResponderExcluir
  10. Eu ainda não li nada dessa autora, mas depois de você falar que acabou virando fã dela, mesmo que depois de quatro livros, me deixou bastante curiosa para conferir as obras da autora. Eu adoro romance de época, e fiquei ainda mais interessada por saber que a personagem tem um 'q' de vilã. Quero conferir!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  11. Esse livro parece ser maravilhoso. Estou completamente intrigada com essa resenha. Livros retratando estórias de época são muito atrativos para mim. Amei a sua resenha, com certeza vou ler esse livro :D

    Luz e literatura!

    cantaremverso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Ao ler sua resenha fiquei pensando que essa coisa de os personagens não cairem de amores logo na segunda página deve ser uma caracteristica da autora. E isso me deixou ainda mais empolgada para ler o livro. Eu entendo atração e encantamento automático já que isso faz parte daquela coisa de impressões de primeira vista, mas amor? eu sempre penso que tem que ter um motivo, um certo envolvimento antes de acontecer e senti que é isso que rola aqui (assim como no outro livro que li de outra série da autora).
    Fiquei contente em saber que esse é um daqueles livros que encantam - estou precisando de um livro assim nesse momento. Não quero outra leitura que não seja encantadora :)
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  13. Oi Carol,
    eu amo romances de época mais ainda não li nenhum romance da autora. Sempre vejo ótimas recomendações e a cada resenha eu fico com vontade de conhecer a autora. As capas são lindas e vejo que realmente você gostou da leitura!
    Já entrou para minha lista de leitura!
    Bjão

    ResponderExcluir
  14. Oláaa!
    Eu não li nada dessa autora mas sempre vejo os livros por aí e fico com vontade de ler. Apesar de não ser super fã dos romances de época, alguma coisa na série me chama a atenção e pela sua resenha vejo que é coisa boa.
    Achei legal a vilã e mocinha estarem na mesma pele, fiquei bem curiosa pra saber o porquê dela ter feito o que fez!

    ResponderExcluir
  15. Oi flor!
    Menina, como eu quero ler essa série, mas sempre adio devido não ter finalizado outras, mas preciso começar. Já li uma resenha desse livro e assim como você a leitora gostou bastante o que me deixou ainda mais curiosa, posso começar por esse? hahaha.. o fato da protagonista já ser culpada é algo bem diferente e que prende o leitor, não vejo a hora de conferir, sem contar que as capas são maravilhosas!

    Beijos!

    ResponderExcluir