27 de set de 2016

Resenha - Six Of Crows, Sangue e Mentiras

Livro: Six Of Crows, Sangue e Mentiras #1
Série: Six Of Crows
Autora: Leigh Bardugo
Editora: Gutenberg
Páginas: 376
Gênero: Fantasia
Sinopse: "A Oeste de Ravka, onde Grishas são escravizados e envolvidos em jogos de contrabandista e mercadores fica Ketterdam, capital de Kerch, um lugar agitado onde tudo pode ser conseguido pelo preço certo. Nas ruas e nos becos que fervilham de traições, mercadorias ilegais e assuntos escusos entre gangues, ninguém é melhor negociador que Kaz Brekker, a trapaça em pessoa e o dono do Clube do Corvo. Por isso, Kaz é contratado para liderar um assalto improvável e evitar que uma terrível droga caia em mãos erradas, o que poderia instaurar um caos devastador. Apenas dois desfechos são possíveis para esse roubo: uma morte dolorosa ou uma fortuna muito maior que todos os seus sonhos de riqueza. Apostando a própria vida, o dono do Clube do Corvo monta a sua equipe de elite para a missão: a espiã conhecida como Espectro; um fugitivo perito em explosivos e com um misterioso passado de privilégios; um atirador viciado em jogos de azar; uma grisha sangradora que está muito longe de casa; e um prisioneiro que quer se vingar do amor de sua vida. O destino do mundo está nas mãos de seis foras da lei – isso se eles sobreviverem uns aos outros.

Não seria nenhuma surpresa que ao voltar ao mundo Grisha iria sentir palpitações e expectativas altas por tudo que já li em Sombras e Ossos. Leigh Bardugo se tornou uma das minhas escritoras favoritas por seu jeito diferente de fazer crescer uma literatura fantástica. Com Six Of Crows não foi diferente.

Ambientando no mesmo mundo que sua trilogia anterior mas em um local diferente, vamos conhecer Ketterdam, capital de Kerch onde ali se reina as gangues. Dentro delas temos o Kaz, um menino de 17 anos que é conhecido como Mãos Sujas, que é dono do Clube do Corvo e resolve aceitar uma missão que pode colocar o mundo todo em perigo se ele não conseguir: buscar o criador da Jurda Parem, uma espécie de planta que dá poderes inimagináveis aos Grishas, mas que ao mesmo tempo os vicia, dentro de Fjerda. Essa arma biológica em mãos erradas pode causa uma catástrofe sem volta e em Fjerda também é um perigo já que eles são os maiores inimigos dos Grishas. Para isso, Kaz irá precisar formar uma equipe de confiança e que aceite essa missão dificílima. Será capaz que as diferenças de pensamentos, culturas e razões farão eles sobreviverem até o final e conseguirem também fazer o resgate?

"Eu negocio informações, Geels, as coisas que os homens fazem quando pensam que ninguém está olhando. A vergonha tem mais valor do que as moedas podem ter." pág. 30

Acho que o primeiro ponto a torna-se importante é: como a autora evoluiu tão bem a sua escrita e a sua forma de organizar suas ideias. Possa ser que tenha um pouco de influência de que esse universo já foi mostrado, porém a leitura foi muito menos dificultosa do que o primeiro da sua trilogia anterior. E fez com que apesar de já conhecermos parte do assunto tratado, tudo fosse diferente. Nada, absolutamente nada influencia nessa nova história. É como se tivesse pegado conteúdos diferentes e reunidos em um mesmo mundo com um nome em comum. Em momentos com certeza a narrativa vai bater, alguns pontos em comum vão aparecer, porém nada tinha me preparado para ver o quão diferente um mesmo universo pode ser desmembrado.

Falar das personalidades dos personagens é um tema chave, afinal, traições, paixões, aventuras tudo gira em torno disso. O destaque vai para Inej que ao longo da narrativa vai amadurecendo e Wylan que também amadurece e faz um final de tirar o fôlego acontecer. O que em certo momentos me incomodou um pouco foi a questão das idades determinadas. Entre 17 à 23 anos, achei muito novos para os prodígios que a história diz que são.

"Isso é o que ele quer, não do que ele precisa" disse Kaz. "Influência é justamente saber a diferença." pág. 70

O enredo sofre bastante reviravoltas e surpresas pelo motivo de que planos e projetos são desvendados a medida que as situações vão acontecendo. Isso foi um recurso chave tanto para nos prender ao que poderia ou não acontecer, quanto deixar os outros personagens que não sabiam do plano no escuro. Todavia isso trouxe desconfianças e possíveis traições que mexeu com vários rumos da trama. Minha opinião é que isso foi uma bela oportunidade de criar e ao mesmo tempo não criar expectativa ao leitor, afinal ao você não saber o próximo passo, várias possibilidades surgem, contudo abre brecha para a desmotivação de algumas pessoas. Isso só me deixou cada vez mais interessada, motivada no que viria.

Diferentemente de muitas fantasias, aqui temos a narração dos 6 personagens principais, nos mostrando até que ponto a confiança um no outro poderia chegar. Percebem que as palavras centrais aqui é confiança e traição, certo? As pessoas unidas na missão, são conhecidas, não são amigos e isso gera desconfiança do início ao fim. E até mesmo aquelas pessoas que são próximas, a trajetória de vida não é toda do conhecimento do outro. Então revelações são feitas, e passados são trazidos à tona deixando tudo com clima mais tenso.


"Tudo tinha começado com uma tempestade e, de certa maneira, aquela tempestade nunca havia terminado. Nina havia soprado para dentro de sua vida com o vento e a chuva e feito seu mundo girar. Ele se sentia desnorteado desde então." pág. 184

A medida do virar das páginas, nós vamos sofrendo absurdamente com todos os acontecimentos. A medida que o plano entra em ação e várias coisas que foram planejadas dão errado, são desencadeadas novas situações que nos deixa fissurada na leitura. As últimas 100 páginas é uma sucessão de acontecimentos tão extraordinários que se você lê sem atenção, atitudes podem passar despercebidas.

Como podem ver fui novamente fisgada pela escritora. Eu acho que é uma coisa tão diferente do que a gente encontra no mercado editorial, que quem é fã do gênero se surpreende. Eu mesmo tendo ideia do que poderia vir, não esperava uma mudança tão significativa e boa daquilo que eu já achava bom. Eu ainda sou fã da trilogia Grisha pelo conjunto da obra como todo, mas se formos analisar separadamente e equiparar o primeiro volume de lá com esse, Six Of Crows tem muito mais a nos dizer. O plot twist deixado é de querer rapidamente o próximo. O último capítulo deixa tudo a imaginação. Então se eu tivesse que recomendar alguma obra fã de literatura fantástica, com certeza esse volume seria uma ótima escolha.

" Eles a temem como um dia eu a temi", ele disse. "Como um dia você me temeu. Todo mundo é o monstro de alguém, Nina." pág. 344

Terminei minha leitura querendo mais e com um fascínio enorme por tudo lido. A Editora Gutenberg ainda não nos trouxe uma previsão de quando sai o próximo. Queria também ressaltar o capricho da editora com a diagramação e a edição do livro com mapas, desenhos nas primeiras páginas, início de cada capítulo diferenciado porque isso traz mais atrativos para a leitura, afinal atualmente livro não está barato. Já quero o sucessor.

E vocês, já leram Six Of Crows ou querem ler? Deixa nos comentários.

19 comentários :

  1. Adorei a resenha, e de como descreveu de forma bem detalhada a história, sem soltar um spoiler. Fiquei com uma vontade enorme de ler, mas os nomes do personagens e dos locais são tão difíceis, que eu ficaria bastante confuso na hora de ler =X. Mas sou fascinado por livros de fantasias, e já que você cita que Six Of Crows, é cheio de reviravoltas, do jeito que eu amo, não tem como eu não ter ficado curioso para saber todo o desenrolar.
    O Pequeno Leitor

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Gosto muito de livros do gênero e fiquei bastante curiosa por causa da premissa da obra.
    É interessante que o livro tenha bastante reviravoltas e mudanças nos planos, o que acaba prendendo mais atenção, principalmente por causa da expectativa de saber se esses planos irão se concretizar ou não.
    Achei legal que há também o amadurecimento da personagem.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Que resenha incrível você fez. Eu não li nada da autora ainda, mas tenho muita vontade. O que mais me chamou a atenção nessa obra é o fato de seis personagens narrarem, eu gosto bastante disso, pois é bom para se ambientar na história e entender melhor cada situação. Quero muito conferir essa obra.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu ainda não li nada da autora, mas achei interessante saber que o livro é narrado sob seis pontos de vistas diferentes, o que seria um pouco novo. Gosto muito de tramas surpreendentes e cheias de reviravoltas, com certeza vou dar uma chance para este livro. Já adicionei na minha meta de leitura.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. *ESSE LIVROOOOOOO É MARAVILHOOOOOOOOOSO DEMAIS D:* ~respira~
    Oi, Carol!
    Então né, eu amo a Leigh. Tipo muito. Primeiro foi a trilogia Grisha e agora é Sangue e Mentiras <3 Li Six of Crows quando lançou, ainda em inglês, e fiquei apaixonada. Os personagens, a trama, os lugares... tudo é tão maravilhoso! Leigh sabe como conduzir uma história né? ~e eu vou passar o dia fangirlando aqui, então é melhor parar.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Oi Ana, sua linda, tudo bem?
    Antes de mais nada, eu percebi que essa planta em mãos erradas é uma arma. E que no fim das contas ela só traz prejuízo às pessoas. Já fiquei nervosa lendo sua resenha, pois me coloquei no lugar deles, já pensou o perigo que eles estão correndo nessa missão? E não poder confiar em ninguém? Achei perfeita a escolha da autora em colocar todos eles narrando, só irá nos colocar mais dúvidas. Quem será o traidor entre eles? Estou louca para ler. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá! Tenho um pouco de dificuldade com esse tipo de leitura, tanto para imaginar esse história quanto para decorar esses nomes atípicos de personagens. A narrativa por 6 personagens principais, acho que tira qualquer chance de eu ler, pois não consigo mesmo me prender e entender a leitura a ponto de gostar e conseguir seguir. Mas fico extremamente feliz que para você tenha funcionado e que você tenha gostado tanto assim do livro, que ele tenha te despertado emoções e que no final aconteceram muitas cenas surpreendentes.
    Beijos!

    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Já ouvi falar muito do livro e da trilogia que originou ele.
    Não li a trilogia e confesso que esse livro já me interessava apenas pela capa.
    Achei a história bem instigante e do tipo que te prende do início ao fim, afinal com tanta reviravolta e surpresa só pode ser assim.
    Espero mesmo poder ler.
    Entrou fácil para a listinha.

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia essa série apesar de já ter visto bastante essa capa por aí. Gosto bastante do gênero e acredito que iria gostar desse livro tbm. É perceptível o quanto você amou a obra e só a sua animação ao falar do livro já me deixou bastante curiosa.
    Beijos,
    Sigolendo.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oiii Ana, tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra em si não despertou meu interesse e por isso irei pular a dica, mas parabéns pela sua resenha que ficou um arraso lindinha <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Ainda não conhecia esse livro e fiquei curiosa.
    Gostei bastante da sua resenha e da forma como analisa
    me deixou com vontade de conferir
    muito sucesso com o blog, bjo

    http://blogaventuraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. OOi!
    Quero mutio ler esse livro, mas, confesso, não no momento. Parece ser um livro ótimo, sua resenha só me deixou com mais vontade de realizar a leitura, espero ter a oportunidade em breve.

    Beijoos!

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Acredita que eu não sabia que esse livro é derivado de uma trilogia anterior? Ainda bem que eu vi a sua resenha, pois agora fiquei com vontade de saber qual é e ler antes desse. Achei muito legal você salientar o crescimento da escritora com a escrita desse livro e a organização de ideias.
    Beijos.
    https://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  14. Oiee ^^
    Eu não sou muito fã de fantasia, mas vez ou outra acabo lendo algum livro do gênero e gostando. Acho que ainda não conhecia essa série, e nem mesmo outros livros da autora, mas fiquei curiosa, principalmente porque o livro tem uma premissa diferente de tudo o que eu já vi. Gostei, e ver que a autora conseguiu te fisgar e te surpreender mais uma vez me animou ainda mais.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  15. Oi Carol!
    Apesar de gostar muito de fantasia eu não conhecia a série e fiquei curiosa, pois parece ser aquela de tirar o folego rs' já tem um tempinho que não pego uma história assim. Anotei a dica aqui e espero conferir!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Olá, adoro fantasia e não conhecia muito sobre essa série. Sua resenha me deixou curiosa com o enredo, fazendo me pedir mais...

    Já estou anotando a dica!

    Abraços

    ResponderExcluir
  17. Eu já tava bem curioso por esse livro, depois de sua ótima resenha tenho certeza de que quero! Adoro fantasia e esse parece realmente ser muito bom. Adorei.

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Adoro fantasia, é meu genero preferido, e sempre tive vontade de conhecer a escrita dessa autora pois já vi muito elogios à primeira série dela Seix of Crows eu não fazia ideia de que se passava no mesmo mundo da primeira história e achei isso super bacana. Nos da a dimensão de outro lado daquele mundo criado pela autora, faz a gente pensar em quanta coisa acontece num mesmo lugar né. Achei uma sacada genial isso e fiquei bem interessada com tudo oque você disse, principalmente pelos personagens não serem amigos e rolar essa desconfiança durante a narrativa, acho que deixa mais interessante.
    beijos

    ResponderExcluir
  19. Oi, Carol!
    Então, conheço a série Grisha desde o lançamento do primeiro livro, e desde que tenho me apaixonado por diversas fantasias recentemente, eu realmente quero ler essa série também, ainda que antes de Six of Crows, por mais incrível que tenha sido sua resenha e tenha ficado visível o quanto a autora parece ter evoluído desde a outra publicação. Temas como traição e confiança, tratados em paralelo assim, são mesmo muito interessantes de se ver em uma história, ainda mais envolvidos por aventura e ação, quem sabe eu não espere por lê-lo quando a sequência já sair, hein? Rsrsrs Enfim, valeu a dica!
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br/ ♥

    ResponderExcluir