29 de dez de 2017

[Resenha] Um Trono Negro

em 29 de dez de 2017

14 comentários
Livro: Um Trono Negro #2
Série: Três Coroas Negras
Autora: Kendare Blake
Editora: Globo Alt
Páginas: 336
Gênero: Fantasia
Nota: 4/5
A batalha pela coroa já começou, mas qual das três irmãs triunfará? Após os inesquecíveis acontecimentos da Cerimônia da Aceleração e com o Ano da Ascensão em andamento, as apostas mudaram Katharine, outrora a irmã mais fraca, agora está mais forte do que nunca. Arsinoe, após descobrir a verdade sobre seus poderes, deve aprender a usar seu talento secreto a seu favor, sem que ninguém descubra. E Mirabella, antes a favorita para o trono, enfrenta uma série de ataques enquanto vê a fragilidade de sua posição. Em meio ao perigo constante, alianças serão formadas e desfeitas na fantástica continuação de Três coroas negras. As rainhas de Fennbirn terão que combater a única coisa no caminho entre elas e a coroa umas às outras.

Novamente seremos sugadas e instigadas pela premissa até o final, porque apesar de ainda ter-se a presença de um começo lento, as reviravoltas e as ações finais compensam todo o restante. Pode-se dizer que é uma série promissora e que com certeza agradará quem é fã de fantasia.

26 de dez de 2017

[Resenha] O Silêncio das Águas

em 26 de dez de 2017

20 comentários
Livro: O Silêncio das Águas #3
Série: Os Elementos
Autora: Brittainy C. Cherry
Editora: Grupo Editorial Record
Páginas: 364
Gênero: Romance
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Quando a pequena Maggie May presencia uma cena terrível à margem de um rio, sua vida muda por completo. A menina alegre que vive saltitando de um lado para o outro e tem uma paixonite por Brooks Griffin, o melhor amigo de seu irmão, sofre um trauma tão grande que acaba perdendo a voz. Sem saber como lidar com o problema, sua família se vê em uma posição difícil e tenta procurar ajuda, mas nenhum tratamento vai adiante. Ao longo dos anos, Maggie aprende sozinha a conviver com os ataques de pânico e, sem conseguir sair de casa, encontra refúgio nos livros. A única pessoa capaz de compreendê-la é Brooks, que permanece sempre ao seu lado. A cumplicidade na infância se transforma em amizade na adolescência, até que um dia eles não conseguem mais negar o amor que sentem um pelo outro. Mas será que o forte sentimento que os une poderá resistir aos fantasmas do passado e a um acontecimento inesperado, que os forçará a navegar por caminhos diferentes?

Sempre ouvia de algumas amigas leitoras que esta seria uma das melhores leituras da série Elementos. E tenho que concordar. Quando temos uma história que envolve traumas aliados a música, eu simplesmente me encanto. E tendo a escrita da Brittainy C. Cherry que é uma das autoras que mais gosto, fica difícil não se encantar.


24 de dez de 2017

[Resenha] Anohana

em 24 de dez de 2017

8 comentários


Após o ocorrido, cheios de culpa, pouco a pouco os cinco amigos se separaram e cada qual seguiu com sua vida. Anos depois do acidente, Jinta ainda parece ser o mais afetado pela morte da amiga. Ele desistiu dos estudos e vive quase insolado em sua casa. Mas, para a sua surpresa, em um certo verão, ele passa a ser visitado por Menma. A princípio ele acredita que aquilo não passava de uma mera alucinação causada pelo estresse e o trauma da perda da colega. No entanto, Menma revela ser um fantasma. A aparição da garota serve para Jintan, como ela o chamava, reencontrar seus antigos amigos e descobrir — e cumprir — a promessa que foi feita para Menma antes dela morrer. Realizando esse seu último desejo, a doce menina poderá seguir seu caminho. (fonte)


21 de dez de 2017

[Resenha] Um Tom Mais Escuro de Magia

em 21 de dez de 2017

9 comentários
Livro: Um Tom Mais Escuro de Magia #1
Série: Tons de Magia
Autora: V.E. Schwab
Editora: Grupo Editorial Record
Páginas: 381
Gênero: Fantasia
Nota: 4/5
Kell é um dos últimos Viajantes — magos com uma habilidade rara e cobiçada de viajar entre universos paralelos conectados por uma cidade mágica. Existe a Londres Cinza, suja e enfadonha, sem magia alguma e com um rei louco — George III. A Londres Vermelha, onde vida e magia são reverenciadas, e onde Kell foi criado ao lado de Rhy Maresh, o boêmio herdeiro de um império próspero. A Londres Branca: um lugar onde se luta para controlar a magia, e onde a magia reage, drenando a cidade até os ossos. E era uma vez... a Londres Negra. Mas ninguém mais fala sobre ela. Oficialmente, Kell é o Viajante Vermelho, embaixador do império Maresh, encarregado das correspondências mensais entre a realeza de cada Londres. Extra-oficialmente, Kell é um contrabandista, atendendo pessoas dispostas a pagar por mínimos vislumbres de um mundo que nunca verão. É um hobby desafiador com consequências perigosas que Kell agora conhecerá de perto. Fugindo para a Londres Cinza, Kell esbarra com Delilah Bard, uma ladra com grandes aspirações. Primeiro ela o assalta, depois o salva de um inimigo mortal e finalmente obriga Kell a levá-la para outro mundo a fim de experimentar uma aventura de verdade. Magia perigosa está à solta e a traição espreita em cada esquina. Para salvar todos os mundos, Kell e Lila primeiro precisam permanecer vivos.

Sabe aquele universo que nunca imaginou numa fantasia e que quando começa a ler, se pergunta como não viu algo assim antes!? É o que pensamos em Um Tom Mais Escuro de Magia. Primeiro de uma trilogia — contendo um final redondo para aqueles que não gostam de ganchos para os próximos — quando finalizado é um choque de realidade ao perceber o quão bom são as histórias que fogem do comum.

19 de dez de 2017

[Resenha] Neve e Cinzas

em 19 de dez de 2017

7 comentários
Livro: Neve e Cinzas #1
Série: Neve e Cinzas
Autora: Sara Raasch
Editora: HarperCollins Brasil
Páginas: 320
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Dezesseis anos atrás o Reino de Inverno foi conquistado e seus cidadãos, escravizados, sem família real e sem magia. A única esperança de liberdade para o povo do reino jaz nos oito sobreviventes que conseguiram escapar, e que seguem esperando uma oportunidade para recuperar a magia de Inverno e reconstruir o reino. Meira, uma órfã desde a derrota de Inverno, passou a vida inteira como refugiada, criada por Senhor, o general dos inverninos. Treinando para se tornar uma guerreira — e desesperadamente apaixonada pelo melhor amigo e futuro rei, Mather —, Meira faria qualquer coisa para ajudar o Reino de Inverno a retomar seu poder. Então, quando espiões descobrem a localização de um medalhão antigo capaz de devolver a magia ao reino, Meira decide ela mesma encontrá-lo. Finalmente ela está escalando torres e lutando contra soldados inimigos como sempre sonhou. Mas a missão não sai como planejado, e logo Meira se vê mergulhada em um mundo de magia maligna e poderosos perigosos. De repente, ela percebe que seu destino não está, e nunca esteve, em suas mãos. A estreia de Sara Raasch é uma fantasia cheia de ação sobre lealdade, amor e a capacidade de determinar o próprio destino.

Há quanto tempo não lia uma fantasia tão boa quanto esta. Neve e Cinzas foi uma surpresa ótima que esperava algo mediano, e encontramos um universo épico espetacular com uma personagem de cair o queixo. Você sai do primeiro volume querendo ler rapidamente o restante.

17 de dez de 2017

[Sessão de Autógrafos] Brittainy C. Cherry

em 17 de dez de 2017

22 comentários

No final de semana passado, especificamente dia 10, ocorreu aqui no Rio de Janeiro o The Gift Day. Com a presença da autora internacional Brittainy C. Cherry e os modelos Stuart Reardon e Franggy Yanez — respectivamente os modelos das capas A Força Que Nos Atrai e O Ar Que Ele Respira da autora — era meio óbvio que iria comparecer. Para quem não sabe Brittainy é uma das minhas autoras favoritas justamente pela série Elementos. E como bônus ver o modelo do meu livro favorito O Ar Que Ele Respira, as chances de eu perder este evento eram zero.

14 de dez de 2017

[O que eu Li] Novembro

em 14 de dez de 2017

Comente aqui

Novembro foi um mês bem recheado em quesito livros lidos! Com um volume maior do que esperava, confesso, consegui dar um gás na minha meta de 100 livros ao ano mesmo no meio conturbado final de período da faculdade. Com um total de 8 livros lidos + 2 mangás finalizados, tenho a opinião de que foi um ótimo tempo de leitura. Vamos conferir quais foram?

12 de dez de 2017

[Book Haul] Novembro

em 12 de dez de 2017

Comente aqui
Atirem a primeira pedra quem não comprou livro este mês. Não comprou? Pessoa, quero ter sua força de vontade para não ter gastado na Black Friday haha E como não posso chorar pelo leite derramado, vou compartilhar com vocês quais livros vieram parar na minha estante este mês. Vamos lá?


8 de dez de 2017

[Resenha] Mentiroso

em 8 de dez de 2017

Comente aqui
Livro: Mentiroso #4
Série: Selvagem Irresistível
Autora: Christina Lauren
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 379
Gênero: Erótico / Romance
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Para duas pessoas com opiniões tão distintas acerca de relacionamentos e do amor, London e Luke criaram um surpreendente laço de carinho e… tesão! London Hughes está muito satisfeita em surfar todos os dias, trabalhar como Bartender e sair com seus amigos vivendo da maneira que mais lhe satisfaz. Mas depois de ser derrubada por uma onda pela manhã, e ser derrubada novamente pelo sorriso galanteador de Luke Sutter naquela noite, ela se pergunta: por que não? Afinal, é só uma noite. Da sua parte, Luke esteve no piloto automático dos encontros casuais por tanto tempo que raramente se detém para pensar no que está fazendo. Mas, depois de um encontro maravilhoso com London, ele percebe que não superou adequadamente um rompimento devastador, e acabou por se deixar levar para onde – e com quem quer que fosse – a correnteza o levasse. Entretanto, ele deseja ir além com London, embora alguns acontecimentos de seu passado – incluindo quem fez parte dele –, tenham sido omitidos de London, que, por sua vez, agora precisa lidar com o tipo de complicação que evitou por tanto tempo.

Foi gratificante terminar uma série que conheci em 2017 e acabou me encantando de forma brilhante. Mentiroso fecha da melhor forma o conjunto Selvagem Irresistível que entra para os meus queridinhos dos eróticos.

6 de dez de 2017

[Resenha] Uma Duquesa Qualquer

em 6 de dez de 2017

15 comentários
Livro: Uma Duquesa Qualquer #4
Série: Spindle Cove
Autora: Tessa Dare
Editora: Gutenberg
Páginas: 272
Gênero: Romance de Época
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐💗
O que fazer com um duque relutante em se casar? A Duquesa de Halford – e mãe de Griffin, o duque libertino, irresponsável, que deseja apenas os prazeres da vida – tem o plano perfeito. Na verdade, ela conhece o lugar perfeito… Spindle Cove. No paraíso das jovens solteiras, a duquesa insiste para que o filho escolha uma dama. Qualquer uma. E ela a transformará na melhor duquesa de Londres. Griff, então, decide achar alguém que acabará com os planos e com a ideia maluca de forçá-lo a se casar… Ele escolhe a atendente da taverna Touro & Flor, Pauline Simms – que nunca sonhou com duques ou com casamento, mas sim com o dinheiro que possibilitaria uma mudança completa em sua vida e na vida da pobre irmã, Daniela. O duque e a Srta. Simms estabelecem um acordo: a mãe de Griff tem uma semana para transformar a criada em uma duquesa perfeita, então Pauline deverá ser um desastre durante sete dias e, se tudo der certo (ou melhor, se tudo der completamente errado), receberá mil libras e poderá realizar o sonho de construir a própria biblioteca em Spindle Cove. Em pouco tempo, porém, o duque é surpreendido ao conhecer Pauline e descobrir que a moça é muito mais do que uma simples atendente, e a atração entre os dois é inevitável. Mas em um mundo em que as classes sociais são o que realmente importa, vence a ambição ou o coração?

Quando penso que a série não podia ficar melhor ainda, eis que surge Uma Duquesa Qualquer. Quarto livro de Spindle Cove, com certeza o volume entrou para os meus queridinhos — só ainda perdendo para o casal Minerva e Colin. Definitivamente meu gosto por romances de época aos poucos está voltando.


4 de dez de 2017

[Resenha] Misterioso

em 4 de dez de 2017

Comente aqui
Livro: Misterioso #3
Série: Selvagem Irresistível
Autora: Christina Lauren
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 320
Gênero: Erótico / Romance
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐💗
O que acontece em Vegas, fica em Vegas. No entanto, o que não aconteceu em Vegas, parece os seguir em todo lugar Lola e Oliver agradecem por terem tido o bom-senso de não consumarem o casamento bêbado em Las Vegas. E se eles duvidassem que isso fora um erro, a situação de "apenas amigos" não seria tão boa quanto é agora. Ou isso é o que eles pensam... Na verdade, Lola desejou Oliver desde o primeiro dia – e isso só se intensificou com o tempo e com o sotaque australiano dele. Passando mais tempo em casa do que encarando as pessoas, o afeto de Lola por Oliver parece bom demais para ser verdade. Então por que arruinar uma coisa tão boa? Mesmo com tantas garotas rodeando Oliver, ele não consegue se esquecer do que não fez com Lola quando teve a chance. Agora ele tem certeza do que quer com ela... e vai muito além da "friendzone". Quando o trabalho de Lola com quadrinhos se torna um sucesso nacional, e depois é cotado para se tornar uma longa-metragem, Oliver decide ficar ao lado dela para o que ela precisar. Afinal, Lola não é o tipo de garota que gosta de ter todas as atenções voltadas para si, mas talvez ela é o tipo de garota que poderá se atrair por ele.

O casal mais aguardado da série, o mais geek, o que poderia demonstrar ser o mais fofo, foi tudo e muito mais. Misterioso entregou tudo que podia e com certeza entrou para os meus queridinhos de Selvagem Irresistível.


25 de nov de 2017

[Resenha] Como Agarrar Uma Herdeira

em 25 de nov de 2017

12 comentários
Livro: Como Agarrar Uma Herdeira #1
Série: Agentes da Coroa
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Gênero: Romance de Época
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐
Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou. Blake a confundiu com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, e Caroline não vai se preocupar em esclarecer nada até completar 21 anos, dali a seis semanas, quando passará a controlar a própria herança milionária. Enquanto isso, é muito mais conveniente ficar escondida ao lado desse sequestrador misterioso. A missão de Blake era levar “Carlotta” à justiça, e não se apaixonar por ela. Depois de anos de intriga e espionagem a serviço da Coroa, o coração dele ficou frio e insensível, mas essa prisioneira se prova uma verdadeira tentação, que o desarma completamente. 

Após 9 meses sem ler romance de época, e com nenhum incentivo à voltar, eis que Arqueiro lança a duologia Agentes da Coroa. Nada como Julia Quinn — primeira autora a me fazer conhecer os romances de época — para reencontrar a vontade de ler o gênero novamente. Diferente e ao mesmo tão característico da autora, Como Agarrar uma Herdeira agrada todos que leem.


22 de nov de 2017

[Resenha] Senhor das Sombras

em 22 de nov de 2017

15 comentários
Livro: Senhor das Sombras #2
Série: Os Artifícios das Trevas
Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Páginas: 602
Gênero: Fantasia/Jovem Adulto
Nota: 4/5
A ensolarada Los Angeles pode ser um lugar sombrio na continuação de Dama da Meia -Noite, de Cassandra Clare. Emma Carstairs finalmente conseguiu vingar a morte dos pais e pensou que com isso estaria em paz. Mas se tem uma coisa que ela não encontrou foi tranquilidade. Dividida entre o amor que sente pelo seu parabatai Julian e a vontade de protegê-lo das graves consequências que um relacionamento entre os dois pode trazer, ela começa a namorar Mark Blackthorn, irmão de Julian. Mark, por sua vez, passou os últimos cinco anos preso no Reino das Fadas e não sabe se um dia voltará a ser o Caçador de Sombras que já foi. Como se não bastasse, as cortes das fadas estão em polvorosa. O Rei Unseelie está farto da Paz Fria e decidido a não mais ceder às exigências dos Nephlim. Presos entre as exigências das fadas e as leis da Clave, Emma, Julian e Mark devem encontrar um modo de proteger tudo aquilo que mais amam — juntos e antes que seja tarde.

Quer um livro destruidor de corações? Conheça a série Artifícios das Trevas, e principalmente, Senhor das Sombras. Acho que este desenvolvimento+final não somente destrói seus sentimentos, ele te deixa querendo o próximo o mais rápido possível. Certeza que é uma das melhores criações de personagens da autora.


20 de nov de 2017

[Resenha] Hal

em 20 de nov de 2017

6 comentários
Sabem aqueles mangás que te deixam um pouco confuso!? Foi o que me aconteceu quando li Hal. A premissa é ótima, possui elementos promissores e os traços também, no entanto o conteúdo deixou um pouco a desejar. Vamos tentar entender o que falhou na comunicação sinopse e entrega.


O mangá nos traz a história da jovem Kurumi que se isolou das pessoas após a morte do seu namorado Hal. Morando em um mundo que humanos convivem com robôs humanoides, seu avô recorre ao uso de um deles para ajudá-la. O robô Q-01 tomará a forma de Hal, o namorado falecido de Kurumi, e aos poucos fará com que ela saia desse seu casulo criado, revivendo o amor desenvolvido. Basicamente está é a sinopse oficial trazida no volume único.


18 de nov de 2017

[Resenha] Amor Aprisionado

em 18 de nov de 2017

13 comentários
Livro: Amor Aprisionado #1.5
Série: Saints of Denver
Autora: Jay Crownover
Editora: V&R Editoras
Páginas: 192
Gênero: Jovem Adulto/ Erótico
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Dominic Voss é um policial dedicado. O emblema que ele usa não representa somente o seu trabalho na Polícia de Denver, mas a sua identidade. Contudo, ele está fragilizado pela dor por causa de uma lesão, e a única coisa que lhe interessa é voltar a sua rotina. Ao entrar na clínica de Orlando, Dom talvez esteja diante de seu maior desafio: o de se encontrar com o outro e consigo mesmo. Ele espera que Lando conserte seu corpo, mas o que não percebe é que o médico também está vivendo uma verdadeira angústia interior, com lembranças que não param de atormentá-lo constantemente. Paixão e perda caminham lado a lado em nesta história cheia de intensidade. Amor Aprisionado traz à tona as tentações de uma atração coibida, cheio de cenas picantes para tirar qualquer leitor de sua zona de conforto.

Não tem forma melhor de começar a ler literatura LGTBQ do que com Jay Crownover. Uma das minhas autoras favoritas, em poucas páginas ela te conquista de maneira única e rápida. Amor Aprisionado definitivamente ficou  como uma ótima intervenção entre as séries Homens Marcados e Saints Of Denver.


16 de nov de 2017

[Resenha] Silêncio

em 16 de nov de 2017

11 comentários
Livro: Silêncio
Autora: Richelle Mead
Editora: Galera Record
Páginas: 280
Gênero: Fantasia
Nota: 3.5/5
Um romance de fantasia e aventura da mesma autora de Vampire Academy. Pelo que Fei se lembra, nunca houve um ruído em seu vilarejo todos são surdos. Na montanha, ou se trabalha nas minas ou na escola, e as castas devem ser respeitadas. Quando algumas pessoas começam também a perder a visão, inclusive a irmã de Fei, ela se vê obrigada a agir e a desrespeitar algumas leis. O que ninguém sabe é que, de repente, ela ganha um aliado: o som, e ele se torna sua principal arma. Ao seu lado, segue também um belo e revolucionário minerador, um amigo de infância há muito afastado em função do sistema de castas. Os dois embarcam em uma jornada grandiosa, deixando a montanha para chegar ao vale de Beiguo, onde uma surpreendente verdade mudará suas vidas para sempre. Fei não demora a entender quem é o verdadeiro inimigo, e descobre que não se pode controlar o coração.

Uma das coisas mais raras em fantasia é encontrar livros únicos, por isso foi uma surpresa saber da existência de Silêncio, ainda mais sendo escrito pela querida Richelle Mead. Em menos de 300 páginas, ela soube trazer uma história ímpar e ao mesmo tempo completa. São poucos autores que fazem isso, e ela com certeza trouxe na medida certa. 


14 de nov de 2017

[Resenha] Sway

em 14 de nov de 2017

12 comentários
Livro: Sway
Autora: Kat Spears
Editora: Globo Alt
Páginas: 256
Gênero: YA Contemporâneo
Nota: 4/5
Sway é o apelido de Jesse Alderman, por causa de seu talento para conseguir qualquer coisa para qualquer pessoa, como providenciar trabalhos escolares, fazer com que pessoas sejam expulsas da escola, arrumar cerveja para as festas, entre outras coisas, legais ou ilegais... É sabendo dessa fama que Ken Foster, o capitão do time de futebol da escola, pede a ele um trabalho controverso: Ken quer que Bridget Smalley saia com ele. Com seu humor ácido e seu jeito politicamente incorreto de ver a vida, Sway terá que encarar o trabalho mais difícil que já teve: sufocar todos os sentimentos que Bridget desperta nele, a única menina verdadeiramente boa que ele conheceu em toda a sua vida.

Pitadas de humor ácido e irônico é o que define Sway. Fora do clichê comum, definitivamente foi um dos melhores novos adultos que já li. Rápido, fluído e cativante, é imperceptível quando você é conquistado. Sabe aquelas frases "certinhas" que você reflete e faz pensar na vida? Encontraremos o oposto.


12 de nov de 2017

[Book Haul] Outubro

em 12 de nov de 2017

Comente aqui
*Sim, deixa eu me esconder um pouco*. Só agora pude voltar com a programação do Book Haul. Setembro não teve por motivos: foram muitos, MUITOS livros comprados e recebidos por causa da Bienal. Confesso que a quantidade gira em torno de 60 livros — o que acho que seria um exagero mostrar em uma única postagem — e que não gostaria também em dividir em várias postagens, por isso optei por pular. Passando a parte chata, vamos focar então quais foram os comprados e recebidos de Outubro?!


8 de nov de 2017

[O Que Eu Li] Outubro

em 8 de nov de 2017

5 comentários

Outubro foi produtivo? Claro que foi produtivo! Com um total de 9 livros + 3 mangás, temos um volume de 12 lidos no mês. Não esperava, confesso, pois foram dias bem conturbados, porém com a ajuda de alguns e-books aqui, mangás que são leituras rápidas ali, consegui embutir um ritmo. Vamos ver quais foram as leituras?


6 de nov de 2017

[Resenha] Crooked Kingdom, Vingança e Redenção

em 6 de nov de 2017

18 comentários
Livro: Crooked Kingdom, Vingança e Redenção #2
Série: Six Of Crows
Autora: Leigh Bardugo
Editora: Gutenberg
Páginas: 448
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐💗
Após se safarem milagrosamente de um ousado e perigoso assalto na notória Corte do Gelo, Kaz Brekker e sua equipe se sentem invencíveis. Mas o destino está prestes a dar uma perigosa guinada e, em vez de dividir uma vultosa recompensa, os seis comparsas terão que se munir de forças, de armas e de seus talentos para lutar pelas próprias vidas. Traídos e devastados pelo sequestro de um valioso membro da equipe, o Clube do Corvo agora conta com poucos recursos e aliados, e quase nenhuma esperança. Enquanto isso, forças descomunalmente poderosas se abatem sobre Ketterdam para desenterrar os segredos mais sombrios da potente droga conhecida como jurda parem, ao passo que antigos rivais e novos inimigos surgem para desafiar a perspicácia de Kaz e testar a frágil lealdade de seus parceiros. Agora, todos terão de enfrentar seus próprios demônios, e será preciso muito mais do que sorte para sobreviver à guerra que está se armando nas ruas obscuras e tortuosas desse implacável submundo – uma batalha por vingança e redenção que decidirá o futuro do mundo Grisha.

Sem palavras. É assim que me defino ao terminar Crooked Kigndom. Finalizando a duologia Six Of Crows, temos uma esplêndida obra que coloca mais um pilar primoroso no universo Grisha. Se encantar e se deixar levar pela história é praticamente certo, afinal, Kaz, Inej, Mathias, Nina, Wylan e Jesper são uns dos melhores personagens que li.


4 de nov de 2017

[Resenha] Vacas

em 4 de nov de 2017

24 comentários
Livro: Vacas, Nem Toda Mulher Que Ser Princesa
Autora: Dawn O'Porter
Editora: HarperCollins Brasil
Páginas: 336
Gênero: Ficção, Contemporâneo
Nota: 4.5/5
*exemplar cedido pela editora*
"Um pedaço de carne; feito para reproduzir; além da sua data de vencimento; parte do rebanho. Mulheres não têm que se encaixar em estereótipos. Tara, Cam e Stella são estranhas vivendo suas próprias vidas da melhor forma que podem, apesar de poder ser difícil gostar do que você vê no espelho quando a sociedade grita que você devia viver de um jeito específico. Quando um evento extraordinário cria laços invisíveis de amizade entre elas, a catástrofe de uma mulher vira a inspiração de outra, e uma lição para todas. Às vezes não tem problema não seguir o rebanho. Vacas é um livro poderoso sobre três mulheres julgando uma à outra, mas também a si mesmas. Entre todo o barulho da vida moderna, elas precisam encontrar suas próprias vozes."

Tem livros que quando você para e pensar em analisá-los, vê a importância que uma ficção pode fazer na vida de alguma pessoa. Será assim com Vacas, nem Toda Mulher Quer Ser uma Princesa. Com um choque de realidade para o empoderamento feminino, vemos no meio de uma história o quão libertador é você ser você, fugir dos esteriótipos e de se importar somente com a sua felicidade e de quem ama.


2 de nov de 2017

[Resenha] A Chama Dentro de Nós

em 2 de nov de 2017

16 comentários
Livro: A Chama Dentro de Nós #2
Série: Os Elementos
Autora: Brittainy C. Cherry
Editora: Grupo Editorial Record 
Páginas: 322
Gênero: Romance / Jovem Adulto
Nota: ⭐⭐⭐
Logan Silverstone e Alyssa Walters não têm nada em comum. Ele passa os dias contando centavos para pagar o aluguel, sofrendo com a rejeição dos pais e tentando encontrar um rumo para sua vida caótica. Ela, por outro lado, parece ter um futuro brilhante pela frente. Um dia, porém, um simples gesto dá origem a uma improvável amizade. Ao longo dos anos, o sentimento que os une se transforma em algo até então desconhecido para os dois. Alyssa e Logan não conseguem resistir à atração que sempre sentiram um pelo outro e finalmente descobrem o amor. Mas uma tragédia promete separá-los para sempre. Ou pelo menos é isso que eles pensam. Seriam as reviravoltas do destino e as feridas do coração capazes de apagar para sempre a chama que há dentro deles.

Segundo livro da série The Elements, A Chama Dentro de Nós te convence logo nas primeiras páginas. Carregada no drama, tenho a certeza que seu coração será destroçado no mínimo 5 vezes, afinal para Brittainy não basta chegar no fundo do poço para se reerguer. O poço sempre será mais fundo que imaginávamos.

31 de out de 2017

[TAG] Hallowen

em 31 de out de 2017

12 comentários

Não poderia deixar passar em branco essa data não comemorada no Brasil, mas bem presente na literatura e que queria um dia comemorar. Dia 31 de Outubro é comemorado o Halloween, uma festa típica dos EUA. Bem comum em diversos livros que lemos, esta TAG que leva o nome da data, consiste em relacionar alguns livros com algumas coisas típicas da comemoração. Vista no canal do blog da Minha Vida Literária, achei interessante trazê-la no blog. Vamos conferir quais foram as respostas?!


29 de out de 2017

[TAG] Calhamaços

em 29 de out de 2017

10 comentários
Mais TAG sendo respondidas por aqui <3 Está é uma considerada antiga, e tem o intuito de responder com livros considerados calhamaços, neste caso usando meu critério de ser calhamaço livros mais de 450 páginas. Vamos ver quais foram as obras escolhidas? Confesso que até me surpreendi com algumas já lidas que são grandes, mas na época que li nem pareceu.

1. Maior livro da estante que já leu.

944 páginas

Outlander, Libélula no Âmbar da Diana Gabaldon. Com 944 páginas, quase 1000, com certeza essa foi uma das leituras mais difíceis no sentido que queria chegar no final o mais rápido possível de tanto que adorava o enredo. Essas páginas passaram tão rápido que nem pareceu um calhamaço, porém foi a maior lida até hoje.

2. Maior livro da Estante que não leu.

703 páginas
Amante Renascido da J.R. Ward. Infelizmente como estou parada no quarto volume da série IAN, e este é o volume 10, não teria nem como eu ler ele no momento. Ainda espero chegar ao 5° volume até o fim do ano, entretanto não é algo que me comprometa.

3. Calhamaço que tem medo de ler.

653 páginas
A Canção de Sangue do Anthony Ryan.  Em um dos eventos da LeYA pelo Brasil em que participei, eles acabaram dando esses livros para os participantes nas sacolas, onde acabei adquirindo um. Com o que foi falado lá aliado à alguns burburinhos em que classificava esta fantasia em épica, não consegui captar interesse. Até tinha pensado em trocar, porém após um vídeo da Tamirez do Resenhando Sonhos, fiquei curiosa e ele ainda está aqui. Ainda tenho receios de lê-lo porque com certeza sairá na minha "zona de conforto" de fantasia.

4. Calhamaço que tem fissura para ler.

598 páginas
Senhor das Sombras da Cassandra Clare. Preciso nem dizer muita coisa porque quem leu Dama da Meia-Noite, ou gosta também do universo shadowhunter, sabe a importância desta continuação. Crucial e que vai trazer novas informações, chegamos ao meio da série Artifícios das Trevas. A expectativa é grande já que temos grandes chances dessa série ser a melhor da autora na minha opinião.

5. Livro grande, capa bonita.

467 páginas
Fúria Vermelha do Pierce Brown. Além dos comentários elogiosos que encontramos para Fúria Vermelha, essa capa singular chama muita atenção. Foi a primeira coisa que me despertou o interesse, e até mesmo faz jus ao que falam tanto dos livros. Espero ler em breve.

6. Livro grande, capa feia.

799 páginas
Outlander, A Viajante do Tempo d Diana Gabaldon. Como fã das capas originais, Arqueiro e A Saída de Emergência não acertaram muito nas escolhas das capas brasileiras, e em alguns volumes tem erros bem grotescos. Amo os livros, mas confesso que algumas capas, assim como o do primeiro, não são atrativos.

7. Calhamaço que tem vergonha por estar abandonado na estante.

545 páginas
Além-Mundos do Scott Westerfeld. Comprei a obra praticamente junto ao lançamento e acabou que até hoje não tive "tempo" de começá-lo. Admiro bastante o Scott Westerfeld por isso é uma vergonha para mim ainda não ter apostado na leitura de Além-Mundos.

8. Calhamaço que leu e não lembra quase nada, ou quer reler.

516 páginas
Entre o Sol e a Lua da Ana Ferrarezzi. Confesso que li muito rápido? Confesso. É uma história bem interessante, afinal temos a mitologia brasileira presente, contudo na pressa de fazer resenha para um outro blog, acabei que esqueci alguns detalhes que não me fazem recordar a história como todo.

9. Último calhamaço que leu.

591 páginas
Outlander, O Resgate no Mar parte 1 da Diana Gabaldon. Sim Diana aparecerá constantemente na lista haha Um dos mais desejados por causa do lançamento da 3° temporada da série, ele foi um dos últimos lido. Ainda espero pegar esse ano a parte 2, porém sem previsão.

10. Último calhamaço que abandonou.

516 páginas
Trono de Vidro, Herdeira de Fogo da Sarah J. Maas. Atualmente ele já é considerado um livro lido, contudo demorei 3 tentativas de leitura para conseguir engrenar. Definitivamente não estava no momento certo antes, e fiz mais do que correto em abandonar. De uma história que tinha tudo para não cair nas minhas graças, já que não gostei do final do segundo, agora tenho mega curiosidade de continuar.

11. Livro grande que leu muito rápido.

508 páginas
O Safado do 105 da Mila Wander. Qualquer erótico, ainda mais associado a escrita da Mila Wander, me faz lê-los de forma rápida. Terminado em 2 dias no máximo, é uma das minhas histórias favoritas da autora.

12. Livro grande que leu devagar.

527 páginas
O Professor II da Tatiana Amaral. Tenho uma relação meio conturbada com a série, e por isso falo que foi difícil terminar o segundo volume. Até porque na época que li tinha provas na faculdade, complicando mais ainda o ritmo de leitura. Não é que não curtia a leitura, porém vários fatores foram decisivos e afetaram o meu ritmo de ler.

13. Calhamaço que deixou uma saudade imensa.

567 páginas
Amanhecer da Stephenie Meyer. Tem como não relembrar de Twilight!? Uma das minhas séries favoritas que li na vida teve um dos primeiros calhamaços já lidos. Desde aquela época não me assusto com livros grandes, e essa história específica me deixa bem saudosa. Tenho planos de relê-la em breve.

14. Calhamaço que te fez chorar.

530 páginas
Último Sacrifício da Richelle Mead. Também outra história que me deixa saudosa e que nossa, soltei os prantos nesse último volume da série Academia de Vampiros. Chorei por causa de alguns acontecimentos, por não querer acabar e no final chorava de alegria. Uma das minhas séries sobrenaturais favoritas, não poderia deixar esse pequeno calhamaço de fora.

15. Próximos calhamaços (a lista de futuras leituras).

Filha das Trevas da Kiersten White, Corte de Espinho e Rosas da Sarah J. Maas e Nevernight do Jay Kristoff e por ai vai. A lista está BEM grande porque evito de ler livros assim quando a faculdade está apertada, fazendo com que acabe acumulando nas férias. Espero reverter essa situação em breve.

Então essas foram minhas respostas. Tinha bastante receio de fazer a TAG porque não acreditava ter lidos tantos livros calhamaços, contudo dando uma pesquisada na estante percebi que li livros calhamaços sem nem saber durante minha vida inteira. Ai já não tinha mais desculpas para não responder e está aqui. Espero que tenham gostado!

27 de out de 2017

[O Que eu Li] Séries finalizadas em 2017

em 27 de out de 2017

14 comentários
Cada vez dominando mais o mundo literário as séries chegaram para ficar. Girando em torno de 3 à 5 exemplares, elas ganham mais espaços nas prateleiras tanto das livrarias quanto dos leitores. E como fã de um dos gêneros onde mais ocorre, vim mostrar para vocês 7 séries que terminei esse ano. Vamos conhecer quais são!?

1. Trilogia Peças Infernais


Mais uma série do universo Shadowhunter completa. Sempre ouvi das pessoas que essa é uma das melhores escritas da Cassandra Clare, e por isso sempre tive curiosidade mas faltava tempo. Com a saudade do mundo dos caçadores de sombras batendo, resolvi enfim iniciá-la e não foi surpresa me ver acabando-a em menos de 1 mês. Concordo com o coro de ser a melhor criação dela, porém ainda acho que Artifícios das Trevas tem mais elementos que podem me conquistar. Isso também não tira o mérito do enredo com Jem, Will e Tessa que passou a frente da série Instrumentos Mortais. 


25 de out de 2017

[Resenha] Estrela da Meia-Noite

em 25 de out de 2017

16 comentários
Livro: Estrela da Meia-Noite #3
Série: Jovens de Elite
Autora: Marie Lu
Editora: Rocco
Páginas: 256
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐
Adelina Amouteru sobreviveu à febre do sangue, fez uso de seus dons, formou seu próprio exército, vingou-se de seus traidores e conquistou a vitória. Mas seu reinado triunfante está ameaçado, e o inimigo não vem de fora; a sede de vingança da jovem levou seu lado cruel e sombrio a sair do controle, e ela terá que curar antigas feridas se quiser manter tudo o que conquistou. No desfecho da eletrizante trilogia Jovens de Elite, Marie Lu coloca sua protagonista diante de uma nova ameaça que a levará a revisitar fatos dolorosos do seu passado e a fazer uma aliança arriscada e difícil. Será que Adelina está preparada para se transformar na estrela da meia-noite e, finalmente, conhecer a paz?

Termino Jovens de Elite com a sensação de dever cumprido. Li uma das melhores trilogias em que a personagem principal é "vilã". Com reviravoltas, mortes inesperadas, alianças com os inimigos e uma mitologia diferente, A Estrela da Meia-Noite finaliza uma série de modo esperado e ao mesmo tempo surpreendente. Fã de fantasia? Tem que ler!


23 de out de 2017

[Resenha] Guerreiras Mágicas de Rayearth, arco 2

em 23 de out de 2017

9 comentários

O segundo arco de Guerreiras Mágicas de Rayearth nos deixa com o sentimento de quero mais. Trazendo a continuação da história após a primeira passagem da Umi, Fuu e Hikaru em Cefiro, agora elas precisam ajudar o local a ter um novo Pilar. Sendo novamente chamadas, terão como missão pessoal ajudar Cefiro a se proteger contra novos invasores — Autozam, Cizeta e Fahren — e procurar alguém apto para a função do Pilar, abrindo assim o caminho que o escolhido deverá enfrentar. Porém com dúvidas em relação a esse sistema ser o ideal, todos passarão por questões internas e segredos que poderão mudar o rumo de Cefiro. O que acontecerá com eles? E as Guerreiras Mágicas?

21 de out de 2017

[Resenha] Confesse

em 21 de out de 2017

17 comentários
Livro: Confesse
Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Páginas: 320
Gênero: New Adult / Romance
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐💗
Um romance sobre arriscar tudo pelo amor — e sobre encontrar seu coração entre a verdade e a mentira. Da autora das séries Slammed e Hopeless. Auburn Reed perdeu tudo que era importante para ela. Na luta para reconstruir a vida destruída, ela se mantém focada em seus objetivos e não pode cometer nenhum erro. Mas ao entrar num estúdio de arte em Dallas à procura de emprego, Auburn não esperava encontrar o enigmático Owen Gentry, que lhe desperta uma intensa atração. Pela primeira vez, Auburn se vê correndo riscos e deixa o coração falar mais alto, até descobrir que Owen está encobrindo um enorme segredo. A importância do passado do artista ameaça acabar com tudo que Auburn mais ama, e a única maneira de reconstituir sua vida é mantendo Owen afastado.

Posso ler diversos livros da Colleen Hoover, e sei que os sentimentos de quando abro seus livros nunca mudará. Drama, dor, choro, perseverança, esperança e felicidade, são alguns dos elementos que se mistura num caleidoscópio de emoções, fazendo com que suas obras me toquem de maneira única. E apesar de sempre ser surpreendida, Confesse me conquistou mais do que imaginava, afinal ainda é Colleen Hoover.


19 de out de 2017

[Resenha] Percy Jackson e os Olimpianos, O Último Olimpiano

em 19 de out de 2017

23 comentários
Livro: Percy Jackson e os Olimpianos, O Último Olimpiano #5
Série: Percy Jackson e os Olimpianos
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 384
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐⭐
O aguardado desfecho da série que já ultrapassou a marca de 500 mil exemplares vendidos e é destaque nas principais listas de best-sellers do país. Os meios-sangues passaram o ano inteiro preparando-se para a batalha contra os titãs, e sabem que as chances de vitória são pequenas. O exército de Cronos está mais poderoso que nunca, e cada novo deus ou semideus que se une à causa confere mais força ao vingativo Senhor do Tempo. Enquanto os olimpianos se ocupam de conter a fúria do monstro Tifão, Cronos avança em direção à cidade de Nova York, onde o Monte Olimpo está precariamente vigiado. Agora, apenas Percy Jackson e seu exército de heróis podem detê-lo. Nesse quinto livro da série, o combate que pode acarretar o fim da civilização ocidental ganha as ruas de Manhattan, e Percy tem a terrível sensação de que sua luta, na verdade, é contra o próprio destino. Revelada a sinistra profecia acerca do décimo sexto aniversário do herói, ele enfim encontra seu verdadeiro caminho.

Uma das maiores surpresas do ano, senão a surpresa do ano, é terminar a série Percy Jackson. Após começar desconfiada e com pé atrás em Ladrão de Raios, uma melhora em Mar de Monstros, decaída em A Maldição do Titão e uma novamente alta A Batalha do Labirinto, O Último Olimpiano me convenceu e me surpreendeu. Hoje finalmente entendo porque a série é tão aclamada, me fazendo pensar ler mais livros do Rick Riordan? Quem sabe?!


12 de out de 2017

[TAG] Marcadores de Livros

em 12 de out de 2017

7 comentários
Qual leitor que também não adora ter um marcador?! No meu caso, que já não bastasse colecionar livros, marcadores fazem parte do pacote. E juntando o útil ao agradável, esta TAG vista no canal Minha Vida Literária chamada Marcadores de Livros consiste em mostrar os marcadores de páginas de acordo com que cada tópico pede.

Atualmente possuo uma coleção que deve girar em torno de 900 marcadores ou mais. Virou um hobbie, principalmente quando existe itens de livros que gosto bastante, por isso não será possível mostrar na totalidade. Então vamos ver quais foram os escolhidos?

1. Marcador com qualquer flor.


Gosto bastante desses marcadores da Liane Moriarty, que agora ficou bem conhecida por causa da série da Netflix. A coleção ainda está incompleta pois tem um marcador em formato de flor recortado que ainda não possuo.


10 de out de 2017

[O Que Eu Li] Setembro

em 10 de out de 2017

10 comentários

Mês de Bienal + Rock in Rio + viagem + faculdade voltando e alguém achou que eu daria conta de ler mais de 10 livros!? Pois é, nem eu. Com isso resultei em 3 livros + 2 mangás lidos no mês. Mais do que eu esperava, confesso, foram leituras que queria realizar e continuações de séries que gosto bastante. Vamos conhecer quais foram?

8 de out de 2017

[Resenha] Riscos da Paixão

em 8 de out de 2017

15 comentários
Livro: Riscos da Paixão #6
Série: Homens Marcados
Autora: Jay Crownover
Editora: V&R Editoras
Páginas: 304
Gênero: Jovem Adulto
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐💗
Asa Cross sempre foi um predador. Sua ficha criminal é a prova de que ele foi capaz de tudo para se dar bem. Nem mesmo sua irmã Ayden escapou de seus golpes. Além disso, os olhos dourados, a barba por fazer e o sotaque carregado sempre deram pistas de quanta encrenca ele representava. Após levar uma surra que quase tirou sua vida, o barman está tentando se endireitar. Os amigos de sua irmã lhe deram uma segunda chance. E todos os dias, Asa trava uma batalha interior para não voltar a ser um fora da lei. Royal Hastings é uma mulher determinada e capaz de fazer qualquer homem perder a cabeça. Porém, a ruiva está cheia de dúvidas em relação a si mesma e precisa lutar contra fatos do passado que a fazem acreditar não ser uma boa policial. Ela vem rondando o caminho de Asa. Os dois entraram num jogo de "mocinha e bandido" cheio de tensão. Ele sabe que a ruiva vai tirá-lo da linha. E tudo o que Royal quer é prender o bad boy nos lençóis de sua cama e em seu coração.

Termino a série Homens Marcados com uma dor no coração. Uma das melhores — senão a melhor série — de Jovem Adulto que li, Jay Crownover conseguiu deixar sua marca. Com personagens diferenciados e uma escrita inovadora, ela nos conquista do início ao fim. E não foi diferente com Riscos da Paixão.


6 de out de 2017

[Resenha] Outlander, O Resgate no Mar

em 6 de out de 2017

11 comentários
Livro: Outlander, O Resgate no Mar #3.1
Série: Outlander
Autor: Diana Gabaldon
Editora: Arqueiro
Páginas: 592
Gênero: Romance Histórico / Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐
Há vinte anos Claire Randall voltou no tempo e encontrou o amor de sua vida – Jamie Fraser, um escocês do século XVIII. Mas, desde que retornou à sua própria época, ela sempre pensou que ele tinha sido morto na Batalha de Culloden. Agora, em 1968, Claire descobre, com a ajuda de Roger Wakefield, evidências de que seu amado pode estar vivo. A lembrança do guerreiro escocês não a abandona… seu corpo e sua alma clamam por ele em seus sonhos. Claire terá que fazer uma escolha: voltar para Jamie ou ficar com Brianna, a filha dos dois. Jamie, por sua vez, está perdido. Os ingleses se recusaram a matá-lo depois de sufocarem a revolta de que ele fazia parte. Longe de sua amada e em meio a um país devastado pela guerra e pela fome, o rapaz precisa retomar sua vida. As intrigas ficam cada vez mais perigosas e, à medida que tempo e espaço se misturam, Claire e Jamie têm que encontrar a força e a coragem necessárias para enfrentar o desconhecido. Nesta viagem audaciosa, será que eles vão conseguir se reencontrar?

Ler Outlander é sempre um privilégio. O universo criado em cada novo volume só cresce e melhora indubitavelmente. Depois do final deixado em Libélula no Âmbar quis ler O Resgate no Mar o mais rápido possível e essa primeira parte posso falar com convicção: não decepciona!


TOPO