9 de mai de 2017

[Resenha] Anjo Mecânico

Livro: Anjo Mecânico #1
Série: Peças Infernais
Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Páginas: 392
Gênero: Fantasia/Romance
Nota: 4.5/5
Tessa Gray tem um anjinho mecânico pendurado no pescoço, um presente de família do qual nunca se separa. O tique-taque do pingente faz com que ela se sinta segura junto à lembrança dos pais, que já morreram. Mal sabe Tessa que esse barulhinho muito em breve vai se tornar o odioso som de um exército comandado por forças do Submundo. Com os Caçadores de Sombras e seu recém-descoberto poder sobrenatural, ela enfrentará uma guerra mortal entre os Nephilim e as máquinas do Magistrado, o novo comandante das trevas na Londres vitoriana.

Voltar a algum livro da Cassandra Clare é como se eu voltasse a falar com uma velha amiga. Sendo ambientado na Londres de 1800, regressar ao mundo dos Caçadores de Sombras ganhou um novo olhar. Antes da criação e da existência de Jace, Clary, Simon e a maioria que está presente em Instrumentos Mortais, vejo alguns detalhes que fazem as pessoas preferirem esta trilogia que a série anterior. E olha, tenho que concordar.

Tessa Gray 16 anos acaba de perder sua tia por uma doença repentina deixando-a sem nenhum dinheiro em Nova York. Tendo como único parente vivo seu irmão Nathaniel, ela recebe uma carta junto com uma passagem pedindo que vá morar com ele em Londres. Sem nada com que se apegar ou a que a prenda no país, Tessa irá navegar para ir de encontro à Nathaniel.



Ao chegar no seu destino, ela é surpreendida por um cocheiro e duas mulheres mandadas por seu irmão que precisam levá-la. Sem ter o porquê de duvidar, Tessa irá entrar na carruagem e infelizmente cairá em uma armadilha. Ela está sendo sequestrada e terá que induzir a "liberação" de algo que até então não conhece dentro de si mesma. Com recursos e chantagens, as irmãs Darks — as duas mulheres que a pegaram no navio — conseguirão abrir esse poder, fazendo com que ela conheça um outro mundo. Eles não estão a mando do seu irmão; tudo que conhece, ruirá. O Mundo das Sombras lhe aparecerá; E junto disso dois Caçadores de Sombras irão lhe salvar.

Quando eu iniciei a história, tentei ir de mente aberta o máximo possível em tentar não comparar Anjo Mecânico com Instrumentos Mortais. Épocas diferentes, desenvolvimentos diferentes, isso para quem já tem conhecimento da outra série fica fácil de desassociar. Porém quando chegamos nas características e personalidade dos personagens, é quase impossível.

"— Pulvis et umbra sumus. Uma frase de Horácio. Somos pó e sombras. Adequado, não acha? — disse Wil. — Não é uma vida longa, a que se leva matando demônios; tende-se a morrer cedo e então queimam nossos corpos. Do pó ao pó, literalmente. E então desaparecemos nas sombras da história, nem uma marca na página de um livro mundano para lembrar que sequer existimos um dia." pág. 81

William Herondale é praticamente um Jace — personagem principal de Instrumentos Mortais — "melhorado". Pelo menos é melhorado, mas a arrogância, os mistérios em volta, o poder sedutor é o mesmo. Não estou dizendo que ele não te conquista, e isso é praticamente impossível não acontecer, mas parece que temos uma "fórmula" idealizada pela autora em um dos protagonistas.

A surpresa foi deixada em volta da Tessa e do James. De personalidades que te cativam, e te façam querer saber mais sobre seus passados, com certeza foram os pontos altos da narrativa. Muitas soluções de lutas, brigas, vieram deles o que é excelente. E torna o trio equilibrado: Will o impulsivo, Jem o pensador e Tessa o equilíbrio. Temos a impressão que cairemos em um triângulo amoroso, certo? Para alguns acredito que sim, porém eu tenho minhas dúvidas o quanto isso já não está definido afinal vemos uma destoante preferência da nossa personagem por alguém e por outro motivo que direi mais para frente.



E nisso está uma outra opinião que ao meu ver enriqueceu o construído. Sempre quando se surge triângulo amoroso, alguém sobra, alguém se destoa, algo fica estranho no trio e tornando tudo cansativo, chato. Aqui não acontece. A inserção da nossa jovem na dupla não fez o grupo desconectar, e sim conectar-se mais ainda. Por isso a intitulei como o equilíbrio. Ela entrou para somar algo que já estava ótimo — logo no primeiro capítulo vemos a sintonia do Jem e do Will. Não tendo como enfoque o romance, o enredo teve muito a render.

Com mais da metade do universo conhecido, acompanhar uma pessoa que até então não conhecia os Shadowhunters foi incrível e trouxe novidade para algo que podia já ser cansativo. Desenvolver a trama a partir disso, a partir do autodescobrimento, da revelação de um outro lado até então não visto foi ótimo. Introduzir essas questões em uma época de Revolução Industrial, foi a maior sacada que a autora poderia ter feito. Ficaremos presos nos mistérios que irá cerca a narrativa, os plot twist são pontuais e muitos bem colocados, nos surpreendendo no tempo certo, nos deixando "cegos" nas explicações adequadas, fazendo com que assim a leitura fosse fluida. A cadência das situações é bem planejada, fazendo com que o leitor se prenda e isso supera e muito qualquer outro exemplar lido dela. Fora o aproveitamento da temática na obra que foi fundamental e fez literalmente as engrenagens do andamento ficarem melhores ainda. Me ainda é surpreendente ver a evolução de escrita desde Cidades dos Ossos, até aqui e até Dama da Meia-Noite.

Eu recomendo muito a leitura de Anjo Mecânico. Até para aqueles que já tentaram ler algo da Cassandra Clare porque tudo é diferente, e de uma maneira positiva. Pontos que talvez incomodasse em outras sagas dela foram concertados e ajustados, fazendo jus ao tanto elogios que ouço. Fã de fantasia, romance, principalmente os de steampunk irão amar. Aliás era um gênero que até então não conhecia e está me ganhando.

"— Às vezes — disse Jem —, nossas vidas mudam tão depressa que a mudança é mais rápida do que nossas mentes e corações. É nessas vezes, acho, quando nossas vidas mudaram mais ainda sentimos falta do tempo anterior, que sentimos a pior das dores. Mas posso te dizer, no entanto, por experiência própria, que você se acostuma. Aprende a viver a nova vida e não consegue imaginar, ou sequer se lembrar, de como as coisas eram antes." pág. 254

Na parte física: acho as capas lindíssimas, e de acordo com que encontramos no conteúdo. A mesma coisa com relação ao título (até que enfim um acerto depois da lambança dos títulos da série anterior). A diagramação é a padrão da editora, confortável de ser lido, e a revisão ótima ­— até porque o meu livro é a 18° edição. A narrativa é em 3° pessoa.

E vocês, já leram Peças Infernais? Gostaram? Ou tem vontade de ler? Deixa nos comentários!

31 comentários :

  1. É muito bom e muito importante quando os personagens de uma trama cativam o leitor.

    Na verdade, não é muito o tipo de gênero que me agrada, que me prende, mesmo assim, hei de convir que a capa do livro é muito bem trabalhada e, como um todo, parece ser interessante. Gosto quando algo "superior" motiva os personagens a terem "outros planos". Curto isso, por exemplo.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda não li nada da autora mas tenho muita vontade. Eu não conhecia esse livro a gostei da premissa. Achei a sua resenha bem completa e você me deixou curiosa para ler.

    ResponderExcluir
  3. Não sendo o meu género preferido de leitura, o livro me pareceu muito interessante.
    http://livrosepapel.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Meu irmão é apaixonado pela série Os instrumentos mortais da autora, porém eu ainda não fiz a leitura de nenhum de seus livros.
    Saber que essa série é bem mais interessante e de certo modo mais elaborada, deixando de lado alguns pontos que podem incomodar me deixou mais animada. As capas são lindas e espero ter a oportunidade de fazer a leitura e que goste.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  5. Oii, tudo bem?
    Ainda não li nada da Cassandra, fico meio na dúvida de ler livros que todos falem bem, ainda mais depois de me decepcionar com a série a seleção. Fico feliz que você tenha gostado da obra e dos personagens, acho muito importante os livros terem os personagens bem construídos. Gosto muito da capa dessa série, mas, como falei, fico na dúvida em ler (mesmo após sua ótima resenha).
    Por enquanto, vou passar a dica.

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Owm ainda não li nenhum livro da Cassandra. O gênero não faz meu estilo e por isso nunca me arrisquei a ler. Recentemente comecei a assistir a serie shadowhunters na netflix e confesso que meu interesse pelos livros da autora surgiu Quem sabe Anjo Mecânico não seja minha próxima aquisição né?
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá! Tenho essa coleção e é ótima. Muito boa sua resenha.
    Com certeza, vale super a pena conhecer e indicar, bjo

    ResponderExcluir
  8. OIe, Também acho as capas lindíssimas, tanto as dessa nova coleção, quanto à coleção de instrumentos mortais. Tenho vontade de ler os livros, mas como a coleção cresce a cada dia, vou desanimando. rsrs
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Ainda não li nenhum livro dessa série, embora ela me chame bastante a atenção. Amo essas capas, perfeitas!
    Quem sabe um dia...
    Bjsss

    ResponderExcluir
  10. Nunca li nenhum livro da autora. Dá pra acreditar: kkkkkk
    Mas olha, vontade não falta. E resenhas maravilhosas e positivas como a sua só me animam ainda mais. Espero ter a oportunidade de lê-lo um dia.
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  11. Oiii Ana tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse, tenho a continuação dele e vou trocar no sebo, mas fico feliz de encontrar a resenha no qual as fotos ficaram lindas.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Oi Carol!
    Sempre tive curiosidade de ler essas séries da Cassandra Clare mas sempre me confundi. Por qual devo começar?
    Abraços literários e parabéns pela resenha. Ficou show!

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Sou muito fã da Cassandra Clare embora ainda não esse livro, terminei Os instrumentos mortais esse ano e estou tomando coragem para ler esse.

    ResponderExcluir
  14. Sem dúvida a capa dele é muito bonita. Eu não li ainda, mas tenho ele aqui na lista de leitura. Na verdade, não li nada da autora ainda, e preciso mudar isso.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  15. Amei a capa do livro!! O livro me parece ser muito interessante com um tom sombrio e um pouco de drama!! Pessoas com poderes e tudo mais.. tenho que concorda que livros assim fazem a gente viajar à um mundo desconhecido e fazem com que personagens se tornem reais!A escritora Cassandra Clare sabe conduzir muito bem as historias e fazer com que seus leitores se sitam dentro do enrredo!J

    ResponderExcluir
  16. Oi Carol,
    Li os 3 primeiros livros de Os Instrumentos Mortais. Já me indicaram para ler a trilogia As Peças Infernais em seguida, para depois ler a segunda trilogia de Instrumentos Mortais.
    Tive sentimentos contraditórios durante a leitura. Adorei o primeiro livro para, depois, detestar tanto o segundo ao ponto de abandonar a série. Pela insistência de algumas colegas, acabei lendo o terceiro livro e gostei bastante, mas sabe quando aquela empolgação acaba, então, não me animei em ler As Peças Infernais. Não vou mentir, tenho curiosidade com o desenvolvimento da série, mas estou com dois pés atras.
    Beijos,
    André || Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
  17. Oá!
    Caramba, lendo a sua resenha percebi que ainda não terminei a primeira série. Isso é um grande pecado! Concordo quando disse que essa saga e a posterior são melhores que a primeira - Instrumentos mortais, vi muito esse tipo de comentário em outras resenhas. Preciso ler urgente pra não ficar mais pra trás do que já estou.
    Abs
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  18. Oie
    Nossa! Cassandra é sempre muito comentada no mundo literário, mas confesso que ainda não li nada dela.
    Acho q isso se deve ao fato de que não é muito um gênero que curto, aí acabo não dando uma oportunidade. Mas, por ser uma história que os comentários são na maioria positivos, não vou dizer que nunca lerei. Até pq sua resenha me deixou bem curiosa.
    Vamos ver quando será... rsrss
    Bjo

    ResponderExcluir
  19. Eu ainda não li nada da autora, mas tentei ver a série de tv e também vi o filme, devo dizer que achei tudo ruim, do meu ponto de vista. Bom, mas você apresentou um livro que eu ainda não conhecia e fiquei bem animada. Gostei muito da capa também.

    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Hey, tudo bem?

    Eu sou apaixonada por essa saga, estou lendo o segundo livro e estou amando, fora que eu já assisti a série toda... Enfim sou apaixonada na escrita da Cassandra Clare.
    Ótima resenha.

    Beijos literários!
    www.blogparadaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bem?
    Eu estou com esse livro na estante há algum tempo, mas sempre acabo passando outros na frente. Eu amo a escrita da Cassandra Clare, já li toda a série Os Instrumentos Mortais e Dama da meia-noite, mas com essa trilogia acabei enrolando :/
    Sua resenha me deixou ainda mais curiosa para ler e espero conseguir encaixar esse livro nas minhas próximas leituras. Vontade de ler não me falta haha.
    Ah e adorei saber que o Will é um Jace melhorado. Considerando o crush que eu tinha no Jace, já imagino o quanto vou me apaixonar lendo este livro <3
    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Oieee
    Então comecei um livro da Cassandra mas a leitura não funcionou comigo, acho que não era a época, mas adofei sua resenha e acho essas capas maravilhosas, dignas de quadros, principalmente essas mais recentes.
    Sucesso.

    ResponderExcluir
  23. Tenho que confessar eu não sou nada mais é nada fã da escrita ou das histórias da autora, eu simplesmente nunca consegui me encantar ou ir até o final de uma história dela. Não funciona para mim, apesar da leva de fãs deles. Mas fico feliz que alguns pontos que lhe incomodarão talvez tenham sido melhorados bela resenha e linda fotos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Oie tudo bem? Amo a Cassie e a escrita dela, mas ainda não li essa trilogia. Tá na minha lista, espero ler em breve. Li Os instrumentos mortais e amei e também estou amando Os artifícios das trevas.

    ResponderExcluir
  25. Tô enrolando a leitura dessa série até conseguir terminar Os Instrumentos Mortais, mas confesso que, apesar de gostar do universo, a escrita da Cassandra me incomoda em alguns pontos.

    http://laoliphant.com.br

    ResponderExcluir
  26. Oiee, realmente não tem como não comentar a construção de mundo da autora, eu li o livro e amei, ainda não comecei dama dama da meia noite mas já ta na lista tbm!

    Bjs

    ResponderExcluir
  27. Oie amore,

    Já vi esse livro em alguma livraria... e até já li alguma resenha a respeito do mesmo..mas não sei porque não me chamou nem um pouco a atenção, então passo a dica dessa vez!
    Confesso que lendo sua resenha quase cheguei a mudar de ideia... mas ainda não é o momento sabe!

    Beijoka!

    ResponderExcluir
  28. Olá! Então, não consegui passar do primeiro capítulo de instrumentos mortais da autora. Por isso, fiquei com o pé atrás quando vi Anjo Mecânico. Gostei de você ter tocado no assunto, de mostrar que esse livro pode agradar a quem não gostou do outro. Parece ser uma história bem legal, quem sabe possa começar a ler. Beijos!

    ResponderExcluir
  29. Oii
    De tudo que a Cassandra escreveu só tenho vontade de ler essa trilogia. Diferentemente dos outros livros da autora, só leio coisas boas sobre esse.
    Espero um dia conhecer essa história.
    Bjus

    ResponderExcluir
  30. Que blog lindo! Acho que não conhecia aqui ♥
    Sobre o livro: eu ainda não li nada da Cassandra (shame on me) e na verdade não entendo direito a cronologia dos livros rs. Enfim, que legal saber que diferente de outros livros o triângulo formado nesse não fica chato, muito pelo contrário! Em geral detesto triângulos.
    As capas são lindas mesmo e ainda bem que condizem com o conteúdo, né? Me dá raiva quando não tem nada a ver kkk

    PS: como você fez pra deixar as imagens com a largura total do post? Tô procurando tutorial há um tempão e não dá certo :(

    Beijos
    Duas Leitoras - Promoção de aniversário rolando no blog! Serão 3 vencedores!

    ResponderExcluir
  31. Taí uma autora que não consigo ler. Simplesmente não dá. Não gosto da narrativa nem da construção dos personagens. Pela resenha percebo que tu curtiu mt e tal, mas msm assim não me empolga :/

    ResponderExcluir