14 de jun de 2017

[Resenha] Outlander, A Libélula no Âmbar

Livro: Outlander, A Libélula no Âmbar #2
Série: Outlander
Autora: Diana Gabaldon
Editora: Saída de Emergência (atualmente é publicada pela Arqueiro)
Páginas: 944
Gênero: Romance/Histórico/Fantasia
Nota: 5/5
Claire Randall guardou um segredo por vinte anos. Ao voltar para as majestosas Terras Altas da Escócia, envoltas em brumas e mistério, está disposta a revelar à sua filha Brianna a surpreendente história do seu nascimento. É chegada a hora de contar a verdade sobre um antigo círculo de pedras, sobre um amor que transcende as fronteiras do tempo... E sobre o guerreiro escocês que a levou da segurança do século XX para os perigos do século XVIII. O legado de sangue e desejo que envolve Brianna finalmente vem à tona quando Claire relembra a sua jornada em uma corte parisiense cheia de intrigas e conflitos, correndo contra o tempo para evitar o destino trágico da revolta dos escoceses. Com tudo o que conhece sobre o futuro, será que ela conseguirá salvar a vida de James Fraser e da criança que carrega no ventre?

Uma situação já esperada se confirmou: Diana Gabaldon está entre minhas escritoras favoritas. Não tem como qualquer outra autora gerar a mistura certa de gêneros no ponto ideal fazendo com que 944 páginas sejam lidas de maneira rápida sem torná-la cansativa. E A Libélula no Âmbar, é meu novo favorito da série.

Por ser continuação e por trazer dois momentos distintos na narrativa, não farei um resumo do que se trata a história porque qualquer situação pode levar a um spoiler, e como eu não gosto, não me acho no direito de dar para os leitores. O que se é certo: teremos a continuação das cenas da Claire e do Jaime de modo impecável.

Primeiro que o livro é uma surpresa atrás da outra do início ao fim. Quem lê a sinopse trazida pela editora fica confuso do que se pode esperar e do que ocorreu para chegar nessa questão de "20 anos depois". Confesso que já tentei realizar a leitura duas vezes, e sempre abandonava pela não aceitação justamente do que era transcorrido na história inicialmente e que explica esse tempo enorme de passagem da narrativa. Ainda bem que continuei porque ainda nesse pontapé inicial temos uma mudança total de foco.



E é nessa parte que falo para quem quiser ler segurar o coração porque será uma emoção atrás da outra. Quando temos "a retomada" principal do casal e suas tentativas de fazer uma passagem da estória não acontecer, entramos numa trama sem fim. São variados contextos históricos colocados, várias estratégias de aniquilação de poder, a ambientação da França da época, curiosidades sobre o momento, a interação do casal, tudo, praticamente tudo, está escrito de forma caprichada e instigante.

A genialidade da autora está em trazer esse universo com um enredo bem descrito, bem detalhado, dando rédea ao acontecimentos mas ao mesmo tempo deixando o leitor curioso para o que pode vir, de uma modo hábil. Eu nunca me imaginei lendo um livro de quase 1000 páginas em apenas 12 dias. E demorei por causa da faculdade que me toma muito tempo, porém toda hora me via voltando ao volume. A mistura da ficção e não ficção vinha dando certo desde o primeiro exemplar da série, contudo aqui com um contexto de guerra mais presente, temos proporções maiores sobre essa parte de não ficção. E intercalada com o romance — que por mais tenhamos uma pano de fundo verdadeiro é o que está em mais destaque — fez o livro me ganhar como nenhum outro.

"Nossas mãos buscaram um ao outro, tateando à luz mortiça do sol poente, ansiosas pelo toque do calor da pele, pelo reconforto da carna, pela dureza do osso invisível sob a pele que nos fazia lembrar de como a vida é curta." pág. 523

Os personagens é outro ponto alto que conquista o leitor. Desde o Jamie, a Claire, até o Murtgah, Fergus, todos tem um entrelaçamento tão grande entre eles, que você se apega um por um. As descrições, suas personalidades, suas peripécias, seus humores são nos passados com uma franqueza e crueza de detalhas que impressiona. Mais uma vez vejo esse cuidado todo em trabalhar em todas as partes possíveis e imagináveis desse mundo. Não é a toa que reflete no número de páginas, nos fãs que arrastam pelo mundo, e agora pela série de televisão que está sendo um estrondo. É muito merecido o tamanho que Outlander está tomando. E sou uma das rendidas por ele. São poucos escritores que vejo com essa habilidade, e quando achamos um que tem esse potencial e nos agrada, acaba que nos rendemos.

O desenvolvimento com vários acontecimentos que culminam em algumas situações está presente em todas as folhas. É um calhamaço que tem como ponto fundamental entender e guardar todas as informações dadas. Novamente repito: temos um contexto histórico — e que não é de grande importância no nosso país — enorme e que vai precisar de total atenção porque tem desdobramentos importantíssimos através deles. Não é aconselhado a série a alguém que não está acostumado a essa mistura e principalmente quem nunca leu ou não gosta de eventos dentro de eventos. É um romance que exige paciência para os fatos do início ao fim.



E o final? Esse eu afirmo que estou até agora sem palavras, querendo pegar a próxima obra. No momento, infelizmente, não dá por falta de tempo, e as páginas finais é de deixar qualquer um com queixo caído. Formamos mil teorias do que pode acontecer daqui para frente, mil teorias do porquê daquilo ter acontecido, mil teorias de que lá vem sofrimento pela frente. Não aconselho ler Libélula sem ter o terceiro.

Na parte física, ainda não sei o que pensar dessas capas. Não as acho nem um pouco atrativas — e prefiro as versões da Rocco — entretanto já estamos em um volume da série que é quase impossível fazer a mudança das mesmas. A revisão e diagramação estão impecáveis, não achei mesmo nenhum erro aparente e temos vários pontos de vistas ocasionados da mistura cronológica de tempo. Basicamente temos narração da Claire e Roger em terceira pessoa.

" — Eu sei — disse ele serenamente. — Eu realmente sei, querida. Deixe que eu lhe diga em seu sono o quanto eu a amo. Porque as palavras que lhe digo quando está acordada são sempre as mesmas, não são suficientes. Enquanto você dormir em meus braços, posso dizer-lhe coisas que soariam tolas e loucas e seus sonhos entenderão a verdade delas. Volte a dormir, mo duinne." pág. 854

Estou bem animada e com expectativas para o próximo, que é a primeira parte de O Resgate no Mar. Como falei, não posso realizar no momento pelos motivos citados e segundo porque me falta comprar a II parte. Além disso não gosto de realizar a leitura de parte I e parte II sem ter os dois volumes. Aliás vai um pequeno desabafo o quanto se tornou caro os livros de Outlander por pura e simples causa da série. É decepcionante e desanimador não encontrá-los por menos de 50 reais, o que não é nada barato. Enfim, vamos ver como ficará esse andamento de leitura. Espero que tenham gostado.

E vocês, já leram Outlander? Ficaram curiosos? Ou conhecem a série? Deixa nos comentários!

34 comentários :

  1. Já assisti alguns episódios da série, porém, quando vejo o tamanho dos livros, confesso que fico um pouco desanimada. Mas quem sabe um dia?
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  2. Olá! Infelizmente não tive oportunidade ainda de ler ou assistir nenhum episódio de Outlander, mas gosto de acompanhar o que o pessoal anda dizendo sobre. Sou apaixonada por história e a ambientação proporcionada por essa série parece ser das melhores. E sua clara paixão pela escrita da autora é contagiante, não via uma resenha tão estimulante há um bom tempo, parabéns!!! Bjoooo
    www.blogpapelpapel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Que resenha maravilhosa sem spolier e deixando uma vontade louca pra ler esse livro, acho que o preço veio junto com o sucesso do livro. Parabéns pelo blog desejo muito sucesso bjs

    ResponderExcluir
  4. Oiii Ana, tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse querida, Outlander nunca me agradou, mas amei ler a sua resenha que ficou incrível.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Oi Carol ♥
    Eu conheço os livros e a série, mas nunca li. Vi apenas alguns capítulos da série, mas acabei parando. Parabéns pela resenha, me pareceu bem completa e ainda sem spoilers.

    Beijos!
    Paulinha C.
    naoleia.com

    ResponderExcluir
  6. Olá!!
    Adorei sua resenha!! Não imaginava que o segundo livro de Outlander fosse tão extenso! Só ouço/leio elogios a respeito desse romance e estou muito curiosa para lê-lo! Parece ser uma daquelas histórias para terminar de ler e já começar tudo de novo *___*

    ResponderExcluir
  7. Nunca li nada da série, mas sempre vejo ótimas críticas a respeito. Muito bom saber que um livro de quase 1000 páginas não é cansativo, isso me empolgou ainda mais. Dica anotada. bjs

    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Sério que você não gosta das capas da Arqueiro? Eu as acho lindas! Em relação ao enredo, estes dois primeiros volumes são bem tensos, lembro que fiquei com o coração na mão. Um série ótima e apaixonante.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  9. Ooi
    Que bom que gostou do livro! Realmente a autora deve arrasar muito. QUASE MIL PÁGINAS! Meu Deus! Tem que ser muito bom...
    Tenho vontade de ler a série, ou pelo menos assistir. Algum dos dois, para conhecer essa historia que tantos elogiam. :) Parabéns pela leitura e pela resenha!

    ResponderExcluir
  10. Oi.
    Essa foi uma das melhores leituras que fiz da Arqueiro, inclusive, gosto mais do livro que da série, infelizmente, ainda não li a série toda por questão de tempo.

    ResponderExcluir
  11. Olá tudo bem?
    Eu fico encantada com esses livros da série Outlander e juro que tenho vontade de ler, mas basta ver a quantidade de páginas que eu logo desisto e penso em assistir a série. Fico imensamente feliz em saber que você gostou da série, lendo a resenha só me fez perceber o que eu estou perdendo tempo em adiar assistir a série ou ler o livro.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  12. Olá tudo bem?
    Não sabia que outlander tinha livro é uma das séries que pretendo começar a assistir agora também quero ler essa série.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Eu não vi a série e nem li o livro. A série ta lá esperando uma chance... mas a gente tem tanta coisa pra ler, ver hahahahahaha

    Bjos

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?
    Eu assisti a primeira temporada da serie e me apaixonei.
    Ainda não tive a oportunidade de ler as obras, mas espero ler em breve, pois é uma história que chama a atenção e fascina. Curiosa sobre essa continuação, amei a resenha. Beijos

    ResponderExcluir
  15. Preciso começar a ler essa série urgentemente, a cada resenha que eu leio fico mais e mais curiosa... Além disso ainda tem a série... Amei a sua resenha!!!

    ResponderExcluir
  16. Oie,
    Confesso que as capas da coleção Outlander também não me atraem. Não sei porque mas sempre confundo Outlander com Obsidiana (sei que as histórias não tem nada a ver), mas acho as duas capas meio feinhas e o nome complicado me confunde.
    Eu tinha um certo preconceito com essa série, mas à medida que vou lendo resenhas sobre os livros estou conseguindo desmistificar isso. Ainda não me convenci a ler, mas achei a sua resenha ótima!
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  17. Olá
    Confesso que não tinha muita vontade de ler essa série, não gosto muito dessa coisa de viagem no tempo e a confusão que isso fera, mas com o tempo fui simpatizando com muitas coisas, sabe como é É Escócia, e melhor a Escócia medieval, agora só falta o folego, por que os livros são bem grandinhos

    ResponderExcluir
  18. Morro de vontade de ler Outlander. As enxurradas de elogios contribuem pra isso, claro. Preciso encaixa-lo logo nas minhas leituras futuras.
    Bjsss

    ResponderExcluir
  19. Oi, Carol
    Outlander se tornou uma das minha séries favoritas ano passado e isso se explicar pelo cuidado que a Diana teve em criar todo o enredo que envolve o nosso querido casal sexy e proibido: Jamie e Claire.
    É uma riqueza de detalhes da época que me vi transportado para a época citada. Me senti como um enfermeiro de antigamente ao tentar curar os feridos com remédios naturais.
    Depois de concluir o primeiro calhamaço prometi a mim mesmo não ver resenhas dos outros livros da série e nem a série de tv mas vejo que falhei ao ler a sua resenha. kkkk
    Mas fico feliz em poder saber que a Diana não vai me decepcionar nesse segundo livro é fico até mais animado para saber sobre essa guerra como pano de fundo da história, como vai ficar o romance entre Claire e Jaime e que diabos é essa cronologia adiantada de 20 ANOS????
    Parabéns pela resenha, Carol. Gostei de não levar spoiler. Agradeço o cuidado. ^^
    Bjs

    ResponderExcluir
  20. Olá,

    As pessoas estão sempre elogiando essa série, mas cadê a coragem para encarar esses camalhaços? Até tenho curiosidade, mas não estou muito na vibe no momento, mesmo sabendo que é uma leitura sem igual. Por não ter lido os livros, ainda não assisti a série, e acho que minha curiosidade em relação a série será motivadora na hora de ler os livros. Gostei muito de saber sua opinião sobre o livro.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Oi, Carool
    Essa autora é mesmo bem queridinha, né? Eu sou doida para começar a ler Outlander, mas ainda nem comecei.
    Gosto de livros com detalhes assim e com um teor histórico.
    Você leu bem rápido o livro então, mais de 1.000 páginas às vezes desanima as pessoas. Eu não desanimaria se a história é boa kkk

    Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  22. Menina, devo dizer que admiro sua coragem.
    Quando vejo os livros de uma série longa e que os livros são enormes, eu já meio que perco o interesse. Quando são duologia ou livro único eu até encaro, mas as vezes não rola.
    Achei muito legal sua resenha.
    Essa série está na minha lista para conhecer, mas na versão série de TV.
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Oi Carol!
    Até que enfim encontro numa resenha todos os motivos que ainda não me levaram a encarar essa série heheheheh. Sim, também achei os livros bem caros e como não tenho o hábito de ver televisão agora sei o devido porque deste absurdo de preço. É. Um livro de quase mil páginas e com eventos históricos intercalados é um desafio e tanto e apesar de amar histórias com acontecimentos históricos como pano de fundo é necessário uma certa calmaria em nossas vidas para poder desfrutar de tudo que a obra oferece e não se perder no caminho. Parabéns pela resenha. Bjus

    ResponderExcluir
  24. Oi!!
    Essa série está conquistando os leitores, eu não tenho coragem de ler, essas tramas que envolvem viagem no tempo e romance histórico não chamam a minha atenção.
    Tenho vontade de assistir a série.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  25. Oie
    eu nunca tive muita curiosidade pelo livro pois não é um gênero que me atrai muito e ando fugindo muito de séries por ter muitas da minha estante que ainda nem dei inicio mas bela dica

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Olá,morro de curiosidade tanto nos livros quanto na série, sua resenha está maravilhosa, instigante e animada! Quero com certeza conferir essa série que deve ser emocionante, bjs

    ResponderExcluir
  27. Oi Carol.

    Eu tenho apenas o primeiro livro da série e achei emocionante demais. Lendo a sua resenha eu fiquei desejando ter este livro, mas ainda preciso adquirir os anteriores. Também prefiro as capas das versões da Rocco, mas não encontra mais.

    Bjos

    ResponderExcluir
  28. Olá, tudo bem?

    Eu acho as capas dessa série bem legais, confesso que nunca assisti a série televisiva ou li os livros, meio interesse pelos livros é razoável, algo que possa esperar. Sua resenha ficou muito boa, está de parabéns!
    Bjs

    ResponderExcluir
  29. Oie! Outlander ta na lista de livros que eu nunca vou ler hahaha sério, adoro a historia mas nao tenho paciencia pros livros, só vejo a série mesmo hahaa tipo game of thrones tb kkkkkkkk mas a historia é maraaaa! bjos
    Jordana

    ResponderExcluir
  30. Olá!
    Tenho vontade de ler essa saga, pra poder assistir a série. Gosto de filmes medievais, com ação e fantasia. Acredito que me divertirá.
    Um dia compro os livros e mergulho na série, um dia...
    Abs
    Nizete
    Cia do leitor

    ResponderExcluir
  31. Oi tudo bem? Confesso que não li sua resenha 100% por medo de spoilers, mas fico feliz que vc tenha gostado do livro e criado boas expectativas para o próximo. Uma pena os livros terem encarecido :/ Pretendo começar a ler a série no mês que vem!

    ResponderExcluir
  32. Oi Carool, sua linda, tudo bem?
    Eu sempre fico impressionada, pois essa série tem muitos livros e todos com muitas páginas e a criatividade dessa autora não se esgota e conseguir manter a tensão, os mistérios e intrigas em todos os livros não é para qualquer um. Não vejo a hora de ler. Sua resenha ficou ótima.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. Oi, Carol!
    Eu amo essa série! Li os três primeiros livros, mas acabei dando uma pausa porque os livros são enormes, ainda quero continuar. A história é incrível e a autora é maravilhosa. Gosto muito da série de TV também! :)

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  34. Olá!
    Sempre tive vontade de ler essa séria, mas o número de páginas me assustam e eu tenho tantos outros para ler que acabo achando que essa leitura vai me atrasar com as outras. Mas um dia eu supero esse medo e me jogo nessa história.
    Adorei a resenha.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir