3 de ago de 2017

[Resenha] Desejos do Destino

Livro: Desejos do Destino #5
Série: Homens Marcados
Autora: Jay Crownover
Editora: V&R
Páginas: 324
Gênero: Romance/Erótico
Nota: 5/5
Rowdy St. James é uma paisagem que todas as mulheres gostam de admirar. Seus olhos azuis, seu topete loiro quase sempre perfeito e as obras de arte gravadas em seu corpo arrancam roupas e suspiros. Quem vê o tatuador old school sempre tão charmoso e confiante com as garotas que leva para cama, nem imagina a desilusão que ele teve com seu primeiro amor. Salem Cruz fugiu de casa aos 18 anos, deixando sua irmã e o melhor amigo para trás. Ela sempre quis ser livre e passou anos mudando de cidade. Os caminhos de sua vida cigana a levaram para Denver e também ao encontro da única lembrança que preenchia o vazio de sua alma. Quando o destino resolve colocar essa mulher novamente na vida do tatuador, todo o passado dele vem à tona: as irmãs Cruz partindo seu solitário coração de diferentes formas. Há muita tensão e dúvidas entre eles, além de um amor adolescente. Rowdy até tenta se afastar de Salem, mas sente um enorme desejo de agarrá-la e nunca mais deixá-la partir.

A cada novo volume que leio de Homens Marcados, mais um favorito vai surgindo. É difícil você não se encantar por essa "família" cheia de personalidade que aos poucos vai tendo suas vidas entrando nos eixos. Rowdy desde os livros antecessores vinha mostrando que teria uma história fofa, mas também cheia de drama. Em Desejos do Destino além das duas situações, encontraremos uma power girl sem igual que irá fazer seu passado vir à tona. Já recomendei vocês lerem a série!?

Rowdy James foi parar em Denver com o intuito de enterrar de vez suas atitudes passadas. Sendo órfão e por ter morado com várias famílias adotivas sem apego a ninguém, quando Phill acolheu-lhe, enfim sentiu que tinha uma família. Porém toda sua paz, sua fachada bem formada está prestes a desmoronar já que a nova contratada do estúdio em Ba-Tro é nada menos que Salem Cruz, uma mulher que fez parte da sua adolescência e o abandonou assim como todos que amou fizeram.



Quando Salem recebeu a ligação do Nash oferecendo-a um novo emprego em nome de Phill, tinha tudo para recusar. Indo bem em um relacionamento em Las Vegas e tendo um emprego bom, ela verá suas ideias mudarem quando visita o site dos Homens Marcados: ali tem nada menos que a foto da sua paixão desde a adolescência. Forçada a fugir da sua casa no Texas por causa dos pais e suas regras autoritárias, teve que abandonar as duas pessoas que mais ama na vida: sua irmã e Rowdan. Sempre se mudando, não tendo lugar fixo e nunca se sentido completa, desta vez ela irá atrás do que seu coração quer, e ele quer esse texano com tatuagens intermináveis pelo corpo. Será capaz do passado não interferir nessa relação? E o que houve entre sua irmã e o tatuador para tudo ter terminado tão mal?

Não pensava nem nos melhores sonhos que o enredo do nosso loiro do grupo fosse deste jeito. As suspeitas de um passado turbulento vão desde os primeiros volumes, entretanto algumas informações e explicações aqui é de deixar o queixo caído. A autora soube muito bem explorar todos os dramas possíveis dentro do universo criado, e principalmente dar veracidade a eles. Já falei e repito, que é impossível você não ser cativada por cada membro deste grupo nada tradicional.

"A verdade é que o estúdio e mesmo o Rule e o Nash tinham sorte de ter encontrado a Salem. Mas eu... Bom, eu sempre achei que só vou dar azar nesta vida. Perdi minha mãe. Perdi Salem. Perdi meu primeiro amor. Tudo isso antes de ter idade para beber legalmente. O azar é meu velho conhecido." pág. 54

Rowdy vem demonstrando sua personalidade calma, que ao mesmo tempo guarda uma tempestade, desde o início. Desmembrar ele não era tão necessário já que conhecíamos de alguma forma, contudo foi certeiro trazer a desestabilização dele por uma mulher que é fogo ardente. Salem é destemida, seduzente, decidida e principalmente corajosa. Largar tudo com apenas um objetivo, que pode não dar certo, tendo tudo a perder não é para qualquer um. Sendo dois anos mais velha que nosso protagonista, ela que irá tomar a iniciativa de tudo, o que confesso que adorei.

A medida que vemos o desenvolvimento ser exposto e temos ideia de como tudo começou, cada vez mais percebemos que os dois foram feitos um para o outro. E quando percebemos e é colocado os empecilhos que podem separá-los de vez, ai é que temos mais certeza que eles terão que dar certo. Confesso que tenho uma enorme queda por histórias de amor que são construídas gradativamente com o tempo — quando crianças, adolescência até a idade adulta — e a maior diferenciação de outros romances para este é justamente na forma como foi elaborado esse amor. Ele é mais baseado no querer que seu amado cresça fazendo aquilo que gosta, aquilo que quer, ou seja, que se mostre ao mundo, do que aquele sentimento que surge só querendo o bem.



Sinto que a Jay Crownover está cada vez mais sendo crua e bem aberta nas cenas eróticas, me impressionando que mesmo assim iremos perceber a diferenciação entre cada protagonista presente. Não só no quesito piercings e tattoos — em que cada qual vemos uma característica peculiar — e sim também na forma que o sexo se desenrola e acontece. Pode-se perceber uma preocupação em torno disso, o que acho bem positivo na trama de forma geral. Parece que será a mesma coisa em todas as narrativas só que os toques especiais fazem com que se tornem únicos a cada novo volume.

Além de tudo, tenho que elogiar novamente a criação de um pano de fundo louvável. Com algumas dicas do casal que será formado no sucessor — Riscos da Paixão — temos um drama a parte com a presença da irmã da Salem. Isso traz um toque a mais de drama, reviravoltas, além de dar uma pausa no romance como plano principal do enredo. Bem direcionada e com foco no que quer passar, temos um conjunto de páginas bem compactado e completo. Vai ser bem difícil ser cansar pelo meio da leitura.

"Percebi que o que importa é aonde cheguei, e não onde estive, porque, enquanto o Rowdy estiver aqui, independentemente do que acontecer, é a seu lado que vou estar." pág. 217

Na parte física é que talvez venha uma grande decepção: entre o clichê da capa original e a clichê brasileira, prefiro mil vezes a original que pelo menos retrata bem os personagens — ou no caso o físico do Rowdy. A brasileira bate sim em algumas característica todavia ainda acho que falta algo. A diagramação e revisão não possuem nada que precise reclamar, e temos novamente a presença da playlist que está sendo uma mão na roda em conhecer novas bandas além de me conectar mais com as cenas. A narrativa é outro ponto que elogio muito pois é alternado nos pontos de vistas dos dois principais.

Percebem que serei eternamente suspeita ao falar desse mundo né!? Então corre para ler porque é imperdível e ótimo de passar o tempo. Acredito que a série não é reconhecida como deveria, por isso conheçam! E ai, faria parte das suas leituras? Já conhecia a história? Deixa nos comentários!

25 comentários :

  1. Oi Carool!
    Uma coisa: eu quero só ver que treta vai dar com o encontro de Rowdy e Salem! Isso tem tudo pra dar uma boa história hahah
    Interessei pelo fato do protagonista ser tatuador e old school! Imagina que beleza!
    Não conheço os outros livros da série, mas acho que posso dar um chance se tiver oportunidade.
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Oie, tudo bem?

    Estou louca pelos livros dessa autora, preciso comprar urgente!!! Sua resenha só me despertou mais o interesse nele! Preciso.

    E suas fotos ficaram lindas, parabéns ♥ Depois que ler volto aqui para conversar, pq não conheço muitas pessoas que leram esse livro, e você já deu para perceber que ama ! kkk

    beijos.

    ResponderExcluir
  3. Olá linda,

    Eu li um romance recentemente e julgava pela capa que fosse erótico...ao finalizar fiquei beeeem triste, porque queria intensidade haha e esse parece ser maravilhoso e já me conquistou.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Não li ainda nenhum livro dessa série mas tenho bastante vontade pois o enredo um tanto quanto clichê me é bastante atrativo por ser, de acordo com as avaliações que já vi por aí, um clichê bem feito. Gosto muito desse tipo de história e fiquei encantada com os personagens desse volume.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi! Poxa, dessa vez vou passar a dica, a história não me atraiu tanto... quem sabe em um outro momento.

    bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. É ótimo quando somos apaixonados por uma série ou livro. Falamos com prazer dela. Eu não comecei a série, mas sua empolgação me contagiou e vou anotar a dica.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Não conhecia a obra, mas depois de ler a sua resenha fiquei bastante curiosa para ler! Obrigada pela dica, vou adicionar à minha lista de leituras!
    beijos

    a-lilianaraquel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi, Carol!
    Já li o primeiro dessa série e adorei! Espero ler os outros em breve.
    Adoro livros com pegadas, então acho maravilhoso que a autora tenha um cuidado nas cenas mais quentes, assim torna o livro único mesmo.
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Eu amo essa série, preciso comprar os físicos pra poder reler.
    Sem dúvidas essa é uma série que nos envolve do início ao fim.
    Adorei sua resenha!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  10. Oiee, tudo bem? Que bom que gostou tanto do livro e continua amando a série! Eu gosto de romances, mas essa eu não conhecia! Realmente não é muito comentada, mas parece ser ótima, pelo que li aqui, e já estou com vontade de ler :D Ótima resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Não conhecia a autora nem seus trabalhos, mas pela sua resenha acredito que vá me agradar bastante, sendo assim já anotei na lista para ler futuramente.

    Beijos e Sucesso!

    ResponderExcluir
  12. Oi. não conhecia a série, ao menos, não recordo. Concordo com você, a capa é clichê, diria que tosca, poderiam ter melhorado isso. Sobre o livro, gostei quando você falou de o amor do casal ser diferente, achei legal essa abordagem.

    ResponderExcluir
  13. Oi! Nunca havia ouvido falar nessa série, mas acho que sei por quê: não é bem o meu tipo de leitura. Evito ao máximo romances, ainda mais os com apelo erótico. Não gosto muito de ler sobre esse tipo de temática... Vou passar a dica dessa vez.

    ;*

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?
    Não conhecia esse livro e nem a série, sua resenha me deixou muito curiosa com o enredo da história, preciso ler. Rs.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Olá! Tudo bom?
    Não conheço o livro nem a série, mas me pareceu bem interessante, embora esse tipo de romance não seja o meu gênero favorito.
    Beijos, Joyce de Freitas.

    ResponderExcluir
  16. Heeeey! Tudo bem?
    Nunca li nada dessa autora, mas depois de ler sua opinião fiquei mega curiosa.
    Não sou muito fã de romance com erotismo, mas vou abrir uma exceção e ler esta série.

    Ameeeeeei as fotos.

    Dica anotada.

    Beijos e até a próxima.

    ResponderExcluir
  17. Eu não conhecia esses livros! Amei a resenha e adorei, adoro tramas assim, me envolvem bastante e me cativam! Agora farei o que? Irei adicionar mais esses na minha lista hahaha

    ResponderExcluir
  18. Carol, não conhecia o livro e nem a série, mas achei a premissa bem interessante.
    É o tipo de livro que costumo amar, já fiquei bem curiosa em ler. ^^

    ResponderExcluir
  19. Oie! Quero muito essa série de livros e os marcadores de páginas que você tem todos, uma invejinha batendo aqui! kkkk
    Já li muitas resenhas positivas sobre essas obras, e são todas tão encantadoras que espero em breve poder realizar a leitura delas!

    Bjss

    ResponderExcluir
  20. Olá! Amei as suas fotos! A resenha está impecável e fiquei animada pela leitura! Adoro romances hots com esses toques interessantes de drama e um bom enredo! Sobre a capa, é uma pena que não tenham mantido, no Brasil, a original. Vou procurar a série para ler, já que você a indicou tanto e se trata de um dos meus estilos favoritos!
    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Olá Carol, tudo bem?

    Pelo que pude entender, essa série é bem parecida com a da Abbi Glines, que vai mostrar a vida de cada personagem que aparece, enredando um no outro. Gosto de livros assim, mas não sei se estou preparada para ler mais mil livros dessa forma, hahaha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Oiii. Como assim não conhecia essa série Homens Marcados? Me encantei pelo Rowdy e tenho certeza que vou gostar dos outros tbm. Já vou dar uma busca para ver os valores da coleção.
    Bjs

    ResponderExcluir
  23. meu deus como eu não conhecia essa série???? como???? eu li essa sinpse e já estou doida com ele, sua resenha me fez correr na saraiva e comprar!!!! vou começar por ele mesmo, será que tem problema? to ansiosa para começar minha leitura

    ResponderExcluir
  24. Olá, não conhecia a obra e embora sua resenha tenha ficado ótima, esse não é bem meu estilo de livro. Vou indicar para umas amigas que certamente gostarão.

    Abraços

    ResponderExcluir
  25. gosto de fazer leituras que possuam playlist, justamente por me sentir conectada aos personagens e história...mas no caso dessa obra em especifico, nao me empolguei com a premissa,talvez por já não curtir o gênero... a capa já não me atrai a atenção também... mas que bom que vc tá gostando da série...
    bjs :D

    ResponderExcluir