22 de nov de 2017

[Resenha] Senhor das Sombras

em 22 de nov de 2017

15 comentários
Livro: Senhor das Sombras #2
Série: Os Artifícios das Trevas
Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Páginas: 602
Gênero: Fantasia / Juvenil
Nota: ⭐⭐⭐⭐
A ensolarada Los Angeles pode ser um lugar sombrio na continuação de Dama da Meia -Noite, de Cassandra Clare. Emma Carstairs finalmente conseguiu vingar a morte dos pais e pensou que com isso estaria em paz. Mas se tem uma coisa que ela não encontrou foi tranquilidade. Dividida entre o amor que sente pelo seu parabatai Julian e a vontade de protegê-lo das graves consequências que um relacionamento entre os dois pode trazer, ela começa a namorar Mark Blackthorn, irmão de Julian. Mark, por sua vez, passou os últimos cinco anos preso no Reino das Fadas e não sabe se um dia voltará a ser o Caçador de Sombras que já foi. Como se não bastasse, as cortes das fadas estão em polvorosa. O Rei Unseelie está farto da Paz Fria e decidido a não mais ceder às exigências dos Nephlim. Presos entre as exigências das fadas e as leis da Clave, Emma, Julian e Mark devem encontrar um modo de proteger tudo aquilo que mais amam — juntos e antes que seja tarde.

Quer um livro destruidor de corações? Conheça a série Artifícios das Trevas, e principalmente, Senhor das Sombras. Acho que este desenvolvimento+final não somente destrói seus sentimentos, ele te deixa querendo o próximo o mais rápido possível. Certeza que é uma das melhores criações de personagens da autora.

Após a morte de um importante nome da trilogia, demônios marinhos estão cada vez mais emergindo nas orlas e nos locais onde os humanos vivem. Com a missão de protegê-los, e descobrir o que está causando essa repentina aparição de vários demônios, a família Blackthorn adicionados de Emma e Cristina terão que discernir os motivos maiores que explicam esta confusão. Resultado: terão que ir atrás do Volume Negro dos Mortos — um livro de magia negra com grande poder. Tendo várias situações acontecendo ao mesmo tempo, e a família dividida em cada missão, — lidando também com um grupo intitulado Tropa, Caçadores de Sombras que pedem o fim da Paz Fria para subjugar o pessoal do Submundo — eles verão que algumas coisas propostas são arriscadas demais. Até onde a família Blackthorn irá para salvar os seus? O que aconteceu em relação o amor não parabatai de Julian e Emma? Quem virá a ser o Senhor das Sombras?


Confesso que este enredo me pegou mais de surpresa do que imaginava. Um livro transitório da introdução para o final da história é sempre complicado, cheio de altos e baixos, e Senhor das Sombras não foi diferente. Temos um início lento, chato, que demora a chegar no seu ponto principal e sei que justificado pelo tempo de lançamento de um para o outro, nos ambientar novamente no universo criado é fundamental. Contudo pecamos pelo excesso. Depois que ultrapassamos a intitulada parte 1, começamos a entender o motivo principal, engrenando o que pode acarretar na narrativa e fazendo com que a história ganhe um novo tom.

Uma das grandes escolhas acertadas, e que mostra o leque de bons personagens que temos, foi os outros integrantes da família Blackthorn ganhando vozes e ações. E não somente eles. Temos os adicionais do Kit, um menino que descobrimos sua origem em Dama da Meia-Noite, a Cristina aparecendo mais por causa do seu envolvimento com o Mark que automaticamente também levará à primeiro plano o Kieran. É um volume de vários "sub-enredos" dentro de um principal funcionando perfeitamente. Teremos a visão de tudo que acontece simultaneamente de uma tal maneira, que a cada virada de página ou mudança de cena você só fica mais ansioso para saber o que vem.

"— Você acha que anjos são suaves — disse Julian. — São tudo, menos isso. Eles trazem justiça com sangue e fogo celestial. Se vingam com punhos e ferro. A glória é tanta que queimaria seus olhos se você olhasse para ela. É uma glória fria e brutal." pág. 200

A quantidade de informações é grande, entretanto distribuídas de forma correta. Teremos várias pontas soltas que deve fazer mais sentido no último volume e é o que se espera de uma trilogia. Senhor das Sombras iniciou devagar, ganhando mais ritmo no meio das páginas e chegou no final abrupto demais, o que gera um dos pontos mais fracos da obra. Tudo é deixado para as últimas 10 folhas, e se amplifica tão velozmente que é uma avalanche de ideias e eventos. É um final arrebatador, não posso negar, que chorei demasiadamente e até não poder mais, de forma que mexeu bastante comigo. Deixa vários caminhos, vários bifurcações do que podemos esperar, além de um questionamento de como iremos reverter ou não o que foi colocado.

E isso é uma das piores ou melhores, dependendo do ponto vista, condições deixadas para imaginar qual passo seguinte. Tenho várias teorias, várias opiniões do que a ação final acarreta, deixando expectativas do que esperar do sucessor. É uma mistura de elementos que vai do o romance até a tragédia, eletrizante que não decepciona. Me apaixonei, me apeguei, desapeguei, shippei, enjoei, voltei à gostar, decepcionei, me surpreendi, revirei os olhos e muito mais. Mostra um caleidoscópio de emoções característico das obras da Cassandra Clare, que nós leitores esperamos um final feliz para todos — o que não acontece faz tempos nos Caçadores de Sombras rs. 


Para quem se pergunta do par romântico principal, ele dará uma "avançada" na sua construção mesmo que não seja o enfoque principal. Momentos oportunos ele irá ganhar força no entanto, temos vários pontos a serem discutidos além desse. No somatório ele não terá tanto ímpeto e gosto deste não destaque. Teremos relapsos do que esse amor proibido pode gerar, o que já está gerando e como está evoluindo. Repito: não é o plano principal no momento. Tenho interesse no que este casal vem se tornando e o que esta paixão pode acarretar. Provavelmente é um componente importantíssimo nos eventos que sucederão e como estas escolhas podem modificar o mundo.

Outra coisa a ressaltar é a diversidade sexual presente, e maravilhosamente descrita. Vamos ter um leque de identificação, escolhas pessoais antes não vista em nenhum livro das Crônicas dos Caçadores de Sombras. É uma melhoria e tanto de escrita, pois nada parece jogado ou que demonstre falta de pesquisa. Aliás um dos momentos mais memoráveis é justamente quando se dá a voz à uma personagem que descobriremos ser transsexual. Foi bacana essa inclusão.

"Diamantes podiam ser ofuscantes em sua beleza, mas também eram as pedras mais duras e afiadas do universo. Podiam cortar ou triturar, esmagar e fatiar você. Malcolm, enlouquecido de amor, não tinha pensado nisso. Mas Julian não conseguia pensar em outra coisa." pág. 355

De uma forma geral é um exemplar favoritado, tal cheio de ressalvas e acontecimentos que não foram do meu agrado — sabendo que é para o andamento da série. Te deixa com um sensação de quero mais que não para até ter o próximo em mãos. Espero que tenhamos uma evolução e respostas para perguntas não respondidas. Aliás não posso deixar de citar, a volta de antigos protagonistas conhecidos pelos leitores e que terão seus destinos incertos. Sim, não basta bagunçar a vida do novo elenco que protagoniza Artifícios das Trevas, tem que mexer nos finais "felizes" daqueles que tiveram seu ciclo encerrado — quando aviso que Cassandra brinca com seu coração, é porque ela brinca. Duas situações soltas específicas te deixam sem ar pelo que prosseguirá. É angustiante!

Na parte física, a capa é maravilhosa, representativa e se encaixa com o conteúdo, assim como todos os apresentados anteriormente da trilogia. Tivemos uma leve "adaptação" da palavra Lord traduzido para Senhor que não alterou tanto o significado, só que não faria mal traduzir para o "corretamente". A minha edição é de colecionador então contém o brilho metalizado das capas desta edição, além de uma parte interna cheia de runas tanto na frente quanto atrás. Apesar do preço salgado para tê-la, no conjunto valeu a pena por esses pequenos diferenciais e por na pré-venda vir com brinde que foi um deck de cartas dos personagens do universo Shadowhunter. Na revisão alguns erros bobos, que no geral não afeta tanto, e a diagramação é a "padrão" da editora.


Acho que por esta enorme resenha é meio óbvio que preciso do próximo. Quando soltaram a capa de Queens of Air and Darkness — o finalizador de Artifícios das Trevas e sem tradução de título — ainda estava terminando este. Quando vi quem representava a capa e o título, imaginei a bomba que faria aquilo acontecer. Dito e feito. Pena que terei que esperar 1 ano para saber mais. Vamos torcer para passar rápido. Desculpem as longas palavras. Era necessário. Espero que tenham gostado!

E vocês, conhecem Artifícios das Trevas? Já leram algo da Cassandra Clare? Deixa nos comentários! 

Resenhas anteriores:
Dama da Meia-Noite #1

15 comentários :

  1. Oii tudo bem??
    Que demais essa resenha menina, fiquei bem feliz de saber a sua opinião, eu não sou muito chegada a escrita da Cassandra, mas achei linda demais essa edição.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Por mais fantástico que suas estórias são eu não consigo me interessar pelos livros da Cassandra, talvez seja porque eu nunca li nenhum, então preciso fazer isso um dia desses e ver se gosto ou não gosto.
    Parabéns pela edição de colecionador, está lindona.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Adorei as fotos e saber o que você achou dessa obra. Não sou muito chegada em fantasia, mas fico feliz que tenha gostado.

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  4. Lembro que li um livro escrito pela Cassandra Clare há bastante tempo e acho que gostei bastante. Reconheço que é uma boa representante desse gênero, apesar de não ser o meu preferido. Boa sorte com o blog!

    ResponderExcluir
  5. Eu adoro ler essas resenhas grandonas daqui do Leituras Diárias, sou apaixonada pelo modo como você escreve as resenhas e tudo mais, acho uma graça e super bem explicadas. Eu ainda preciso conhecer a escrita da Cassandra, ESSA mulher arrasa nos livros e os fãs são muitos. Eu gosto bastante de ler essas histórias grandes e mais explicadas e executadas, provavelmente vou gostar de ler esses livros da autora, principalmente O Senhor das Sombras, que tem uma capa linda de bis.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Embora eu ñ tenha lido nenhum livro da Cassandra, a sua resenha me deixou curiosa para essa série, em específico. Só ñ sei se conseguirei acompanhar tudo, talvez eu leia desde o começo.
    Bjs!
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Gosto muito da escrita da Cassandra. Acho que ela sabe mesclar os elementos para deixar a trama bem envolvente.
    Ainda não li todos os livros de Shadowhunters mas quero muito fazê-lo.
    Dica anotada!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Ultimamente estou muito afim de ler os livros da autora, porém preciso ter bastante tempo, porque vá que eu goste e queira ler tudo dela, né.... hahaha. Adorei tua resenha e só aumentou minha curiosidade!

    Beijos,
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oieee ❤
    Nunca li nada da Cassandra, acredita? Preciso mudar isso! Conheço pessoas que são apaixonadas pelos livros dela, então tenho uma certa curiosidade em ler. Eu adorei sua resenha, saber sobre sua opinião desse livro. Espero conseguir ler qualquer dia!
    Bjos, Bia! ❤

    ResponderExcluir
  10. Oi, Carol! Você não faz ideia do quão curiosa eu estou para ler essa trilogia, mas eu estou tentando me segurar para não começar a ler Dama da meia-noite haha, porque eu também quero esperar o terceiro chegar aqui no Brasil. Essa espera me mata, mas a Cassandra Clare tem uma escrita tão incrível que no final vale muito a pena a demora. Adorei a sua resenha, confesso que fiquei com medo de você dar algum spoiler haha. E essas edições estão cada vez mais lindas, bjss!

    ResponderExcluir
  11. Oi Carol

    Acredita que eu parei Caçadores de Sombras na terceira parte? E até hoje tenho pendente essa trilogia e também As peças infernais. Essas são leituras que espero fazer até o ano que vem. 2017 já não dá mas vamos ver se até a publicação do terceiro desse eu já me coloquei em dia...

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Ola, eu nessecito de ler Dama da meia noite eu amo os instrumentos mortais e estou muito curiosa para ler esse livro principalmente por ter os personagem de Tmi

    ResponderExcluir
  13. Sim, você realmente precisa do próximo volume. Eu confesso que acabei perdendo um pouco do interesse nesta série, mas que bom que está gostando.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  14. Oi.
    Eu amo essa capa, ficou show, é uma pena que não tive uma boa experiência com a autora no passado, temtei mais de 2 vezes ler cidade dos ossos e não rolou mesmo, então desisti de vez. Mas gostei muito da sua resenha, ficou perfeita, muito bem escrita.

    ResponderExcluir
  15. Acredita que nunca li nada dessa autora? Mas só escuto elogios, principalmente desses livros. Lendo sua resenha, fiquei bem curiosa. Parece ser um livro bem complexo, cheio de história e muito bem elaborado. Por enquanto não tenho interesse em ler a série, mas quem sabe mais adiante, não é? Um beijo e muito sucesso com o blog. Até a próxima!

    ResponderExcluir

Olá! Colocar um comentário me deixaria muito feliz pois saber sua opinião é essencial para o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre :)

TOPO