18 de jul de 2018

[Indicação Por Gênero] Sobrenatural

em 18 de jul de 2018

1 comentário

Para classificar um livro como sobrenatural, na minha opinião ele precisa se interligar a existência de seres/pessoas/criaturas não reais como anjos, demônios, lobisomens, bruxas ou algo deste tipo. Por muitos acharem ser uma subdivisão do gênero fantasia, e de fato não deixa de ser, faço a separação deste gêneros pois muitos outros acabam por se encaixar em outro gêneros, fazendo o Sobrenatural ser bem amplo. Com isso, das postagens de indicações está será a que mais terá variedade de subgêneros como romance, fantasia, jovem adulto entre outros. Vamos ver quais foram?!

16 de jul de 2018

[Resenha] Bruto e Apaixonado

em 16 de jul de 2018

14 comentários
Livro: Bruto e Apaixonado #1
Série: Irmãos Lancaster
Autora: Janice Diniz
Editora: Harlequin
Páginas: 256
Gênero: Romance / Erótico
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Mário Lancaster e Natália Esteves parecem não ter nada a ver um com o outro: ele é um ex-peão de rodeio e ela, uma empresária sofisticada de uma metrópole. Ela deve demitir funcionários da maior fábrica local, e ele é o responsável por convencê-la a mudar de ideia.  Eles estão em lados opostos, mas a química entre os dois é impossível de ignorar. Bruto e Apaixonado é o primeiro volume da série Irmãos Lancaster e uma história irresistível de amor, superação, sedução e, claro, caubóis atraentes e possessivos.


Conhecer a escrita da Janice Diniz e seu livro Bruto e Apaixonado foi uma ótima escolha. Com as editoras valorizando cada vez mais os autores nacionais, o primeiro livro dos Irmãos Lancaster conquista logo nas primeiras páginas, nos permitindo entrar numa história viciante. 

13 de jul de 2018

[Resenha] Filha das Trevas

em 13 de jul de 2018

4 comentários
Livro: Filha das Trevas #1
Série: Saga da Conquistadora
Autora: Kiersten White
Editora: Plataforma 21
Páginas: 471
Gênero: Fantasia Histórica
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Lada Dragwlya e o irmão mais novo, Radu, foram arrancados de seu lar em Valáquia e abandonados pelo pai – o famigerado Vlad Dracul – para crescer na corte otomana. Desde então, Lada aprendeu que a chave para a sobrevivência é não seguir as regras. E, com uma espada invisível ameaçando os irmãos a cada passo, eles são obrigados a agir como peças de um jogo: a mesma linhagem que os torna nobres também os torna alvo. Lada despreza os otomanos. Em silêncio, planeja o retorno a Valáquia para reclamar aquilo que é seu. Radu, por outro lado, quer apenas se sentir seguro, seja onde for. E quando eles conhecem Mehmed, o audacioso e solitário filho do sultão, Radu acredita ter encontrado uma amizade verdadeira – e Lada vislumbra alguém que, por fim, parece merecedor de sua devoção. Mas Mehmed é herdeiro do mesmo império contra o qual Lada jurou vingança – e que Radu tomou como lar. Juntos, Lada, Radu e Mehmed formam um tóxico e inebriante triângulo que tensiona ao limite os laços do amor e da lealdade.

Fugindo do que esperamos e encontramos em grande quantidade no mercado dos livros de fantasia, Filha das Trevas me surpreende de forma positiva, deixando um tempero de que vem algo ainda melhor pela frente. Bem curiosa com o que podemos esperar da Saga A Conquistadora.

11 de jul de 2018

[Resenha] Uma Noiva Para Winterborne

em 11 de jul de 2018

17 comentários
Livro: Uma Noiva Para Winterborne #2
Série: Os Ravenels
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Páginas: 327
Gênero: Romance de Época
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐💗
Rhys Winterborne conquistou uma fortuna incalculável graças a sua ambição ferrenha. Filho de comerciante, ele se acostumou a conseguir exatamente o que quer - nos negócios e em tudo mais. No momento em que conhece a tímida aristocrata lady Helen Ravenel, decide que ela será sua. Se for preciso macular a honra dela para garantir que se case com ele, melhor ainda. Apesar de sua inocência, a sedução perseverante de Rhys desperta em Helen uma intensa e mútua paixão. Só que Rhys tem muitos inimigos que conspiram contra os dois. Além disso, Helen guarda um segredo sombrio que poderá separá-los para sempre. Os riscos ao amor deles são inimagináveis, mas a recompensa é uma vida inteira de felicidade. Com uma trama recheada de diálogos bem-humorados e cenas sensuais e românticas, Uma Noiva Para Winterborne é o segundo volume da coleção Os Ravenels.

Se já tinha me apaixonado pela família Ravenel no volume anterior, em Uma Noiva Para Winterborne fiquei mais encantada ainda. Com protagonistas que queria muito me aprofundar, a história deixa a série em alta e com muitos leitores tendo um enorme carinho por Helen e Rhys.

9 de jul de 2018

[O Que Eu Li] Junho

em 9 de jul de 2018

11 comentários
Junho teve os 30 dias bem atarefados com a faculdade, mas até que me surpreendi e consegui manter um bom ritmo de leitura. Com o total de 6 livros + 4 mangás lidos, tivemos um mês recheado de romances, principalmente de época. Vamos conferir quais foram os livros ?!

6 de jul de 2018

[TAG 50%] Balanço do 1° semestre de 2018

em 6 de jul de 2018

13 comentários
Créditos de imagem: Literatura Estrangeira

Mais uma vez respondendo a TAG dos 50% (2017 também respondi aqui), ela nos traz um balanço das leituras realizadas no primeiro semestre de cada ano. Sem delongas, afinal é grande, vamos conferir quais foram minhas respostas?!


4 de jul de 2018

[Resenha] Um Sedutor Sem Coração

em 4 de jul de 2018

13 comentários
Livro: Um Sedutor Sem Coração #1
Série: Os Ravenels
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Páginas: 320
Gênero: Romance de Época
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Devon Ravenel, o libertino mais maliciosamente charmoso de Londres, acabou de herdar um condado. Só que a nova posição de poder traz muitas responsabilidades indesejadas – e algumas surpresas. A propriedade está afundada em dívidas e as três inocentes irmãs mais novas do antigo conde ainda estão ocupando a casa. Junto com elas vive Kathleen, a bela e jovem viúva, dona de uma inteligência e uma determinação que só se comparam às do próprio Devon. Assim que o conhece, Kathleen percebe que não deve confiar em um cafajeste como ele. Mas a ardente atração que logo nasce entre os dois é impossível de negar. Ao perceber que está sucumbindo à sedução habilmente orquestrada por Devon, ela se vê diante de um dilema: será que deve entregar o coração ao homem mais perigoso que já conheceu? Um sedutor sem coração inaugura a coleção Os Ravenels com uma narrativa elegante, romântica e voluptuosa que fará você prender o fôlego até o final.

Depois de uma sequência de livros medianos de romances de época, tinha-se um bom tempo que não me apaixonava tanto por uma família como aconteceu com Os Ravenels. Começou-se com pé direito a coleção que certamente terá maravilhosos capítulos pela frente.

2 de jul de 2018

[Resenha] Um Planeta em seu Giro Veloz

em 2 de jul de 2018

16 comentários
Livro: Um Planeta em Seu Giro Veloz #3
Série: Uma Dobro no Tempo
Autora: Madeleine L'Engle
Editora: HarperCollins Brasil
Páginas: 272
Gênero: Fantasia / Ficção Científica
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Um unicórnio, um menino e o vento, juntos em uma só velocidade!  Quando Charles Wallace Murry, agora com quinze anos, grita em desespero a invocação de uma antiga runa para afastar a escuridão, uma criatura radiante aparece. É Gaudior, unicórnio e viajante do tempo. Charles Wallace e Gaudior devem viajar até o passado através dos ventos do tempo e tentar encontrar um Pode-Ter-Sido, um momento do passado em que todos os eventos que se seguiram até o presente podem ser mudados, e o futuro da Terra – esse pequeno planeta em seu giro veloz – pode ser salvo.


Continuação a série Uma Dobra no Tempo, Um Planeta em seu Giro Veloz surpreende por trazer um enredo interligado e ao mesmo tempo distante do primeiro e segundo volume. Com os protagonistas em idades diferentes do encontrado antes, seremos impactados por mais um capítulo desta história fantástica que nos cativa do início ao fim.

29 de jun de 2018

[Indicação Por Gênero] Fantasia

em 29 de jun de 2018

1 comentário

Literatura fantástica é um gênero literário em que narrativas ficcionais estão centradas em elementos não existentes ou não reconhecidos na realidade, pela ciência dos tempos em que a obra foi escrita. É aplicável a um objeto como a literatura, pois o universo da literatura, por mais que se tente aproximá-la do real, está limitado ao fantasioso e ao ficcional. Todo texto fantástico tem elementos inverossímeis, imaginários, distantes da realidade dos homens. O gênero pode ser subdivido em alta fantasia, baixa fantasia, fantasia urbana, fantasia científica, fantasia sobrenatural ou outros modos de classificação. Fonte: Wikipedia 

Aqui nos atentaremos a questão dos objetos não existentes, fantasiosos tendo uma pequena subdivisão em fantasia sobrenatural.


27 de jun de 2018

[Resenha] Dez Formas de Fazer um Coração Se Derreter

em 27 de jun de 2018

8 comentários
Livro: Dez Formas de Fazer um Coração Se Derreter #2
Série: Os Números do Amor
Autora: Sarah Maclean
Editora: Arqueiro
Páginas: 352
Gênero: Romance de Época
Nota: ⭐⭐⭐
Isabel Townsend não é exatamente o que se espera da filha de um conde. Apesar de ter a pele delicada e de saber se portar como uma dama quando necessário, a jovem também monta a cavalo, conserta telhados, administra a propriedade e cria o irmão caçula desde que a mãe faleceu – tudo isso sem despertar a menor suspeita de que não há um homem sequer para cuidar de sua família. Para o pai dela, que só queria se divertir e gastar dinheiro em jogatinas, pouco importava o que ela fizesse. Porém, quando ele morre, Isabel se vê sem recursos e precisa defender os direitos do irmão, ameaçados pela chegada iminente de um tutor. Assim, não lhe resta saída senão vender sua coleção de estátuas de mármore, o único bem que herdou. Para sorte sua, um especialista em antiguidades acaba de chegar ao condado. Inteligente e sensual, lorde Nicholas St. John é um solteiro convicto que deixou Londres para se livrar das jovens que passaram a persegui-lo desde que foi eleito um dos melhores partidos da cidade. Em poucos dias, fica claro para Nick que Isabel é a mulher mais obstinada e misteriosa – além da mais interessante – que já cruzou seu caminho. Ao mesmo tempo, ao conhecê-lo melhor, a independente Isabel percebe que há homens em que vale a pena confiar. Enquanto eles põem de lado suas antigas convicções, seus corações se abrem para dar uma chance ao amor.

Livros de romances de época que alongam-se mais do que deveriam, perdem um pouco da essência e ficam cansativos. Nicholas é meu personagem favorito da trilogia Os Números do Amor, e por isso criei muitas expectativas para a sua história. Elas foram atendidas, no entanto Sarah se estendeu demais em algo que poderia ser dinâmico.

25 de jun de 2018

[Resenha] As Filhas da Noiva

em 25 de jun de 2018

20 comentários
Livro: As Filhas da Noiva
Autora: Susan Mallery
Editora: Harlequin
Páginas: 352
Gênero: Chick-lit
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Courtney Watson é a irmã desajustada da família. Ela pode não ter uma vida tão organizada quanto a das irmãs, mas ela é excelente em uma coisa: guardar segredos. Inclusive sobre seu caso flamejante com um produtor musical.  Planejar o casamento da própria mãe traz sua vida secreta à tona, mudando completamente a imagem que sua família tinha de Courtney para sempre. Quando o namorado de Siena, a irmã rebelde, a pede em casamento bem na frente de sua mãe e suas irmãs, é uma completa surpresa para ela. Siena já passou por dois noivados fracassados e desfeitos. Como ela pode aceitar se ela nem tem certeza que é isso que ela ainda quer?  Rachel é a cínica da família. Ela acreditava que o amor duraria para sempre. Até o seu divórcio. Enquanto o dia do casamento de sua mãe se aproxima, seu ex passa a implorar por uma segunda chance, e ela é forçada a reconhecer algumas verdades incômodas sobre os motivos pelos quais seu casamento não deu certo. Rachel precisa decidir se ela vai deixar o orgulho ficar no caminho do seu felizes para sempre.


Susan Mallery tem uma escrita fácil de acompanhar, logo As Filhas da Noiva é um livro de romance que mistura comédia, drama e paixão na medida certa. Li ele de maneira muito rápida e fiquei curiosa em conhecer outros obras da autora. Uma ótima escolha para aquele fim de tarde que traz um enredo leve e que encanta.

21 de jun de 2018

[TAG] E Os Bridgertons Viveram Felizes Para Sempre

em 21 de jun de 2018

8 comentários

Bato palmas para quem teve essa ideia criativa de unir duas coisas que adoro: romances de época e responder TAG. Criado pelo blog Silêncio Contagiante, a TAG "E Os Bridgertons Viveram Felizes Para Sempre", como próprio nome já diz, é para responder com os livros da série da autora Julia Quinn. Grande percussor do boom que o gênero teve, acharam que não iria responder?! Vamos conhecer então!


19 de jun de 2018

[Resenha] O Segredo do Conde

em 19 de jun de 2018

8 comentários
Livro: O Segredo do Conde #2
Série: Os Sedutores de Havisham
Autora: Lorraine Heath
Editora: Gutenberg
Páginas: 284
Gênero: Romance de Época
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐ 💗
Numa noite de verão, Edward Alcott cede à tentação e beija Lady Julia Kenney em um jardim escuro. No entanto, a paixão que ela agita dentro dele, deve ser deixada nas sombras, isto porque ela ama seu irmão gêmeo, o Conde de Greyling. Mas quando a tragédia ataca, para honrar o voto que ele faz ao seu irmão moribundo, Edward deve fingir ser Greyling até a condessa entregar seu bebê.  Depois que seu marido retorna de uma estada de dois meses, Julia o encontra mudado. Mais ousado, mais atrevido e mais perverso, mesmo que ele limite seus encontros para beijos. A cada dia que passa, ela se apaixona mais profundamente. Para Edward, as brumas do desejo provocadas naquela noite há muito tempo são rapidamente reavivadas. Ele anseia ser o marido dela de verdade. Mas se ela descobrir sua artimanha, ela o desprezará - e a lei inglesa o impede de se casar com a viúva de seu irmão. No entanto, ele deve se atrever a arriscar tudo e revelar seus segredos se ele realmente deve levar tudo.

Não é surpresa para quem leu a resenha de Codinome Lady V o quanto Lorraine Heath me conquistou na história. E em O Segredo do Conde não foi diferente. Com um personagem que ansiava conhecer melhor, e que agora posso afirmar ser meu favorito, o enredo é encantador. Mas não se engane: não agrada todos os públicos.

18 de jun de 2018

[Bienal do Livro 2018] Autores Confirmados

em 18 de jun de 2018

9 comentários

Quem está fazendo contagem regressiva para a Bienal do Livro 2018!? Este ano ocorrendo em São Paulo, vários nomes maravilhosos já foram anunciados! E para não deixar ninguém perdido, traremos os que foram confirmados até agora. Lembrando que os ingressos já estão a venda. Não percam (;


8 de jun de 2018

[O Que Eu Li] Maio

em 8 de jun de 2018

Comente aqui

Vamos falar das Leituras de Maio? Produtivo, até certo ponto, consegui realizar o total de 9 leituras. Um bom número — e na margem do meu melhor ritmo — fiquei feliz pela quantidade e a qualidade que estiveram presente. Algumas decepções aqui e ali, mas no geral foram ótimas histórias. Vamos conferir a pequena pilha?!


6 de jun de 2018

[Resenha] O Dueto Sombrio

em 6 de jun de 2018

14 comentários
Livro: O Dueto Sombrio #2 
Série: Monstros da Violência
Autora: Victoria Schwab
Editora: Seguinte
Páginas: 448
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐
Na sequência final de A Melodia Feroz, Kate Harker precisa voltar para Veracidade e se unir ao sunai August Flynn para enfrentar um ser que se alimenta do caos.  Kate Harker não tem medo do escuro. Ela é uma caçadora de monstros — e muito boa nisso. August Flynn é um monstro que tinha medo de nunca se tornar humano, mas agora sabe que não pode escapar do seu destino. Como um sunai, ele tem uma missão — e vai cumprir seu papel, não importam as consequências. Quase seis meses depois de Kate e August se conhecerem, a guerra entre monstros e humanos continua — e os monstros estão ganhando. Em Veracidade, August transformou-se no líder que nunca quis ser; em Prosperidade, Kate se tornou uma assassina de monstros implacável. Quando uma nova criatura surge — uma que força suas vítimas a cometer atos violentos —, Kate precisa voltar para sua antiga casa, e lá encontra um cenário pior do que esperava. Agora, ela vai ter de encarar um monstro que acreditava estar morto, um garoto que costumava conhecer muito bem, e o demônio que vive dentro de si mesma.

Uma das resenhas mais difíceis que escrevi na vida. O Dueto Sombrio me deixou com sentimentos conflitantes. Apesar de ter amado a história — e achar o enredo único — falhas grandes e pequenas me deixam com um sentimento de que não foi algo tão bom quanto esperava. Se me perguntarem "Vale a pena ler a duologia?!" respondo que sim por que tem uma ambientação única, a escrita é ótima, mas não crie altas expectativas.

4 de jun de 2018

[TAG] Deus me Livre, Mas Quem Me Dera

em 4 de jun de 2018

13 comentários
Quem fica procurando TAG no booktuber para responder?! Eu mesma! Criada pelo canal Geek Freak, não perdi a oportunidade de responder unindo duas coisas que adoro: livros e memes! Deus Me Livre, Mas Quem Me Dera é uma expressão usada quando tem algo que te traz vergonha alheia mas no fundo ama ou quando é algo que não agrada do grande público mas você gosta. Me baseando mais na segunda definição, trouxe alguns livros "polêmicos". Vamos ver quais foram minhas respostas?!


1 de jun de 2018

[Resenha] A Melodia Feroz

em 1 de jun de 2018

17 comentários
Livro: A Melodia Feroz #1
Série: Monstros da Violência
Autora: Victoria Schwab
Editora: Seguinte
Páginas: 384
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐⭐❤️
Kate Harker e August Flynn vivem em lados opostos de uma cidade dividida entre Norte e Sul, onde a violência começou a gerar monstros de verdade. Eles são filhos dos líderes desses territórios inimigos, e seus objetivos não poderiam ser mais diferentes. Kate sonha em ser tão cruel e impiedosa quanto o pai, que deixa os monstros livres e vende proteção aos humanos. August também quer ser como seu pai: um homem bondoso que defende os inocentes. O problema é que ele é um dos monstros, capaz de roubar a alma das vítimas com apenas uma nota musical. Quando Kate volta à cidade depois de um longo período, August recebe a missão de ficar de olho nela, disfarçado de um garoto comum. Não vai ser fácil para ele esconder sua verdadeira identidade, ainda mais quando uma revolução entre os monstros está prestes a eclodir, obrigando os dois a se unirem para conseguir sobreviver.

Depois de duas séries da autora, enfim acredito que encontrei o enredo que mais me identifico. A Melodia Feroz foi um livro que comecei sem muitas expectativas — vim de uma leitura mediana da Victoria Schwab — e quando me toquei, estava me maravilhando com a história. Sempre ouvi muitos elogios, e agora pude comprovar que é realmente o melhor dela!

30 de mai de 2018

[Resenha] Rebelde/Um Mundo Novo

em 30 de mai de 2018

25 comentários
Livro: Rebelde / Um Mundo Novo #6
Série: Coleção MacGregor
Autora: Nora Roberts
Editora: Harlequin Books
Páginas: 320
Gênero: Romances de Época
Nota: 4/5
No século XVIII, uma época em que combates sangrentos eram travados em nome da honra, as mulheres MacGregor passaram por muitas dificuldades para defender sua família. Em meio a tudo isso, duas integrantes do clã se destacam. Serena MacGregor acaba se envolvendo com um suposto inimigo, o inglês Brigham Langston. Encontrar dentro de si o que será necessário para viver esse amor exigirá muita coragem... mas isso é algo que Serena tem de sobra.  Anos depois, o jovem soldado Ian MacGregor se vê à beira da morte e acaba encontrando Alanna Flynn, que além de salvar sua vida o ensinará que, às vezes, as maiores batalhas que enfrentamos são aquelas que ocorrem em nossos corações. Em Rebelde e Um mundo novo, Nora Roberts nos encanta com o passado da família MacGregor, mostrando que, independentemente dos lados no campo de batalha, quando se trata de amor ele sempre vencerá.

Fiquei feliz quando descobri que Rebelde/Um Mundo Novo iria retratar a história dos MacGregors sendo um romance de época. E melhor ainda, seria um romance de época de escoceses. Com dois subgêneros favoritos, não poderia ser para menos que eles me encantariam. Duas histórias semelhantes e que interligam-se de modo fenomenal.

28 de mai de 2018

[Resenha] Mil Beijos de Garoto

em 28 de mai de 2018

27 comentários
Livro: Mil Beijos de Garoto
Autora: Tillie Cole
Editora: Outro Planeta
Páginas: 400
Gênero: YA / Romance
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐💗
Um beijo dura um instante. Mas mil beijos podem durar uma vida inteira. Um garoto. Uma garota. Um vínculo que é definido num momento e se prolonga por uma década. Um vínculo que nem o tempo nem a distância podem romper. Um vínculo que vai durar para sempre. Ao menos era o que eles imaginavam. Quando, aos dezessete anos, Rune Kristiansen retorna da Noruega para o lugar onde passou a infância – a cidade americana de Blossom Grove, na Geórgia –, ele só tem uma coisa em mente: reencontrar Poppy Litchfield, a garota que era sua cara-metade e que tinha prometido esperar fielmente por seu retorno. E ele quer descobrir por que, nos dois anos em que esteve fora, ela o deletou de sua vida sem dar nenhuma explicação.

Mil Beijos de Garoto é um livro que qualquer leitor apaixonado por romance não coloca defeitos. É realmente impactante, toca e emociona trazendo uma lição excepcional. Tillie Cole era uma autora que sempre ouvia elogios da sua escrita, e pude comprovar o quanto ela é incrível.

26 de mai de 2018

[Resenha] Fahrenheit 451

em 26 de mai de 2018

7 comentários
Livro: Fahrenheit 451
Autor: Ray Bradbury
Editora: Folha de S.Paulo
Gênero: Distopia
Páginas: 168
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Queimar livros foi um recurso usado em tempos sombrios, como o da Santa Inquisição e o do nazismo, para eliminar ideias resistentes à crença sanitária no pensamento único. No mundo futuro concebido por Ray Bradbury (1920-2012) em Fahrenheit 451, ler tornou-se um ato subversivo e os que insistem em ter pequenas bibliotecas às escondidas podem virar cinzas junto com seus volumes. O devaneio, a poesia, a filosofia e a ficção foram extintos porque não se admite perder tempo com algo que, em vez de puro entretenimento, ofereça inquietação e angústia. Como toda ficção científica, essa distopia publicada em 1953 emite os sinais negativos da época em que foi escrita. Mas, se a redução das ideias ao binarismo, o desprezo ao intelectual, o fluxo de informações num nível inassimilável e a suspeita de qualquer sinal de melancolia já eram considerados fatores de risco em meados do século passado, nossa civilização anestésica fez do futurismo de Bradbury um gênero bem mais próximo do realismo.

Um dos maiores desafios da minha vida literária é me instigar a ler clássicos durante o ano. E motivada por um dos desafios da Maratona Literária de Outono, enfim tirei da estante Fahrenheit 451. Surpreendida positivamente com o conteúdo, é um tipo de distopia que nos faz pensar como seria o mundo sem o conhecimento, sem livros?!

23 de mai de 2018

[Resenha] Um Encontro de Sombras

em 23 de mai de 2018

13 comentários
Livro: Um Encontro de Sombras #2
Série: Tons de Magia
Autora: V. E. Schwab
Editora: Grupo Editorial Record
Páginas: 560
Gênero: Fantasia
Nota: 3.5/5
Kell e Lila estão de volta nesta sequência de Um Tom Mais Escuro de Magia. Quatro meses se passaram desde que a pedra sombria caíra nas mãos de Kell. Quatro meses desde que seu caminho cruzara com o de Delilah Bard. Quatro meses desde que Rhy fora ferido, que os gêmeos Dane foram derrotados e que a pedra fora enviada com o corpo moribundo de Holland, pelo portal, de volta para a Londres Preta. Em diversos aspectos, as coisas quase voltaram ao normal, apesar de Rhy ficar mais tempo sóbrio e de Kell estar sempre assolado pela própria culpa. Inquieto e tendo desistido dos contrabandos, Kell é frequentemente visitado por sonhos sobre acontecimentos mágicos de mau agouro, acordando apenas para pensar em Lila, que desapareceu no píer como sempre desejara fazer. Conforme a Londres Vermelha finaliza as preparações para os Jogos Elementais (uma competição de magia internacional e extravagante com o intuito de entreter e manter saudáveis os laços entre os países vizinhos), certo navio pirata se aproxima, trazendo velhos amigos de volta ao porto da capital. Mas, enquanto a Londres Vermelha está absorta em bajulações e nas emoções dos Jogos, outra Londres está gradualmente voltando à vida, e aqueles que se pensava estarem perdidos para sempre retornaram. Afinal, uma sombra que se esvai no meio da noite reaparece pela manhã, e tudo indica que a Londres Preta se ergueu novamente. Sendo assim, para manter o equilíbrio da magia, outra Londres deve perecer.

Um Encontro de Sombras é aquele tipo de livro que agrada um público específico de leitores de fantasia. Trazendo um desenvolvimento e introdução de uma nova aventura, nele não existe ação ou situações eletrizantes. É o começo de algo maior que virá no terceiro e último volume da trilogia.

21 de mai de 2018

[Séries] Séries para Finalizar em 2018

em 21 de mai de 2018

6 comentários

Como qualquer outro leitor, principalmente aqueles que gostam de séries, sempre teremos um considerável número de sagas para acabar. O mercado literário sempre lança mais e mais, e atualmente os autores entraram na onde de "quanto mais melhor". A partir disso resolvi montar uma lista de séries que pretendo terminar esse ano — vamos botar fé haha — como meta. Todos os citados já estão na minha estante, então é só criar coragem para ler. Vamos ver quais são?!

18 de mai de 2018

[TAG] Twilighter Booktag

em 18 de mai de 2018

11 comentários

Olha mais uma TAG aparecendo por aqui gente! Criada pela Beatriz Paludetto, ela trouxe de volta a nostalgia que foi a época em que tivemos o boom de Crepúsculo. Eu como grande fã — sim não nego minhas origens e ainda me considero como uma — não poderia deixar de respondê-la. Então vamos entrar nesse túnel do tempo?! Afinal, mesmo que não tenha gostado, conhece e sabe do estou que foi.


16 de mai de 2018

[Resenha] Sangue por Sangue

em 16 de mai de 2018

14 comentários
Livro: Sangue por Sangue #2
Série: Lobo por Lobo
Autora: Ryan Graudin
Editora: Seguinte
Páginas: 472
Gênero: Fantasia
Nota: 5/5
Para o Terceiro Reich, a Segunda Guerra Mundial pode ter acabado, mas para a resistência a luta está apenas começando. Yael é sobrevivente de um campo de extermínio e tem uma habilidade especial é uma metamorfa, capaz de mudar a aparência física e assumir a forma de qualquer pessoa. Ela também é uma garota em fuga o mundo acabou de vê-la atirar e matar Adolf Hitler. Yael é a inimiga número 1 da Germânia e de seus aliados, e vai precisar se infiltrar no território inimigo mais uma vez se não quiser pagar com o seu próprio sangue. Em meio a segredos sombrios acompanhados por verdades obscuras, apenas uma pergunta paira na mente de todos do grupo de Yael o quão longe você iria por aqueles que você ama.
*possível spoilers do primeiro volume SOMENTE no resumo. Pular para o TERCEIRO parágrafo.

O que ansiava se cumpriu: Sangue por Sangue realmente é um livro que detém toda a ação e leva boa parte, se não toda, as indicações para a leitura da duologia Lobo por Lobo. Contando uma história de enredo único e diferente, é uma recomendação para aqueles que querem fantasias além do comum.

14 de mai de 2018

[TBR] Maratona Literária de Outono 2018

em 14 de mai de 2018

14 comentários
Quem no meio da faculdade vai querer participar de uma Maratona Literária?! Isso mesmo, eu! Com o Geek Freak adiantando, teremos em 2018 a Maratona Literária de Outono. De 19 de Maio à 2 de Junho, 2 semanas e com o tema "Sorte", os desafios para cada participante é "personalizado" já que para saber, tem que rodar uma roleta online. Todas as informações gerais e detalhes é só conferir no vídeo do Geek Freak, link.





Com 2 semanas pela frente, resolvi tentar ser um pouco real — até porque tendo atividades da universidade fica complicado querer fazer uma estimativa maior — e com isso optei por tentar ler 6 livros, logo sorteei 6 desafios. Vamos ver quais foram?!


11 de mai de 2018

[Resenha] Trono de Vidro, Império de Tempestades

em 11 de mai de 2018

12 comentários
Livro: Trono de Vidro, Império de Tempestades #5
Série: Trono de Vidro
Autora: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Páginas: Tomo I (363 pág.); Tomo II (320 pág.)
Gênero: Fantasia
Nota: 5/5
Antes de serem traídos pelo atual rei, os Galathynius reinaram em Terrasen por séculos. E agora Aelin deseja recuperar a coroa e voltar a seu trono de direito... Mas o caminho até lá é longo e sinuoso. Amigos serão perdidos, lealdades serão quebradas e alianças inesperadas surgirão. Com a vida e poder jurados ao povo que está determinada a salvar, a antiga assassina, conhecida como Celaena Sardothien, colocará a própria segurança em risco para proteger os seus. Mas a única salvação está numa relíquia enterrada nas ruínas de um velho pântano.

Se antes eu não imaginava que existiria algum modo da Sarah J. Maas melhorar a história do terceiro e quarto volume, Trono de Vidro Império de Tempestades desbanca o que pensava. Sobrepujar e ainda deixar um rastro de teorias do que pode vir a acontecer é fenomenal. Arrasada até agora!

9 de mai de 2018

[Resenha] Mais Que Amigos

em 9 de mai de 2018

13 comentários
Livro: Mais Que Amigos #1
Série: Love Unexpectedly
Autora: Lauren Layne
Editora: Paralela
Páginas: 222
Gênero: Jovem Adulto / Erótico
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Será que vale a pena arriscar uma grande amizade em troca de um amor inesquecível? Aos vinte e dois anos, a jovem Parker Blanton leva a vida que sempre sonhou. Tem um namorado inteligente e responsável, um emprego promissor e a companhia de seu melhor amigo, Ben Olsen, com quem divide um lindo apartamento.  Parker e Ben são tão grudados que muita gente duvida que eles morem sob o mesmo teto sem nunca ter vivido um caso, mas eles não se importam com o que as pessoas pensam. Sabem que não foram feitos um para o outro — pelo menos não para se envolver.  Por isso, quando um acontecimento inesperado faz com que Parker se veja sem namorado e com o coração partido, ela sabe que pode contar com Ben para ajudá-la a sacudir a poeira e partir para outra. Afinal, ninguém seria mais ideal do que seu melhor amigo para lhe mostrar os prazeres da vida de solteiro… certo? Mais que amigos é uma comédia romântica irresistível!

Uma leitura que não esperava muito coisa, e apesar de ser um romance com elementos bem conhecidos, me surpreendi e gostei bastante da história. Curto — menos de 250 páginas — e fluido, coloca Lauren Layne no mercado brasileiro em alta. Quero conhecer outras obras dela.

7 de mai de 2018

[Resenha] Os Segredos dos Olhos de Lady Clare

em 7 de mai de 2018

22 comentários
Livro: Os Segredos dos Olhos de Lady Clare #2
Série: Os Cavaleiros de Champagne
Autora: Carol Townend
Editora: Harlequin Books
Páginas: 256 
Gênero: Romance Medieval
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Enquanto investiga a causa do aumento de bandidos em Troyes, sir Arthur Ferrer encontra a misteriosa Clare, uma possível filha ilegítima do conde de Fontaine, da Bretanha. Ele então percebe que ela pode ser a chave para a sua própria salvação. A honra exige que Arthur a leve até o pai para que possa ser reconhecida, mas o desejo prefere que ela fique em seus braços. Será possível conciliar honra e desejo? A autora Carol Townend mais uma vez convida as leitoras para uma viagem inesquecível de volta a condados, cortes e reinos e às incríveis histórias de amor entre nobres da (nem tão) alta sociedade da época.

Com um longo tempo sem ler romance medieval, Os Segredos dos Olhos de Lady Clare veio no momento ideal. Sendo meu primeiro contato com a Carol Townend, saio com a sensação que realizei a leitura de algo prazeroso e que deixa expectativas para o restante da série — além de conhecer mais a escrita da autora.

4 de mai de 2018

[O Que Eu Li] Abril

em 4 de mai de 2018

12 comentários

Quem também teve um mês bem agitado no quesito leituras?! Feliz pela quantidade e qualidade presentes em Abril, terminei os 30 dias com o total de 8 livros lidos + 3 mangás. Não é de longe um dos melhores de ritmos de leitura — em um bom andamento chego a 10,11 livros — no entanto por conta da faculdade, considero um bom rendimento. Vamos conhecer quais foram os livros então?!


2 de mai de 2018

Livros Quase Abandonados

em 2 de mai de 2018

16 comentários
Fazer essa postagem surgiu de um momento em que admirando minha estante, notei que eu possuía um número considerável de livros que li, no entanto quase abandonei. Sabe aquele livro que vocês começam a leitura pela primeira vez e não funciona, mas quando retornado no momento certo flui e torna-se uma leitura prazerosa?! Eu tenho a mania de persistir com certas histórias pois noto que ela tem potencial e não foi adequada na situação inicial. Alguns desisto logo de cara já outros tento uma primeira vez — algumas até três vezes — e em algum momento acaba deslanchando. Então vamos conhecer quais livros fizeram essa postagem surgir?!

30 de abr de 2018

[Resenha] Cretino Abusado

em 30 de abr de 2018

16 comentários
Livro: Cretino Abusado #1
Série: Cocky Bastard
Autoras: Penelope Ward e Vi Keeland
Editora: Essência
Páginas: 272
Gênero: Romance/Erótico
Nota: ⭐⭐⭐
Após ser traída pelo ex-namorado – chefe da firma de advocacia em que trabalhava – Aubrey decide que precisa de um recomeço. Deixa tudo para trás e aceita um emprego em uma startup na Califórnia, Estados Unidos, e parte em uma viagem de carro que mudará toda a sua vida. Em uma parada na estrada, Aubrey conhece Chance, um homem atraente que viajava de moto. Com o corpo perfeito e sotaque australiano, o ex-jogador de futebol era bem convencido e arrogante. Quando sua moto quebra, Chance precisa da ajuda de Aubrey. Ele promete levá-la em segurança até seu destino em troca de uma carona, e os dois decidem seguir viagem juntos. Aubrey está traumatizada após seu último relacionamento, mas sente uma atração incontrolável por aquele cretino abusado. Apesar da ligação cada vez mais forte entre os dois, Chance guarda um segredo que poderá separá-los para sempre.

Cretino Abusado possuía todos os elementos para ser um ótimo romance, mas do meio do enredo até final as coisas começaram a desandar. Seguindo caminhos que não são do meu agrado no gênero, ele decaiu em qualidade e deixou uma impressão ruim. Não é algo que leria novamente apesar de amar uma das autoras.

27 de abr de 2018

[Resenha] Leis da Tentação

em 27 de abr de 2018

9 comentários
Livro: Leis da Tentação #2
Série: Saints of Denver
Autora: Jay Crownover
Editora: V&R
Páginas: 432
Gênero: Jovem Adulto/Erótico
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐
Avett é a clássica “filhinha de papai”. Sempre teve tudo o que quis. Mesmo assim, abandonou a faculdade e o emprego, ficando totalmente sem grana. E, como se não bastasse, ela se apaixonou pelo cara errado, o que resultou no seu envolvimento em um assalto e numa fuga de traficantes perigosos. A única coisa que restou à moça de cabelo rosa, enfim, foi o uniforme de presidiária. Em uma sala na penitenciária, Avett está frente a frente pela primeira vez com Quaid Jackson, um competente e charmoso advogado criminalista. Recém-divorciado, ele aceita o caso como um grande desafio. Mas precisa ser profissional o bastante para não ser convencido por sua cliente a afrouxar a gravata. Nada nessa relação segue um protocolo. Avett e Quaid são aparentemente opostos, mas o correr dos dias só prova o contrário. Feridos pelo passado, os dois só têm um ao outro e, à medida que a troca de confidencias íntimas se intensifica, o amor surge de maneira avassaladora. Leis da tentação é uma narrativa quente, que pode ser vivida sem julgamentos ou punições.

Considerando como um dos melhores enredos da série Saints of Denver, Jay Crownover arrasa em uma história que te toca, consome e maravilha. Já sou rendida por tudo que a autora escreve, porém Leis da Tentação tem aquele "tcham" fascinador.


25 de abr de 2018

[Resenha] Lobo por Lobo

em 25 de abr de 2018

9 comentários
Livro: Lobo por Lobo #1
Série: Lobo por Lobo
Autora: Ryan Graudin
Editora: Seguinte
Páginas: 360
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐
O Eixo ganhou a Segunda Guerra Mundial, e a Alemanha e o Japão estão no comando. Para comemorar a Grande Vitória, todo ano eles organizam o Tour do Eixo: uma corrida de motocicletas através das antigas Europa e Ásia. O vencedor, além de fama e dinheiro, ganha um encontro com o recluso Adolf Hitler durante o Baile da Vitória. Yael é uma adolescente que fugiu de um campo de concentração, e os cinco lobos tatuados em seu braço são um lembrete das pessoas queridas que perdeu. Agora ela faz parte da resistência e tem uma missão: ganhar a corrida e matar Hitler. Mas será que Yael terá o sangue frio necessário para permanecer fiel à missão?

Mesmo após 5 dias da leitura realizada, não sei definir meus sentimentos sobre Lobo por Lobo. Era uma obra que esperei bastante tempo para adquirir — me interessei desde o lançamento em 2016 — que concretizada, não foi algo ruim mas que também não se encaixa como excelente. A autora tem mais o que dar e explorar.

23 de abr de 2018

[Resenha] Uma Mentira Perfeita

em 23 de abr de 2018

26 comentários
Livro: Uma Mentira Perfeita
Autora: Lisa Scottoline
Editora: HarperCollins Brasil
Páginas: 400
Gênero: Thriller 
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Chris Brennan acaba de se mudar para Central Valley, na Pensilvânia. Ele veio atrás de um emprego como professor substituto e treinador de beisebol na escola de ensino médio local, com um currículo impecável e boas maneiras que só um bom homem poderia ter. Mas tudo sobre ele é uma mentira. Seu nome é um pseudônimo, seu currículo é falso. E ele veio para a cidade com um plano, que a princípio é perfeito – e para cumpri-lo, precisa ficar de olho no time de beisebol. Encontrar o que precisa para cumprir seus planos não deve ser tarefa difícil, e Chris foca sua busca em três meninos cujas vidas (e as de suas mães) giram em torno do time: Raz Sematov, o arremessador, um menino geralmente alegre e bem humorado que acabou de perder o pai; Evan Kostis, que é rico, mimado e problemático além de ser a sensação do time, e Jordan Larking, o novato, um garoto tímido e reservado. Encantador e repleto de suspense, A mentira perfeita é um incrível thriller emocional, uma história criminal suburbana que prende os leitores até o final, com reviravoltas impressionantes e personagens que você não esquecerá facilmente.

Para meu primeiro thriller — exatamente, não sou de ler o gênero — saio feliz com o que encontrei. Cheio de reviravoltas do início ao fim, a leitura fluiu muito bem, além de deixar aguçada a curiosidade com o que sucederia. Questionando na totalidade e todos, Uma Mentira Perfeita é aquele livro que torna os personagens inesquecíveis.

20 de abr de 2018

Autores Mais Lidos da Estante

em 20 de abr de 2018

12 comentários

Como sempre gosto de comparar meu antigo eu com o novo que está sendo formado, trouxe novamente os Autores Mais Lidos da Minha Estante, desta vez em um TOP 10. Com uma mistura maior de gêneros do que anteriormente, me surpreendi em ver alguns autores na lista e outros que não tive a percepção da quantidade já lida. Em ordem decrescente, falarei do autor mais lido para o menor. Vamos lá?!


18 de abr de 2018

[Resenha] A Rosa Branca

em 18 de abr de 2018

12 comentários
Livro: A Rosa Branca #2
Série: A Cidade Solitária
Autora: Amy Ewing
Editora: LeYa
Páginas: 320
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐⭐
No livro "A Joia", primeiro volume da série - A Cidade Solitária - Violet Lasting é comprada por uma das mulheres mais poderosas da realeza, a Duquesa do Lago, e vai viver com ela na Joia, o círculo onde mora toda a nobreza. Agora, Violet tem de fugir da Joia, do círculo nobre da Cidade Solitária para salvar a própria vida e a do seu amor, Ash. Junto com seu amado e Raven, sua melhor amiga, Violet tenta se libertar da terrível vida de servidão e crueldade. Só que ninguém disse que deixar a Joia seria fácil, e ela terá que passar por grandes obstáculos. No meio disso tudo, a jovem ainda descobre que há uma revolução sendo planejada contra a realeza e que seu papel nisso é fundamental. É hora de Violet descobrir que é muito mais poderosa do que sempre imaginou! A Rosa Branca é o segundo volume da trilogia "A Cidade Solitária" e traz novas e incríveis reviravoltas. Será impossível não ficar ansioso pelo último livro da saga.

Após a leitura do primeiro volume, as expectativas e ansiedade estavam grandes para A Rosa Branca. E ele não decepcionou: cheia de altas aventuras e surpresas, te conquista do início ao fim!

16 de abr de 2018

[Resenha] Your Name

em 16 de abr de 2018

21 comentários

Depois de um tempo afastada das leituras de mangás, retornei com um que me deixou contente em descobrir: Your Name. Uma leitura de 3 volumes que fizeram meus sentimentos andarem em uma montanha russa, e com isso me conquistou. É leve e ao mesmo tempo traz grandes reflexões como por exemplo, até onde você vai para estar ao lado de alguém?! O que faria para ajudar outra pessoa?!


13 de abr de 2018

[Resenha] A Joia

em 13 de abr de 2018

8 comentários
Livro: A Joia #1
Série: A Cidade Solitária
Autora: Amy Ewing
Editora: Fantasy (selo da LeYa)
Páginas: 351
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐💗
Joias significam riqueza, são sinônimo de encanto. A Joia é a própria realeza. Para garotas como Violet, no entanto, a Joia quer dizer uma vida de servidão. Violet nasceu e cresceu no Pântano, um dos cinco círculos da Cidade Solitária. Por ser fértil, Violet é especial, tendo sido separada de sua família ainda criança para ser treinada durante anos a fim de servir aos membros da realeza. Agora, aos dezesseis anos, ela finalmente partirá para a Joia, onde iniciará sua vida como substituta. Mas, aos poucos, Violet descobrirá a crueldade por trás de toda a beleza reluzente - e terá que lutar por sua própria sobrevivência. Quando uma improvável amizade oferece a Violet uma saída que ela jamais achou ser possível, ela irá se agarrar à esperança de uma vida melhor. Mas uma linda e intensa paixão pode colocar tudo em risco! Em seu livro de estreia, Amy Ewing cria uma rede de intrigas e reviravoltas na qual os ricos e poderosos estão mais envolvidos do que se possa imaginar, e onde o desejo por saber o destino de Violet manterá o leitor envolvido até a última página.


Gosto demais quando um livro foge totalmente do que é proposto na sinopse. A fuga é de tal maneira que você espera encontrar muito um elemento, e no final vê a importância e o enfoque em outro. A Joia é assim: possui uma sinopse onde aparenta ter somente romance, no entanto a história tem um viés fantástico e político sem igual. Estou até agora de queixo caído!


11 de abr de 2018

[Resenha] Agora e Para Sempre, Lara Jean

em 11 de abr de 2018

18 comentários
Livro: Agora e Para Sempre, Lara Jean #3
Série: Para Todos os Garotos que já Amei
Autora: Jenny Han
Editora: Intrínseca
Páginas: 300
Gênero: Romance Juvenil
Nota: ⭐⭐⭐
Em Para todos os garotos que já amei, as cartas mais secretas de Lara Jean — aquelas em que se declara às suas paixonites platônicas para conseguir superá-las — foram enviadas aos destinatários sem explicação, e em P.S.: Ainda amo você Lara Jean descobriu os altos e baixos de estar em um relacionamento que não é de faz de conta.  Na surpreendente e emocionante conclusão da série, o último ano de Lara Jean no colégio não podia estar melhor: ela está apaixonadíssima pelo namorado, Peter; seu pai vai se casar em breve com a vizinha, a sra. Rothschild; e sua irmã mais velha, Margot, vai passar o verão em casa. Mas, por mais que esteja se divertindo muito — organizando o casamento do pai e fazendo planos para os passeios de turma e para o baile de formatura —, Lara Jean não pode ignorar as grandes decisões que precisa tomar, e a principal delas envolve a universidade na qual vai estudar. A menina viu Margot passar pelos mesmos questionamentos, e agora é ela quem precisa decidir se vai deixar sua família — e, quem sabe, o amor de sua vida — para trás. Quando o coração e a razão apontam para direções diferentes, qual deles se deve ouvir?

Depois de terminado, tenho a sensação que fui com muita expectativa para pouca história. É a mesma linha de escrita dos anteriores, mesma cadência de acontecimentos no entanto, a sensação de que Agora e Para Sempre, Lara Jean poderia ser "descartável" é alta.


9 de abr de 2018

[Resenha] Coragem

em 9 de abr de 2018

12 comentários
Livro: Coragem
Autora: Rose McGowan
Editora: HarperCollins Brasil
Páginas: 288
Gênero: Biografia
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Rose McGowan nasceu em um culto e o trocou por outro, mais visível: Hollywood. Rose McGowan se tornou uma das atrizes mais desejadas de Hollywood da noite para o dia quando foi "descoberta" nas ruas de Los Angeles. O estrelato logo se tornou um pesadelo de exposição constante e sexualização. Todos os detalhes de sua vida pessoal se tornaram públicos, e as realidades de uma indústria inerentemente machista emergiam a cada roteiro, papel, aparição pública e capa de revista.Hollywood esperava que Rose ficasse quieta e cooperasse. Em vez disso, ela se rebelou e impôs sua verdadeira identidade e voz. Ela reemergiu sem roteiros nem desculpas, corajosa, controversa e sempre verdadeira. Liderando o movimento de denúncias de assédio sexual na indústria de entretenimento ao expor os crimes de Harvey Weinstein, Rose é hoje um dos rostos do movimento feminista e não hesita ao disparar verdades inconvenientes e exigir mudanças. Coragem é seu livro de memórias em forma de manifesto - um relato sem censura nem piedade da ascensão de um ícone millennial, uma ativista sem medo e uma força de mudança imparável determinada a expor a verdade sobre a indústria do entretenimento, trazer à luz uma indústria multibilionária construída sobre a misoginia sistêmica e empoderar pessoas ao redor do mundo a acordarem e terem Coragem.

Quando recebi o livro, fiquei com um pé atrás por nunca ter lido ou me interessado pelas biografias. Não me identificava muito com o gênero, entretanto este livro trouxe um tema tão importante, ao mesmo tempo polêmico, que me vi acabando-o em menos de 2 dias e percebendo o quanto o mundo da fama e Hollywood não é tudo glamour. Seu papel era chocar, e ele alcança o objetivo.


6 de abr de 2018

[O que eu Li] Março

em 6 de abr de 2018

Comente aqui


Quem aproveitou o mês de Março para ler vários livros?! Ainda dentro da média esperada, confesso que acreditava alcançar um número maior de leituras realizadas. Foram no total 7 livros, alguns desejados tem muito tempo — na verdade desde seu lançamento rs. Vamos ver quais foram?!

4 de abr de 2018

[Resenha] Trono de Vidro, Rainha das Sombras

em 4 de abr de 2018

20 comentários
Livro: Trono de Vidro, Rainha das Sombras #4
Série: Trono de Vidro
Autora: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Páginas: 640
Gênero: Fantasia
Nota: 4/5
Todos que Celaena Sardothien amou lhe foram tirados. Mas finalmente chegou a hora da retribuição. A vingança promete ser tão dura quanto o aço da Espada de Orynth — a espada de seu pai. Finalmente Celaena retornou ao império; por justiça, para resgatar seu reino e confrontar as sombras do passado. A assassina está morta. Ela abraçou a identidade de Aelin Galathynius, rainha de Terrasen. Mas antes de reclamar o trono, precisa lutar. E ela vai lutar. Por seu primo, a Puta de Adarlan, o general do Norte... um guerreiro preparado para morrer por sua soberana; por seu amigo Dorian, um príncipe preso em uma inimaginável prisão; por seu povo, escravizado por um rei cruel e à espera do retorno triunfante de sua líder; por seu carranam e a libertação da magia. Ao avançar em seu plano, no entanto, Aelin precisa tomar cuidado com velhos inimigos. E abrir o coração para novos e improváveis aliados. Tudo isso enquanto os valg continuam trabalhando nas sombras. E Manon Bico Negro, a Líder Alada das Treze, treina suas bestas voadoras. Mas é de Morath, a fortaleza montanhosa do Duque de Perrington, que uma ameaça como nenhuma outra promete destroçar seu grupo de rebeldes e sua corte recém-formada. 


Participando da #Maratona 24hrsNoSleep do canal Resenhando Sonhos, me propus a ler Trono de Vidro, Rainha das Sombras. Confesso que a leitura se iniciou de forma chata e arrastada, mas quando menos esperei Sarah J Maas fez reviravoltas espetaculares me deixando de queixo caído. Dando continuidade a série, o quarto volume é arrasador.

TOPO