17 de set de 2018

[Resenha] A Rebelde do Deserto

em 17 de set de 2018

3 comentários
Livro: A Rebelde do Deserto #1
Série: A Rebelde do Deserto
Autora: Alwyn Hamilton
Editora: Seguinte
Páginas: 283
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐💗

O deserto de Miraji é governado por mortais, mas criaturas míticas rondam as áreas mais selvagens e remotas, e há boatos de que, em algum lugar, os djinnis ainda praticam magia. De toda maneira, para os humanos o deserto é um lugar impiedoso, principalmente se você é pobre, órfão ou mulher. Amani Al’Hiza é as três coisas. Apesar de ser uma atiradora talentosa, dona de uma mira perfeita, ela não consegue escapar da Vila da Poeira, uma cidadezinha isolada que lhe oferece como futuro um casamento forçado e a vida submissa que virá depois dele. Para Amani, ir embora dali é mais do que um desejo — é uma necessidade. Mas ela nunca imaginou que fugiria galopando num cavalo mágico com o exército do sultão na sua cola, nem que um forasteiro misterioso seria responsável por lhe revelar o deserto que ela achava que conhecia e uma força que ela nem imaginava possuir.

Sempre ouvia elogios para A Rebelde do Deserto, só que nunca tinha me despertado a vontade de ler. A publicação da trilogia se completou, comprei todos os volumes e apesar disso não me interessava. Eis que uma maratona literária, acabo o escolhendo para completar a TBR e não é que me surpreendo?!

14 de set de 2018

[HQ] Como Falar com Garotas em Festas

em 14 de set de 2018

11 comentários

Como Falar com Garotas em Festas, conto de Neil Gaiman, ganhou adaptação para graphic novel através dos talentosos Fábio Moon e Gabriel Bá — cartunistas brasileiros que faço questão de acompanhar, e para quem não sabe Gabriel Bá é uma pessoa que admiro muito pois sou fã de The Umbrella Academy. Por isso não poderia perder a oportunidade de ler algo mais dele.

12 de set de 2018

[Resenha] Gelo e Fogo

em 12 de set de 2018

6 comentários
Livro: Gelo e Fogo #2
Série: Neve e Cinzas
Autora: Sara Raasch
Editora: HarperCollins Brasil
Páginas: 352
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐
Faz três meses que os invernianos foram libertados e o rei de Primavera, Angra, desapareceu — graças, em grande parte, à ajuda de Cordell. Meira só quer que seu povo esteja a salvo. Quando a dívida com Cordell força os invernianos a cavar nas minas em busca de pagamento, o que eles encontram é algo poderoso e possivelmente perigoso: o abismo de magia perdido de Primoria. Para Theron, isso é motivo para alegria e esperança — com essa imensa fonte de magia, seria possível finalmente se armar contra ameaças como Angra. Mas Meira sabe que, da última vez que o mundo teve acesso a tanta magia, os resultados foram dramáticos. Então, quando o rei de Cordell manda os dois em uma missão para atravessar os reinos de Primoria e desvendar os segredos do abismo, Meira planeja usar a viagem para conseguir apoio para destruí-lo, o que faria Inverno permanecer em segurança e Theron ficar furioso. Mas ela será capaz de completar sua missão sem colocar em risco aqueles que ama? Mather só quer ser livre. Os horrores infligidos aos invernianos permanecem frescos na memória e em Jannuari, o que deixa o reino de Inverno vulnerável à opressão crescente de Cordell. Quando Meira deixa o reino em busca de aliados, Mather decide tomar a iniciativa e defender a segurança de seu povo. Será ele capaz de reconstruir seu reino e protegê-lo de novas ameaças? Conforme a teia de mentiras e a batalha pelo poder se fecha, Theron luta pela magia, Mather, pela liberdade — e Meira começa se perguntar se não deveria estar lutando não por Inverno mas sim por toda a humanidade.

Como relutei para terminar esse segundo volume da trilogia Neve e Cinzas, admito rs. Acho que a antiga fala de que o do exemplar do meio de trilogias é sempre o pior se concretiza com Gelo e Fogo. Não é que em sua totalidade seja ruim, mas peca em trazer mais quando poderia ser menos.

10 de set de 2018

[Mangá] A Voz do Silêncio

em 10 de set de 2018

12 comentários

Sabe aquele mangá que você não espera grandes coisas, mas te surpreende imensamente?! Koe no Katachi entra nessa categoria. Sempre tinha ouvido falar bem da história, porém o receio sempre me deixava com um pé atrás. E mesmo assim resolvi arriscar, e acabou que não somente gostei, entra para ser um dos meus favoritos.

7 de set de 2018

[O Que Li] Agosto

em 7 de set de 2018

8 comentários
Hoje venho contar a minha pequena pilha de livros lidos do mês de Agosto. E bota pequena nisso haha. Como explicado nos meses anteriores, estou passando por uma ressaca literária grande e acaba que também não estou me forçando a ler mais do que quero. Resultado: apenas 4 livro lidos. A movimentação que foi Bienal do Livro de SP no início do mês e a volta a faculdade foram fatores que também acabaram me afastando da leitura. E como sempre tento tirar saldo positivo, penso que no momento estou me dedicando a outras coisas além da leitura. Vamos ver então o que li?

5 de set de 2018

[Resenha] Lições de Sedução

em 5 de set de 2018

Comente aqui
Livro: Lições de Sedução #141
Série: Coleção Históricos Harlequin
Autora: Blythe Gifford
Editora: Harlequin
Páginas: 286
Gênero: Romance de Época / Medieval
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Ansiosa para viver com independência, Jane de Weston se disfarça como um rapaz. Mas ela não esperava sentir uma forte atração por Duncan. Sensações deliciosas percorrem seu corpo feminino. Quando ele descobre acidentalmente a verdadeira identidade dela, sabe que deveria mandá-la embora... mas concorda em guardar seu segredo! Jane possui o dom de iluminar os recônditos sombrios do coração de Duncan, despertando nele o desejo de ensinar à dedicada pupila os refinados prazeres de ser uma mulher.



Tem horas que a vontade de ler não vem, e por isso temos que partir para nossa zona de conforto. Minha zona de conforto é quando leio os romances históricos e praticamente os devoro. Lições de Sedução foi uma surpresa agradável!

3 de set de 2018

[Resenha] Império dos Lobos

em 3 de set de 2018

10 comentários
Livro: Império dos Lobos
Autora: Kayla Olson
Editora: Plataforma 21
Páginas: 424
Gênero: Distopia / Ficção Científica
Nota: ⭐⭐⭐
Antes da guerra, a vida de Éden era fácil: ar-condicionado, sorvete e longos dias de praia. Tudo mudou quando veio a revolução. Agora, um poderoso grupo chamado Alcateia controla a Terra e seus recursos. Éden perdeu tudo. Eles assassinaram sua família e amigos, destruíram sua casa e a tornaram uma prisioneira. Ela, no entanto, se recusa a morrer nas mãos dos Lobos. Éden sabe a localização do único ambiente seguro no mundo, um lugar chamado Refúgio – e ela está desesperada para alcançar a ilha. Quando Éden finalmente chega a Refúgio, encontra outros que fugiram dos Lobos. Mas o alívio é apenas momentâneo: uma de suas novas parceiras desaparece. Embrenhando-se na floresta em busca da aliada perdida, rapidamente o grupo de Éden descobre que Refúgio é cheia de armadilhas letais e abriga um inimigo que jamais imaginaram. Esta ilha pode ser mais mortal que o mundo que Éden deixou para trás, mas lutar pela sobrevivência é tudo o que lhe resta para reconquistar a liberdade. A distopia de Kayla Olson que conquistou o astro Leonardo DiCaprio e foi escolhida para ser uma de suas produções cinematográficas. Como uma fusão de Maze Runner e Lost, Império dos Lobos une ficção científica, suspense e desastres ambientais como nunca se viu.


Impérios dos Lobos tem um pacote completo para se encaixar como uma ótima distopia. Volume único, um universo bem criado e explicado, personagens que te conquistam, mas desandou no final. Não somente fica ruim no final, ele te deixa sem a resposta principal do enredo.

31 de ago de 2018

[Sessão de Autógrafos] Victoria Aveyard

em 31 de ago de 2018

1 comentário

Se 2017 passou sem grandes incidentes de sessão de autógrafos, 2018 teve sua cota toda ocupada com nada menos que a Victoria Aveyard. Ganhando o topo de público que vejo em sessões pelo Rio de Janeiro em um bom tempo, algumas ressalvas (polêmicas) devemos levantar. No geral, gostei de conhecê-la mas realmente tem questões que incomoda.

29 de ago de 2018

[Resenha] A Marca da Paixão

em 29 de ago de 2018

10 comentários
Livro: A Marca da Paixão
Série: Coleção Históricos Harlequin
Autora: Sophia James
Editora: Harlequin
Páginas: 288
Gênero: Romance de Época / Medieval
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Marcada pela batalha, Lady Isobel Dalceann lutou ferozmente para defender sua fortaleza, colocando em risco a própria vida. Por que, então, permitiu que um estranho ultrapassasse suas muralhas? Embora configura uma ameaça, as cicatrizes de guerra no corpo de Marc de Courtenay também refletem as dela, fazendo com que Isobel sinta-se inclinada a depositar sua confiança em um mercenário solitário. E ele está cada vez mais atraído pela machucada, porém linda, Isobel. Mas agora ela treme ser traída, uma vez que Marc conhece todos os segredos de sua fortificação. O que acontecerá quando Isobel descobrir quem ele é de fato?

Fui muito surpreendida pelo conteúdo. Esperando algo mais interligado ao lado sensual pela "fama" dos romances de banca, temos um desenvolvimento com começo, meio e fim bem definidos. E mais: as informações são totalmente compatíveis com a época datada, o que enriquece a história. A Marca da Paixão é um ótimo romance medieval.

27 de ago de 2018

[Resenha] Como Se Livrar de Um Escândalo

em 27 de ago de 2018

12 comentários
Livro: Como Se Livrar de um Escândalo #5 e #4
Série: Crossover das séries Spindle Cove e Castles Ever After
Autora: Tessa Dare
Editora: Gutenberg
Páginas: 224
Gênero: Romance de Época
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐💗
Na noite do baile na Mansão Parkhurst, houve um encontro escandaloso na biblioteca. Foi Lady Canby, com o empregado, no divã? Ou a senhorita Fairchild, com um amante, contra a parede? Talvez um criado tenha feito isso.Tudo o que Charlotte Highwood sabe é que não foi ela. Mas os rumores apontam o contrário. A menos que descubra a verdadeira identidade dos amantes, a jovem será forçada a se casar com o marquês Piers Brandon, Lorde Granville – o cavalheiro mais frio, arrogante e lindo que ela já teve a infelicidade de conhecer. Quando começam a investigação dos verdadeiros amantes envolvidos no escândalo, Piers revela esconder muitos segredos. Mas ainda assim ele guarda ferozmente a verdade sobre seu passado sombrio. Parecia ser um mistério simples de resolver, mas logo perigos perturbadores surgem na vida de Piers e Charlotte. A paixão é intensa. O perigo é real. Charlotte arriscará tudo para provar sua inocência nesse caso escandaloso ou irá se entregar a um homem que jurou nunca amar?

Como Se Livrar de um Escândalo é um livro que aquece o coração de todo leitor de romance de época. Unindo o melhor das duas séries da autora — paralelo com o melhor dos dois mundos — Tessa Dare traz um enredo curto que você anseia por mais.

24 de ago de 2018

[Bienal do Livro SP] Compras

em 24 de ago de 2018

Comente aqui

Depois de um tempinho sem trazer alguma pilha de livros comprados, resolvi expor um pouco da minha experiência da Bienal do Livro de SP e o que acabei trazendo na bagagem. Bem mais controlada que 2017, fui consciente do que queria levar. E diferente do ano anterior, acho que os preços estavam bem melhores. Aliás se colocar na balança, tenho a opinião de que na Bienal de SP os valores são mais em conta que os da Bienal do RJ. Não sei qual a discrepância para isto ocorrer, mas com certeza pesa na hora de comprar algo quem vai nas duas.


22 de ago de 2018

[Sessão de Autógrafos] Marissa Meyer

em 22 de ago de 2018

11 comentários

Sabe aquele autógrafo que a gente não acredita, não planeja, mas quando menos espera acontece e dá tudo certo?! Foi justamente a minha ida à Bienal para ver Marissa Meyer. Para quem não sabe sou do Rio de Janeiro, e por isso inicialmente não tinha planos de ir a Bienal do Livro de SP. Sem dinheiro, com os autores que queria vindo ao meu estado, era quase certo de não realizar a viagem. Mas eis que tudo muda quando é anunciado a vinda da Marissa Meyer.

20 de ago de 2018

[TAG] Livros Esteticamente Agradáveis

em 20 de ago de 2018

15 comentários
Estava até sentindo saudades de responder tag's no blog. Um achado no blog Prefácio, encontrei a Livros Esteticamente Agradáveis, que é bem interessante e com perguntas diferentes afinal estamos falando da estrutura dos livros. Vamos conferir?! Ela é bem objetiva de se entender!

1. Melhor combinação de cores na capa de um livro.


10 de ago de 2018

[Sessão de Autógrafos] Tessa Dare

em 10 de ago de 2018

1 comentário

Me lembrar desse dia às vezes parece sonho. Nunca imaginei que algum dia iria conhecer minha autora favorita de romance de época. E foi uma experiência maravilhosa, para ninguém botar defeito. Ela é linda, simpática, carinhosa e só tenho elogios. Valeu a pena chegar cedo, passar horas dentro do shopping sem fazer nada, apenas para vê-la. Tessa Dare é tudo que falam e um pouco mais.

8 de ago de 2018

[Coleção] Marcadores de Livros

em 8 de ago de 2018

13 comentários

Olá, tudo bem com vocês? Hoje vim falar de um hábito que acho que a maioria dos leitores tem: colecionar marcadores. Afinal quem não quer ter aquele marcador combinando com a capa do livro?! Ou você acha um modelo tão lindo que quer usar várias vezes ou guardar num potinho?! E quando isso sai do mero ato de pegar marcadores na livraria e vira uma coleção?! Foi o que me aconteceu.


6 de ago de 2018

[O Que Li] Julho

em 6 de ago de 2018

5 comentários
Como foi o mês de leitura de Julho de vocês? No meu caso, muito abaixo do que esperava, consegui realizar no total a leitura de 6 livros 1 mangá. Para muitos é um número mediano, mas passei por algumas dificuldades. Por estar de férias, e justamente por estar de férias, tinha muita coisa para fazer, colocar outras em dia e acabou que a minha prioridade não foi ler. Sem muito o que reclamar, agora é colocar a cabeça para cima e continuar no ritmo que estou tentando empenhar. Vamos ver quais foram as leituras então?


3 de ago de 2018

[Mangá] Last Notes

em 3 de ago de 2018

Comente aqui

Se eu esperava mais de Last Notes, isso não posso negar. Sendo um shoujo curto, apenas 3 volumes, traz um enredo óbvio para quem espera romance, e até mesmo momentos massantes quando forma-se um triângulo amoroso. É legal, mas nada memorável.

1 de ago de 2018

[Mangá] Shunkaden

em 1 de ago de 2018

Comente aqui

Estava com saudades de ler mangás, e quando lembrei que tinha esse volume único na estante ainda não lido, corri para adicioná-lo na meta. E não me arrependo. A cada nova obra lida o grupo CLAMP se consagra como um dos meus favoritos, e Shunkaden é  maravilhoso.


30 de jul de 2018

[Resenha] Doce Lar

em 30 de jul de 2018

17 comentários
Livro: Doce Lar #1
Série: Sweet
Autora: Tillie Cole
Editora: Essência
Páginas: 320
Gênero: New Adult / Romance / Erótico
Nota: ⭐⭐⭐
Aos vinte anos, Molly Shakespeare acha que já sabe de tudo.  Ela leu Descartes e Kant. Ela estudou em Oxford. Ela sabe que as pessoas que te amam também te deixam. Mas quando Molly se muda da cinzenta Inglaterra para começar uma nova vida nos Estados Unidos, ela descobre que ainda tem muito a aprender. No Alabama os verões são mais quentes, as pessoas mais intimidantes e os alunos de sua nova escola muito mais viciados em futebol. Após conhecer o famoso quarterback Romeu Prince, Molly só consegue pensar em seus olhos castanhos, cabelos loiros, físico perfeito... e em como sua vida tranquila e solitária parece estar a ponto de mudar drasticamente.

Doce Lar com suas polêmicas à parte quando a editora anunciou o lançamento, cumpre o papel de ser um romance para cativar os leitores. Tillie Cole tem uma grande fama lá fora pela sua escrita, e aqui também, e com certeza esse renome faz jus pelo que ela escreve.

27 de jul de 2018

[Resenha] Cinder

em 27 de jul de 2018

12 comentários
Livro: Cinder #1
Série: Crônicas Lunares
Autora: Marissa Meyer
Editora: Rocco
Páginas: 448
Gênero: Distopia / Romance / Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐💗
Num mundo dividido entre humanos e ciborgues, Cinder é uma cidadã de segunda classe. Com um passado misterioso, esta princesa criada como gata borralheira vive humilhada pela sua madrasta e é considerada culpada pela doença de sua meia-irmã. Mas quando seu caminho se cruza com o do charmoso príncipe Kai, ela acaba se vendo no meio de uma batalha intergaláctica, e de um romance proibido, neste misto de conto de fadas com ficção distópica. Primeiro volume da série Crônicas Lunares, Cinder une elementos clássicos e ação eletrizante, num universo futurístico primorosamente construído.

Antes mesmo de começar Cinder, tinha altas expectativas sobre a história e Marissa Meyer conseguiu cumprir todas. A mistura de distopia com contos de fadas dá certo e nos deixa antenados com o enredo, fazendo com que ele flua de maneira rápida e de modo que queremos ler mais. Dei o pontapé inicial para a série Crônicas Lunares.

25 de jul de 2018

[Resenha] Tempestade de Guerra

em 25 de jul de 2018

11 comentários
Livro: Tempestade de Guerra #4
Série: A Rainha Vermelha
Autora: Victoria Aveyard
Editora: Seguinte
Páginas: 702
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Mare Barrow aprendeu rápido que, para vencer, é preciso pagar um preço muito alto. Depois da traição de Cal, ela se esforça para proteger seu coração e continuar a lutar junto aos rebeldes pela liberdade de todos os vermelhos e sanguenovos de Norta. A jovem fará de tudo para derrubar o governo de uma vez por todas — começando pela coroa de Maven. Mas nenhuma guerra pode ser vencida sem ajuda, e logo Mare se vê obrigada a se unir ao garoto que partiu seu coração para derrotar aquele que quase a destruiu. Cal tem aliados prateados poderosos que, somados à Guarda Escarlate, se tornam uma força imbatível. Por outro lado, Maven é guiado por uma obsessão profunda e fará qualquer coisa para ter Mare de volta, nem que tenha que passar por cima de tudo — e todos — no caminho.

Tempestade de Guerra era um livro que eu esperava começar com expectativas baixas pois A Prisão do Rei foi uma péssima leitura. No entanto, me vi animada a lê-lo quando analisava as resenhas sobre. E de fato as expectativas baixas que imaginava não é encontrado, de certa forma. Não é o melhor da série na minha opinião — que ainda fica com A Rainha Vermelha — porém, termina de forma satisfatória um ciclo que acompanhei durante 3 anos, deixando leitores da série contentes.

23 de jul de 2018

[Papo Sério] Séries de livros

em 23 de jul de 2018

17 comentários


Vamos falar sobre um assunto que tem me incomodado bastante? É sobre séries infinitas. O mercado literário passa por um momento em que séries, trilogias, quadrilogias estão em alta. Ou seja isso condiz que para os leitores quanto mais volumes melhor. Mas parando para refletir um pouco, até quando quantidade reflete em qualidade?

18 de jul de 2018

[Indicação Por Gênero] Sobrenatural

em 18 de jul de 2018

1 comentário

Para classificar um livro como sobrenatural, na minha opinião ele precisa se interligar a existência de seres/pessoas/criaturas não reais como anjos, demônios, lobisomens, bruxas ou algo deste tipo. Por muitos acharem ser uma subdivisão do gênero fantasia, e de fato não deixa de ser, faço a separação deste gêneros pois muitos outros acabam por se encaixar em outro gêneros, fazendo o Sobrenatural ser bem amplo. Com isso, das postagens de indicações está será a que mais terá variedade de subgêneros como romance, fantasia, jovem adulto entre outros. Vamos ver quais foram?!

16 de jul de 2018

[Resenha] Bruto e Apaixonado

em 16 de jul de 2018

23 comentários
Livro: Bruto e Apaixonado #1
Série: Irmãos Lancaster
Autora: Janice Diniz
Editora: Harlequin
Páginas: 256
Gênero: Romance / Erótico
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Mário Lancaster e Natália Esteves parecem não ter nada a ver um com o outro: ele é um ex-peão de rodeio e ela, uma empresária sofisticada de uma metrópole. Ela deve demitir funcionários da maior fábrica local, e ele é o responsável por convencê-la a mudar de ideia.  Eles estão em lados opostos, mas a química entre os dois é impossível de ignorar. Bruto e Apaixonado é o primeiro volume da série Irmãos Lancaster e uma história irresistível de amor, superação, sedução e, claro, caubóis atraentes e possessivos.


Conhecer a escrita da Janice Diniz e seu livro Bruto e Apaixonado foi uma ótima escolha. Com as editoras valorizando cada vez mais os autores nacionais, o primeiro livro dos Irmãos Lancaster conquista logo nas primeiras páginas, nos permitindo entrar numa história viciante. 

13 de jul de 2018

[Resenha] Filha das Trevas

em 13 de jul de 2018

13 comentários
Livro: Filha das Trevas #1
Série: Saga da Conquistadora
Autora: Kiersten White
Editora: Plataforma 21
Páginas: 471
Gênero: Fantasia Histórica
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Lada Dragwlya e o irmão mais novo, Radu, foram arrancados de seu lar em Valáquia e abandonados pelo pai – o famigerado Vlad Dracul – para crescer na corte otomana. Desde então, Lada aprendeu que a chave para a sobrevivência é não seguir as regras. E, com uma espada invisível ameaçando os irmãos a cada passo, eles são obrigados a agir como peças de um jogo: a mesma linhagem que os torna nobres também os torna alvo. Lada despreza os otomanos. Em silêncio, planeja o retorno a Valáquia para reclamar aquilo que é seu. Radu, por outro lado, quer apenas se sentir seguro, seja onde for. E quando eles conhecem Mehmed, o audacioso e solitário filho do sultão, Radu acredita ter encontrado uma amizade verdadeira – e Lada vislumbra alguém que, por fim, parece merecedor de sua devoção. Mas Mehmed é herdeiro do mesmo império contra o qual Lada jurou vingança – e que Radu tomou como lar. Juntos, Lada, Radu e Mehmed formam um tóxico e inebriante triângulo que tensiona ao limite os laços do amor e da lealdade.

Fugindo do que esperamos e encontramos em grande quantidade no mercado dos livros de fantasia, Filha das Trevas me surpreende de forma positiva, deixando um tempero de que vem algo ainda melhor pela frente. Bem curiosa com o que podemos esperar da Saga A Conquistadora.

11 de jul de 2018

[Resenha] Uma Noiva Para Winterborne

em 11 de jul de 2018

17 comentários
Livro: Uma Noiva Para Winterborne #2
Série: Os Ravenels
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Páginas: 327
Gênero: Romance de Época
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐💗
Rhys Winterborne conquistou uma fortuna incalculável graças a sua ambição ferrenha. Filho de comerciante, ele se acostumou a conseguir exatamente o que quer - nos negócios e em tudo mais. No momento em que conhece a tímida aristocrata lady Helen Ravenel, decide que ela será sua. Se for preciso macular a honra dela para garantir que se case com ele, melhor ainda. Apesar de sua inocência, a sedução perseverante de Rhys desperta em Helen uma intensa e mútua paixão. Só que Rhys tem muitos inimigos que conspiram contra os dois. Além disso, Helen guarda um segredo sombrio que poderá separá-los para sempre. Os riscos ao amor deles são inimagináveis, mas a recompensa é uma vida inteira de felicidade. Com uma trama recheada de diálogos bem-humorados e cenas sensuais e românticas, Uma Noiva Para Winterborne é o segundo volume da coleção Os Ravenels.

Se já tinha me apaixonado pela família Ravenel no volume anterior, em Uma Noiva Para Winterborne fiquei mais encantada ainda. Com protagonistas que queria muito me aprofundar, a história deixa a série em alta e com muitos leitores tendo um enorme carinho por Helen e Rhys.

9 de jul de 2018

[O Que Eu Li] Junho

em 9 de jul de 2018

11 comentários
Junho teve os 30 dias bem atarefados com a faculdade, mas até que me surpreendi e consegui manter um bom ritmo de leitura. Com o total de 6 livros + 4 mangás lidos, tivemos um mês recheado de romances, principalmente de época. Vamos conferir quais foram os livros ?!

6 de jul de 2018

[TAG 50%] Balanço do 1° semestre de 2018

em 6 de jul de 2018

13 comentários
Créditos de imagem: Literatura Estrangeira

Mais uma vez respondendo a TAG dos 50% (2017 também respondi aqui), ela nos traz um balanço das leituras realizadas no primeiro semestre de cada ano. Sem delongas, afinal é grande, vamos conferir quais foram minhas respostas?!


4 de jul de 2018

[Resenha] Um Sedutor Sem Coração

em 4 de jul de 2018

13 comentários
Livro: Um Sedutor Sem Coração #1
Série: Os Ravenels
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Páginas: 320
Gênero: Romance de Época
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Devon Ravenel, o libertino mais maliciosamente charmoso de Londres, acabou de herdar um condado. Só que a nova posição de poder traz muitas responsabilidades indesejadas – e algumas surpresas. A propriedade está afundada em dívidas e as três inocentes irmãs mais novas do antigo conde ainda estão ocupando a casa. Junto com elas vive Kathleen, a bela e jovem viúva, dona de uma inteligência e uma determinação que só se comparam às do próprio Devon. Assim que o conhece, Kathleen percebe que não deve confiar em um cafajeste como ele. Mas a ardente atração que logo nasce entre os dois é impossível de negar. Ao perceber que está sucumbindo à sedução habilmente orquestrada por Devon, ela se vê diante de um dilema: será que deve entregar o coração ao homem mais perigoso que já conheceu? Um sedutor sem coração inaugura a coleção Os Ravenels com uma narrativa elegante, romântica e voluptuosa que fará você prender o fôlego até o final.

Depois de uma sequência de livros medianos de romances de época, tinha-se um bom tempo que não me apaixonava tanto por uma família como aconteceu com Os Ravenels. Começou-se com pé direito a coleção que certamente terá maravilhosos capítulos pela frente.

2 de jul de 2018

[Resenha] Um Planeta em seu Giro Veloz

em 2 de jul de 2018

17 comentários
Livro: Um Planeta em Seu Giro Veloz #3
Série: Uma Dobro no Tempo
Autora: Madeleine L'Engle
Editora: HarperCollins Brasil
Páginas: 272
Gênero: Fantasia / Ficção Científica
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Um unicórnio, um menino e o vento, juntos em uma só velocidade!  Quando Charles Wallace Murry, agora com quinze anos, grita em desespero a invocação de uma antiga runa para afastar a escuridão, uma criatura radiante aparece. É Gaudior, unicórnio e viajante do tempo. Charles Wallace e Gaudior devem viajar até o passado através dos ventos do tempo e tentar encontrar um Pode-Ter-Sido, um momento do passado em que todos os eventos que se seguiram até o presente podem ser mudados, e o futuro da Terra – esse pequeno planeta em seu giro veloz – pode ser salvo.


Continuação a série Uma Dobra no Tempo, Um Planeta em seu Giro Veloz surpreende por trazer um enredo interligado e ao mesmo tempo distante do primeiro e segundo volume. Com os protagonistas em idades diferentes do encontrado antes, seremos impactados por mais um capítulo desta história fantástica que nos cativa do início ao fim.

29 de jun de 2018

[Indicação Por Gênero] Fantasia

em 29 de jun de 2018

1 comentário

Literatura fantástica é um gênero literário em que narrativas ficcionais estão centradas em elementos não existentes ou não reconhecidos na realidade, pela ciência dos tempos em que a obra foi escrita. É aplicável a um objeto como a literatura, pois o universo da literatura, por mais que se tente aproximá-la do real, está limitado ao fantasioso e ao ficcional. Todo texto fantástico tem elementos inverossímeis, imaginários, distantes da realidade dos homens. O gênero pode ser subdivido em alta fantasia, baixa fantasia, fantasia urbana, fantasia científica, fantasia sobrenatural ou outros modos de classificação. Fonte: Wikipedia 

Aqui nos atentaremos a questão dos objetos não existentes, fantasiosos tendo uma pequena subdivisão em fantasia sobrenatural.


27 de jun de 2018

[Resenha] Dez Formas de Fazer um Coração Se Derreter

em 27 de jun de 2018

8 comentários
Livro: Dez Formas de Fazer um Coração Se Derreter #2
Série: Os Números do Amor
Autora: Sarah Maclean
Editora: Arqueiro
Páginas: 352
Gênero: Romance de Época
Nota: ⭐⭐⭐
Isabel Townsend não é exatamente o que se espera da filha de um conde. Apesar de ter a pele delicada e de saber se portar como uma dama quando necessário, a jovem também monta a cavalo, conserta telhados, administra a propriedade e cria o irmão caçula desde que a mãe faleceu – tudo isso sem despertar a menor suspeita de que não há um homem sequer para cuidar de sua família. Para o pai dela, que só queria se divertir e gastar dinheiro em jogatinas, pouco importava o que ela fizesse. Porém, quando ele morre, Isabel se vê sem recursos e precisa defender os direitos do irmão, ameaçados pela chegada iminente de um tutor. Assim, não lhe resta saída senão vender sua coleção de estátuas de mármore, o único bem que herdou. Para sorte sua, um especialista em antiguidades acaba de chegar ao condado. Inteligente e sensual, lorde Nicholas St. John é um solteiro convicto que deixou Londres para se livrar das jovens que passaram a persegui-lo desde que foi eleito um dos melhores partidos da cidade. Em poucos dias, fica claro para Nick que Isabel é a mulher mais obstinada e misteriosa – além da mais interessante – que já cruzou seu caminho. Ao mesmo tempo, ao conhecê-lo melhor, a independente Isabel percebe que há homens em que vale a pena confiar. Enquanto eles põem de lado suas antigas convicções, seus corações se abrem para dar uma chance ao amor.

Livros de romances de época que alongam-se mais do que deveriam, perdem um pouco da essência e ficam cansativos. Nicholas é meu personagem favorito da trilogia Os Números do Amor, e por isso criei muitas expectativas para a sua história. Elas foram atendidas, no entanto Sarah se estendeu demais em algo que poderia ser dinâmico.

25 de jun de 2018

[Resenha] As Filhas da Noiva

em 25 de jun de 2018

20 comentários
Livro: As Filhas da Noiva
Autora: Susan Mallery
Editora: Harlequin
Páginas: 352
Gênero: Chick-lit
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Courtney Watson é a irmã desajustada da família. Ela pode não ter uma vida tão organizada quanto a das irmãs, mas ela é excelente em uma coisa: guardar segredos. Inclusive sobre seu caso flamejante com um produtor musical.  Planejar o casamento da própria mãe traz sua vida secreta à tona, mudando completamente a imagem que sua família tinha de Courtney para sempre. Quando o namorado de Siena, a irmã rebelde, a pede em casamento bem na frente de sua mãe e suas irmãs, é uma completa surpresa para ela. Siena já passou por dois noivados fracassados e desfeitos. Como ela pode aceitar se ela nem tem certeza que é isso que ela ainda quer?  Rachel é a cínica da família. Ela acreditava que o amor duraria para sempre. Até o seu divórcio. Enquanto o dia do casamento de sua mãe se aproxima, seu ex passa a implorar por uma segunda chance, e ela é forçada a reconhecer algumas verdades incômodas sobre os motivos pelos quais seu casamento não deu certo. Rachel precisa decidir se ela vai deixar o orgulho ficar no caminho do seu felizes para sempre.


Susan Mallery tem uma escrita fácil de acompanhar, logo As Filhas da Noiva é um livro de romance que mistura comédia, drama e paixão na medida certa. Li ele de maneira muito rápida e fiquei curiosa em conhecer outros obras da autora. Uma ótima escolha para aquele fim de tarde que traz um enredo leve e que encanta.

21 de jun de 2018

[TAG] E Os Bridgertons Viveram Felizes Para Sempre

em 21 de jun de 2018

8 comentários

Bato palmas para quem teve essa ideia criativa de unir duas coisas que adoro: romances de época e responder TAG. Criado pelo blog Silêncio Contagiante, a TAG "E Os Bridgertons Viveram Felizes Para Sempre", como próprio nome já diz, é para responder com os livros da série da autora Julia Quinn. Grande percussor do boom que o gênero teve, acharam que não iria responder?! Vamos conhecer então!


19 de jun de 2018

[Resenha] O Segredo do Conde

em 19 de jun de 2018

8 comentários
Livro: O Segredo do Conde #2
Série: Os Sedutores de Havisham
Autora: Lorraine Heath
Editora: Gutenberg
Páginas: 284
Gênero: Romance de Época
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐ 💗
Numa noite de verão, Edward Alcott cede à tentação e beija Lady Julia Kenney em um jardim escuro. No entanto, a paixão que ela agita dentro dele, deve ser deixada nas sombras, isto porque ela ama seu irmão gêmeo, o Conde de Greyling. Mas quando a tragédia ataca, para honrar o voto que ele faz ao seu irmão moribundo, Edward deve fingir ser Greyling até a condessa entregar seu bebê.  Depois que seu marido retorna de uma estada de dois meses, Julia o encontra mudado. Mais ousado, mais atrevido e mais perverso, mesmo que ele limite seus encontros para beijos. A cada dia que passa, ela se apaixona mais profundamente. Para Edward, as brumas do desejo provocadas naquela noite há muito tempo são rapidamente reavivadas. Ele anseia ser o marido dela de verdade. Mas se ela descobrir sua artimanha, ela o desprezará - e a lei inglesa o impede de se casar com a viúva de seu irmão. No entanto, ele deve se atrever a arriscar tudo e revelar seus segredos se ele realmente deve levar tudo.

Não é surpresa para quem leu a resenha de Codinome Lady V o quanto Lorraine Heath me conquistou na história. E em O Segredo do Conde não foi diferente. Com um personagem que ansiava conhecer melhor, e que agora posso afirmar ser meu favorito, o enredo é encantador. Mas não se engane: não agrada todos os públicos.

18 de jun de 2018

[Bienal do Livro 2018] Autores Confirmados

em 18 de jun de 2018

9 comentários

Quem está fazendo contagem regressiva para a Bienal do Livro 2018!? Este ano ocorrendo em São Paulo, vários nomes maravilhosos já foram anunciados! E para não deixar ninguém perdido, traremos os que foram confirmados até agora. Lembrando que os ingressos já estão a venda. Não percam (;


8 de jun de 2018

[O Que Eu Li] Maio

em 8 de jun de 2018

Comente aqui

Vamos falar das Leituras de Maio? Produtivo, até certo ponto, consegui realizar o total de 9 leituras. Um bom número — e na margem do meu melhor ritmo — fiquei feliz pela quantidade e a qualidade que estiveram presente. Algumas decepções aqui e ali, mas no geral foram ótimas histórias. Vamos conferir a pequena pilha?!


6 de jun de 2018

[Resenha] O Dueto Sombrio

em 6 de jun de 2018

14 comentários
Livro: O Dueto Sombrio #2 
Série: Monstros da Violência
Autora: Victoria Schwab
Editora: Seguinte
Páginas: 448
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐
Na sequência final de A Melodia Feroz, Kate Harker precisa voltar para Veracidade e se unir ao sunai August Flynn para enfrentar um ser que se alimenta do caos.  Kate Harker não tem medo do escuro. Ela é uma caçadora de monstros — e muito boa nisso. August Flynn é um monstro que tinha medo de nunca se tornar humano, mas agora sabe que não pode escapar do seu destino. Como um sunai, ele tem uma missão — e vai cumprir seu papel, não importam as consequências. Quase seis meses depois de Kate e August se conhecerem, a guerra entre monstros e humanos continua — e os monstros estão ganhando. Em Veracidade, August transformou-se no líder que nunca quis ser; em Prosperidade, Kate se tornou uma assassina de monstros implacável. Quando uma nova criatura surge — uma que força suas vítimas a cometer atos violentos —, Kate precisa voltar para sua antiga casa, e lá encontra um cenário pior do que esperava. Agora, ela vai ter de encarar um monstro que acreditava estar morto, um garoto que costumava conhecer muito bem, e o demônio que vive dentro de si mesma.

Uma das resenhas mais difíceis que escrevi na vida. O Dueto Sombrio me deixou com sentimentos conflitantes. Apesar de ter amado a história — e achar o enredo único — falhas grandes e pequenas me deixam com um sentimento de que não foi algo tão bom quanto esperava. Se me perguntarem "Vale a pena ler a duologia?!" respondo que sim por que tem uma ambientação única, a escrita é ótima, mas não crie altas expectativas.

4 de jun de 2018

[TAG] Deus me Livre, Mas Quem Me Dera

em 4 de jun de 2018

13 comentários
Quem fica procurando TAG no booktuber para responder?! Eu mesma! Criada pelo canal Geek Freak, não perdi a oportunidade de responder unindo duas coisas que adoro: livros e memes! Deus Me Livre, Mas Quem Me Dera é uma expressão usada quando tem algo que te traz vergonha alheia mas no fundo ama ou quando é algo que não agrada do grande público mas você gosta. Me baseando mais na segunda definição, trouxe alguns livros "polêmicos". Vamos ver quais foram minhas respostas?!


1 de jun de 2018

[Resenha] A Melodia Feroz

em 1 de jun de 2018

17 comentários
Livro: A Melodia Feroz #1
Série: Monstros da Violência
Autora: Victoria Schwab
Editora: Seguinte
Páginas: 384
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐⭐❤️
Kate Harker e August Flynn vivem em lados opostos de uma cidade dividida entre Norte e Sul, onde a violência começou a gerar monstros de verdade. Eles são filhos dos líderes desses territórios inimigos, e seus objetivos não poderiam ser mais diferentes. Kate sonha em ser tão cruel e impiedosa quanto o pai, que deixa os monstros livres e vende proteção aos humanos. August também quer ser como seu pai: um homem bondoso que defende os inocentes. O problema é que ele é um dos monstros, capaz de roubar a alma das vítimas com apenas uma nota musical. Quando Kate volta à cidade depois de um longo período, August recebe a missão de ficar de olho nela, disfarçado de um garoto comum. Não vai ser fácil para ele esconder sua verdadeira identidade, ainda mais quando uma revolução entre os monstros está prestes a eclodir, obrigando os dois a se unirem para conseguir sobreviver.

Depois de duas séries da autora, enfim acredito que encontrei o enredo que mais me identifico. A Melodia Feroz foi um livro que comecei sem muitas expectativas — vim de uma leitura mediana da Victoria Schwab — e quando me toquei, estava me maravilhando com a história. Sempre ouvi muitos elogios, e agora pude comprovar que é realmente o melhor dela!

30 de mai de 2018

[Resenha] Rebelde/Um Mundo Novo

em 30 de mai de 2018

25 comentários
Livro: Rebelde / Um Mundo Novo #6
Série: Coleção MacGregor
Autora: Nora Roberts
Editora: Harlequin Books
Páginas: 320
Gênero: Romances de Época
Nota: ⭐⭐⭐⭐
No século XVIII, uma época em que combates sangrentos eram travados em nome da honra, as mulheres MacGregor passaram por muitas dificuldades para defender sua família. Em meio a tudo isso, duas integrantes do clã se destacam. Serena MacGregor acaba se envolvendo com um suposto inimigo, o inglês Brigham Langston. Encontrar dentro de si o que será necessário para viver esse amor exigirá muita coragem... mas isso é algo que Serena tem de sobra.  Anos depois, o jovem soldado Ian MacGregor se vê à beira da morte e acaba encontrando Alanna Flynn, que além de salvar sua vida o ensinará que, às vezes, as maiores batalhas que enfrentamos são aquelas que ocorrem em nossos corações. Em Rebelde e Um mundo novo, Nora Roberts nos encanta com o passado da família MacGregor, mostrando que, independentemente dos lados no campo de batalha, quando se trata de amor ele sempre vencerá.

Fiquei feliz quando descobri que Rebelde/Um Mundo Novo iria retratar a história dos MacGregors sendo um romance de época. E melhor ainda, seria um romance de época de escoceses. Com dois subgêneros favoritos, não poderia ser para menos que eles me encantariam. Duas histórias semelhantes e que interligam-se de modo fenomenal.

28 de mai de 2018

[Resenha] Mil Beijos de Garoto

em 28 de mai de 2018

27 comentários
Livro: Mil Beijos de Garoto
Autora: Tillie Cole
Editora: Outro Planeta
Páginas: 400
Gênero: YA / Romance
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐💗
Um beijo dura um instante. Mas mil beijos podem durar uma vida inteira. Um garoto. Uma garota. Um vínculo que é definido num momento e se prolonga por uma década. Um vínculo que nem o tempo nem a distância podem romper. Um vínculo que vai durar para sempre. Ao menos era o que eles imaginavam. Quando, aos dezessete anos, Rune Kristiansen retorna da Noruega para o lugar onde passou a infância – a cidade americana de Blossom Grove, na Geórgia –, ele só tem uma coisa em mente: reencontrar Poppy Litchfield, a garota que era sua cara-metade e que tinha prometido esperar fielmente por seu retorno. E ele quer descobrir por que, nos dois anos em que esteve fora, ela o deletou de sua vida sem dar nenhuma explicação.

Mil Beijos de Garoto é um livro que qualquer leitor apaixonado por romance não coloca defeitos. É realmente impactante, toca e emociona trazendo uma lição excepcional. Tillie Cole era uma autora que sempre ouvia elogios da sua escrita, e pude comprovar o quanto ela é incrível.

26 de mai de 2018

[Resenha] Fahrenheit 451

em 26 de mai de 2018

7 comentários
Livro: Fahrenheit 451
Autor: Ray Bradbury
Editora: Folha de S.Paulo
Gênero: Distopia
Páginas: 168
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Queimar livros foi um recurso usado em tempos sombrios, como o da Santa Inquisição e o do nazismo, para eliminar ideias resistentes à crença sanitária no pensamento único. No mundo futuro concebido por Ray Bradbury (1920-2012) em Fahrenheit 451, ler tornou-se um ato subversivo e os que insistem em ter pequenas bibliotecas às escondidas podem virar cinzas junto com seus volumes. O devaneio, a poesia, a filosofia e a ficção foram extintos porque não se admite perder tempo com algo que, em vez de puro entretenimento, ofereça inquietação e angústia. Como toda ficção científica, essa distopia publicada em 1953 emite os sinais negativos da época em que foi escrita. Mas, se a redução das ideias ao binarismo, o desprezo ao intelectual, o fluxo de informações num nível inassimilável e a suspeita de qualquer sinal de melancolia já eram considerados fatores de risco em meados do século passado, nossa civilização anestésica fez do futurismo de Bradbury um gênero bem mais próximo do realismo.

Um dos maiores desafios da minha vida literária é me instigar a ler clássicos durante o ano. E motivada por um dos desafios da Maratona Literária de Outono, enfim tirei da estante Fahrenheit 451. Surpreendida positivamente com o conteúdo, é um tipo de distopia que nos faz pensar como seria o mundo sem o conhecimento, sem livros?!

23 de mai de 2018

[Resenha] Um Encontro de Sombras

em 23 de mai de 2018

13 comentários
Livro: Um Encontro de Sombras #2
Série: Tons de Magia
Autora: V. E. Schwab
Editora: Grupo Editorial Record
Páginas: 560
Gênero: Fantasia
Nota: 3.5/5
Kell e Lila estão de volta nesta sequência de Um Tom Mais Escuro de Magia. Quatro meses se passaram desde que a pedra sombria caíra nas mãos de Kell. Quatro meses desde que seu caminho cruzara com o de Delilah Bard. Quatro meses desde que Rhy fora ferido, que os gêmeos Dane foram derrotados e que a pedra fora enviada com o corpo moribundo de Holland, pelo portal, de volta para a Londres Preta. Em diversos aspectos, as coisas quase voltaram ao normal, apesar de Rhy ficar mais tempo sóbrio e de Kell estar sempre assolado pela própria culpa. Inquieto e tendo desistido dos contrabandos, Kell é frequentemente visitado por sonhos sobre acontecimentos mágicos de mau agouro, acordando apenas para pensar em Lila, que desapareceu no píer como sempre desejara fazer. Conforme a Londres Vermelha finaliza as preparações para os Jogos Elementais (uma competição de magia internacional e extravagante com o intuito de entreter e manter saudáveis os laços entre os países vizinhos), certo navio pirata se aproxima, trazendo velhos amigos de volta ao porto da capital. Mas, enquanto a Londres Vermelha está absorta em bajulações e nas emoções dos Jogos, outra Londres está gradualmente voltando à vida, e aqueles que se pensava estarem perdidos para sempre retornaram. Afinal, uma sombra que se esvai no meio da noite reaparece pela manhã, e tudo indica que a Londres Preta se ergueu novamente. Sendo assim, para manter o equilíbrio da magia, outra Londres deve perecer.

Um Encontro de Sombras é aquele tipo de livro que agrada um público específico de leitores de fantasia. Trazendo um desenvolvimento e introdução de uma nova aventura, nele não existe ação ou situações eletrizantes. É o começo de algo maior que virá no terceiro e último volume da trilogia.

21 de mai de 2018

[Séries] Séries para Finalizar em 2018

em 21 de mai de 2018

6 comentários

Como qualquer outro leitor, principalmente aqueles que gostam de séries, sempre teremos um considerável número de sagas para acabar. O mercado literário sempre lança mais e mais, e atualmente os autores entraram na onde de "quanto mais melhor". A partir disso resolvi montar uma lista de séries que pretendo terminar esse ano — vamos botar fé haha — como meta. Todos os citados já estão na minha estante, então é só criar coragem para ler. Vamos ver quais são?!

18 de mai de 2018

[TAG] Twilighter Booktag

em 18 de mai de 2018

11 comentários

Olha mais uma TAG aparecendo por aqui gente! Criada pela Beatriz Paludetto, ela trouxe de volta a nostalgia que foi a época em que tivemos o boom de Crepúsculo. Eu como grande fã — sim não nego minhas origens e ainda me considero como uma — não poderia deixar de respondê-la. Então vamos entrar nesse túnel do tempo?! Afinal, mesmo que não tenha gostado, conhece e sabe do estou que foi.


16 de mai de 2018

[Resenha] Sangue por Sangue

em 16 de mai de 2018

14 comentários
Livro: Sangue por Sangue #2
Série: Lobo por Lobo
Autora: Ryan Graudin
Editora: Seguinte
Páginas: 472
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐⭐💗
Para o Terceiro Reich, a Segunda Guerra Mundial pode ter acabado, mas para a resistência a luta está apenas começando. Yael é sobrevivente de um campo de extermínio e tem uma habilidade especial é uma metamorfa, capaz de mudar a aparência física e assumir a forma de qualquer pessoa. Ela também é uma garota em fuga o mundo acabou de vê-la atirar e matar Adolf Hitler. Yael é a inimiga número 1 da Germânia e de seus aliados, e vai precisar se infiltrar no território inimigo mais uma vez se não quiser pagar com o seu próprio sangue. Em meio a segredos sombrios acompanhados por verdades obscuras, apenas uma pergunta paira na mente de todos do grupo de Yael o quão longe você iria por aqueles que você ama.
*possível spoilers do primeiro volume SOMENTE no resumo. Pular para o TERCEIRO parágrafo.

O que ansiava se cumpriu: Sangue por Sangue realmente é um livro que detém toda a ação e leva boa parte, se não toda, as indicações para a leitura da duologia Lobo por Lobo. Contando uma história de enredo único e diferente, é uma recomendação para aqueles que querem fantasias além do comum.

TOPO