14 de mar de 2018

[Resenha] É Assim Que Acaba

em 14 de mar de 2018

15 comentários
Livro: É Assim Que Acaba
Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Páginas: 368
Gênero: Romance
Nota: ⭐⭐⭐⭐💗
Lily nem sempre teve uma vida fácil, mas isso nunca a impediu de trabalhar arduamente para conquistar a vida tão sonhada. Ela percorreu um longo caminho desde a infância, em uma cidadezinha no Maine: se formou em marketing, mudou para Boston e abriu a própria loja. Então, quando se sente atraída por um lindo neurocirurgião chamado Ryle Kincaid, tudo parece perfeito demais para ser verdade. Ryle é confiante, teimoso, talvez até um pouco arrogante. Ele também é sensível, brilhante e se sente atraído por Lily. Porém, sua grande aversão a relacionamentos é perturbadora. Além de estar sobrecarregada com as questões sobre seu novo relacionamento, Lily não consegue tirar Atlas Corrigan da cabeça — seu primeiro amor e a ligação com o passado que ela deixou para trás. Ele era seu protetor, alguém com quem tinha grande afinidade. Quando Atlas reaparece de repente, tudo que Lily construiu com Ryle fica em risco. Com um livro ousado e extremamente pessoal, Colleen Hoover conta uma história arrasadora, mas também inovadora, que não tem medo de discutir temas como abuso e violência doméstica. Uma narrativa inesquecível sobre um amor que custa caro demais.

Existem livros que mexem com nossos sentimentos e existem livros que tocam nossos sentimentos. Colleen Hoover sempre teve o dom de nos fazer sentir o que os personagens estão passando. Com É Assim Que Acaba não foi diferente, no entanto é realmente mais intenso que qualquer outro escrito por ela.

Lily é uma garota que sempre correu atrás dos seus sonhos. Aos 24 anos morando em Boston e sonhando em ter sua própria floricultura, vê seu mundo virar de cabeça para baixo quando conhece Riley Kincaid: um neurocirurgião apessoado que faz seus sentimentos irem à loucura. Tudo parece perfeito na vida da Lily. Perfeito até demais. Na ida a um novo restaurante, ela reencontra Atlas Corrigan — seu primeiro grande amor. Trazendo de volta recordações fortes, Lily se vê impactada com este reaparecimento, colocando em dúvida seu relacionamento com Riley.


Acredito que serei mais uma no grande público que sempre indica e rasga elogios a autora. Não tem como ser diferente. Trazendo uma realidade que choca, que ocorre no dia-a-dia, é impossível não ser tocado pelos enredos. E aqui teremos ainda mais elementos que nos deixam conectados: a empatia por uma igual.

Falar de abuso doméstico para nós mulheres não é fácil. A todo instante senti na pele a confusão mental que a protagonista passava, a sua indecisão quanto ao quer fazer, ao que decidir porque SOMOS mulheres. Somos suscetíveis a estes acontecimentos — mesmo achando que não — pois ainda vivemos numa sociedade desigual. Em diversos momentos me coloquei no lugar de alguém que passa por isso — e acredito que seja o objetivo da trama — percebendo que não é uma luta interna simples. Colleen Hoover nos faz entender por outra perspectiva como é difícil desligar-se e desprender-se de abuso físico. Entendemos internamente as pessoas que passam por esta fatalidade.

"Todo mundo erra. O que determina o caráter de uma pessoa não são os erros cometidos. É como ela usa esses erros e os transforma em aprendizados, não em desculpas." pág. 191

É um desenvolvimento espetacular, que se inicia de forma “leve”, aos poucos deixando claro o caminho que toma. Por mais que soubesse quais temas seriam abordados, não deixei de obter surpresas com algumas situações. Temos reviravoltas de deixar o queixo caído. Aliás, temos um outro tema que é abordado de maneira superficial, mas de suma importância na atualidade. São tópicos assim que tornam um romance único. Aliado a uma escrita fluida, boa e que prende, claro que entra para um dos melhores do gênero.

Como falei um pouco antes, Lily é uma protagonista que deixa sua marca em cada leitor que a conhece. Atlas é outro que na medida que compreendemos seu passado e trajetória, deixa seu registro como protagonista forte. Riley é que talvez seja o mais emblemático. Sem tentar dar spoilers, ele fará o leitor viver uma montanha-russa de emoções ao longo das páginas. Acredito que mais do que nossa personagem principal, a construção dele foi minuciosa. Era necessário ter os altos e baixos; era necessário vermos algo que às vezes na realidade não captamos.


E sem deixar a peteca cair, terminamos a narrativa no ápice. Um final que na minha opinião foi excelente, bem executado, planejado e que me encheu de lágrimas. Foi acertado a escolha de decisão para o que ocorreria no romance, além da frase final que desmancha qualquer um. Aconselho a não ler o dito cujo antes de acabar. Sério, deixe o choque te contagiar haha

De uma forma geral, considero É Assim Que Acaba um dos melhores livros da autora — no meu coração ainda não desbanca Too Late e Um Caso Perdido. Difícil colocar defeitos e pontos negativos em algo que foi trabalhado primorosamente. Desde que conheci sua sinopse lá em 2016, sabia que seria um volume polêmico no bom sentido. Agora, ler e saber que as opiniões que elogiavam não estavam enganadas é melhor ainda. Recomendadíssimo! Um adendo: leiam a nota da autora. Conseguimos entender melhor toda luta interna para escrever uma história assim.

"Enquanto o encaro, penso em como é fácil julgar os outros quando estamos de fora. Eu, inclusiva, passei anos julgando minha mãe." pág. 334

Na parte física, Galera Record sempre acerta em manter a capa original. Temos uma alusão do que virá acontecer com o vaso e flores quebrados — além de possuir uma conexão com o conteúdo. Na parte interna temos uma diagramação padrão da editora, sem detalhes à mais. A revisão possui alguns erros ortográficos. Nada exagerado.

A Galera Record anunciou o próximo livro da autora a ser lançado, Too Late inicialmente previsto para o 2° semestre, e como li a história por tradução autorizada de fã-clube, ficarei feliz em ter minha edição física para reler. Estou ansiosa para o próximo! Espero que tenham gostado.

E vocês, leram É Assim Que Acaba? Conheciam a Colleen Hoover? Deixa nos comentários!

15 comentários :

  1. Oi Carol, como vai?
    Esse é um dos lançamentos que mais quero comprar e ler esse ano, mas, o preço dele não está ajudando muito...kkk
    Gostei da sua resenha, ela me deixou ainda mais curiosa para ler o livro.

    Beijos e abraços
    http://vickyalmeida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ola
    Não li muitos livros dela, não faz muito meu estilo de leitura, mas li tantas dicas sobre esse livro e somente uma ruim que estou pensando em ler. Quem sabe mais pra frente eu leio?
    Gostei do post e adorei as fotos.
    temas polêmicos tendem a chamar mais a atenção mesmo, muitos se identificam.
    Bjus

    ResponderExcluir
  3. Eu estou louca por esse livro, preciso muito dele, mas o valor anda bem salgado, eu vou esperar as promoções de fim de ano para comprar. Adorei ver a tua resenha sobre ele, só me confirmou que vou amar a leitura.

    ResponderExcluir
  4. olá, confesso que tentei ler algo dela mas a escrita naõ me agradou.. fico feliz que vc tenha se envolvido tanto com a leitura desse novo título... espero que a versão física do próximo seja bonita como essa...
    bjs ^^

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Eu li esse livro o ano passado e ainda não superei o quanto amei a leitura. Foi um dos livros mais intensos e impactantes que já li, porque a CoHo faz com que a gente realmente se sinta no lugar da Lily e tenha os mesmos dilemas que ela em relação à situação que ela estava vivendo.
    Adorei sua resenha e concordo com tudo que falou. Esse é o meu livro favorito dela, por enquanto, mas eu ainda não li os dois que você mencionou. Porém, pela importância do tema e o quanto me apeguei aos personagens, duvido que ele seja desbancado haha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Nossa, fiquei super curiosa sobre esse livro. Adorei a sinopse e a carga emocional da sua resenha ajudaram bastante. Acho que vou começar a ler essa autora a partir desse livro. rsrs
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  7. Olá! Fiquei sabendo desse livro logo que estava em lançamento, mas confesso que não me interessei por conta do enredo, e dos elementos que envolvem a trama.
    A resenha ficou muito boa e explicativa, trouxe elementos importantes mas sem exagerar.. Muito bacana!

    Beijos,
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  8. Esse é um dos livros da Colleen que mais quero ler. Achei o tema abordado na obra super importante, além de querer conhecer mais dos protagonistas. E pela sua resenha, acho que vou amar essa leitura.

    ResponderExcluir
  9. Eu nunca li nada da Colleen Hoover e me sinto culpada por isso hahahahha.. EU estou doida por esse volume, achei a edição linda e estou bem curiosa pela história.

    Beijos
    www.saidaminhalente.com

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu amo a CoHo. Suas histórias são muito envolvente e repleta de sentimentos que deixam a gente emocionado. Confesso que passei por alto em algumas partes na sua resenha pois estou esperando meu livro chegar e não quero pegar spoilers.
    Mas certamente vou me emocionar!
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Amo a autora! E este já esta na minha lista para este semestre ainda! Ela tem um escrita maravilhosa e raras vezes decepciona! Amei sua resenha e se queria ler, agora não tenho duvidas que devo ler!

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem Ana?

    Tem algum tempo que quero ler os livros da Colleen, pois eu ainda não li qualquer livro dela, espero fazer isso esse ano. Adorei a sua resenha, esse parece ser um livro com uma história envolvente. Dica anotada!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Sim, a Colleen realmente tem o dom de nos fazer sentir como os personagens, não é à toa que ela é uma das minhas autoras preferidas da vida. Saber que esse é ainda mais intenso me deixou mais que louca pra conferir, espero ter logo a oportunidade de ler!

    ResponderExcluir
  14. Collen é uma autora genial. Este livro tem uma história intensa que me muito me interessa. Gostei da resenha. Ótima dica.

    ResponderExcluir
  15. Oi, Carol!

    Sua resenha está maravilhosa, o que me dá uma vontade maior de ler esse livro que eu comprei na pré-venda e está na lista de espera para minhas leituras.
    Fico feliz em saber que você gostou, espero gostar também!
    Um abraço,
    Drica.
    https://testelivroseideias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá! Colocar um comentário me deixaria muito feliz pois saber sua opinião é essencial para o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre :)

TOPO