21 de mar de 2018

[Resenha] Hoje e Sempre

em 21 de mar de 2018

19 comentários
Livro: Hoje e Sempre #5
Série: Coleção MacGregor
Autora: Nora Roberts
Editora: Harlequin
Páginas: 192
Gênero: Romance
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Daniel MacGregor sempre soube que construiria um império. Por isso, aos 30 anos e trabalhando para conquistar seu segundo milhão, ele decide que é a hora certa de encontrar a mulher perfeita para casar e começar uma família. As melhores candidatas são aquelas de linhagem forte, silenciosas, bonitas e que queiram ficar em casa cuidando dos futuros filhos. Anna Whitfield não se encaixa nesse perfil. Ela é a única mulher da turma de medicina e aspira ser uma ótima cirurgiã. A última coisa que Anna deseja é se casar e ter filhos, pois isso iria interferir na sua dedicação à carreira médica. Mas Daniel não vai deixá-la fugir da atração que sentem, mesmo que para isso tenha que ignorar seus instintos que imploram por um casamento e aceitar a proposta de Anna de apenas morarem juntos. Essa situação será um escândalo que apenas o amor poderá superar! Finalizando o arco da família MacGregor, Hoje e sempre vai emocionar as leitoras com uma história controversa e repleta de amor!

O segundo contato com Nora Roberts e com a família MacGregor só afirmou aquilo que esperava: uma ótima leitura que agrada qualquer leitor de romances. Mais do que um mero desenvolvimento de casal, a autora trouxe alguns questionamentos relevantes e que adicionam tensão a algo que por si só era bom. Hoje e Sempre me conquistou já na sinopse.

Daniel MacGregor após conquistar bens materiais e construir um império, decide que é a hora de formar uma família. Precisando de uma esposa obediente e que tome conta dos seus filhos, perfeita dona de casa, ele se vê encantado por uma que é o oposto. Anna Whitfield é a única mulher da turma de Medicina. Indo contra o que a sociedade patriarcal da época impõe, por mais que Daniel se deslumbre por ela, entende que não conseguirá atender as expectativas que ele espera em uma mulher. No entanto, a paixão dos dois é impactante para deixar ser ignorada. Tentando driblar os percalços que podem separá-los, eles se esforçarão para viverem juntos. Será capaz do convívio do dia-a-dia mudá-los? E as decisões, será que prejudicarão o amor?


O que mais me deixou feliz na história foi encontrar uma mocinha completamente diferente do que imaginava. Pensando que seria algo partindo para o irritante na personalidade da Anna, me vi fascinada quando encontrei alguém de opiniões fortes que por uma circunstância se rende ao amor. Diversos momentos veremos um embate coração e razão que é passível de acontecer na vida real. Gosto do reforço de conquista própria, de realizar-se pessoalmente primeiro para depois doar-se a alguém. O tão sonhado diploma da protagonista é algo que ela quer, luta, e mesmo tentada diversas vezes a submeter-se aos sentimentos, os segurou até o final para ser completa e feliz sozinha primeiramente.

Não sendo o único destaque, nosso mocinho cabeça-dura dará a trama seus momentos explosivos e até mesmo de risos com as discussões calorosas que surgirão entre eles — os temperamentos são fortes. Acho incrível que em prol do amor possam ocorrer rendições específicas que fazem valer o significado de ter um companheiro. Aqui teremos muito de decisões, concessões e principalmente entendimento. A chave fundamental — e que será o responsável pelo possível final feliz — é a compreensão do que o outro quer. Ambições diferentes, focos distintos os fariam andar em caminhos contrários, contudo quando a compreensão de que o sonho do outro tem importância, o convívio perpetua. 

"Ela o compreendia agora, talvez até demais para  seu próprio bem. Percebeu que lá, no penhasco exposto ao vento, no meio da terra árida que Daniel tinha escolhido ela, finalmente, de maneira irreversível, havia se apaixonado. Mas, com a compreensão, só vieram mais perguntas." pág. 100 

Acho que o único ponto ruim é ser um volume curto rs. A leitura traz uma fluidez gostosa, que você termina querendo mais. É um enredo que denota um pouco daquele ar de lembranças antigas. Inicia-se no tempo atual com filhos e netos, retrocedendo para quando se conheceram. Não sou adepta a este tipo de narrativa, entretanto como é algo de 2 capítulos — o primeiro e o epílogo — você não capta com afinco esta mudança de tempo.

Queria também falar de alguns personagens secundários que trouxeram elementos excelentes. A amiga da Anna — uma paciente idosa internada — o mordomo do Daniel e até mesmo a mãe da personagem principal, tiveram participações rápidas mas que fizeram diferença. Seja em um conselho ou em um momento de risada, a autora soube explorar o plano de fundo. Destaco como ponto positivo.


De uma forma geral, as 192 páginas me limitam a falar mais para não dar spoilers. É um empoderamento feminino sem deixar desequilibrar a balança da construção de um amor cativante. Não esperava algo parecido, e por isso acho que é uma ótima escolha do gênero. Até mesmo as cenas ditas mais sensuais, a autora sabe como conduzir sem ser tão descritiva. Mais que recomendado!

Na parte física, essa nova "estruturação" que a Harlequin trouxe foi acertada. A edição está impecável: capa bonita, miolo com boa diagramação e revisão, detalhes inseridos que dão charme. Minha opinião é que não existe nada a reclamar. A narrativa é feita em 3° pessoa tanto pelo ponto de vista masculino principal quanto do ponto de vista feminino principal.

"O pensamento mexeu com ela. Ele a queria. Anna poderia ter passado a vida sem que alguém abrisse os bloqueios que mantinha em seus sentimentos. Como seria sua vida, então?" pág. 122

Uma observação a ser levantada é que Hoje e Sempre faz parte de uma série — Coleção MacGregor — contudo cada exemplar pode ser lido de forma independente pois traz um cônjuge diferente. Eu mesma li somente o volume 1 e agora o volume 5, não sentindo falta de qualquer informação que possa ter dado em antecessores. Leia aquele que mais te chama atenção. 

Uma lista de outras obras da Nora Roberts está sendo preparada pois suas impressões deixadas são boas. E claro, colocar em dia a série afinal esta família nos deixa mais ansiosa ainda em ler sobre os outros. Pretendo mudar esta situação ainda esse ano. Espero que tenham gostado!


E vocês, conheciam a coleção? Já leram algo da Nora Roberts? Deixa nos comentários!

Resenhas anteriores:
Jogo de Sedução #1

19 comentários :

  1. Oie!

    Eu até hoje não encontrei uma personagem da autora que seja chata ou irritante, são todas fortes, todas lutam por aquilo que acreditam, amo demais as obras dela, e essa série quero comprar para ler, acredito que irei amar, tirando essa capa linda *--*

    Bjss

    ResponderExcluir
  2. Ola
    Não li nada da Nora até agora, mesmo porque a lista de livros é longaaaaaa. Mas essa série me chamou atenção pelo fato de todas as leitoras suspirrem e por falarem que é uma leitura rápida, o que as vezes é o que preciso, Fico fora com minha filha em terapias e as vezes quero um livro curtinho, para ler enquanto espero por ela , e como a leitura é fluida vou anotar a dica com ceretza.
    Bjus

    ResponderExcluir
  3. Outro dia desses eu ganhei um exemplar do terceiro volume dessa série e fiquei na dúvida do que fazer com ele, já que não tinha dos dois primeiros e achei que eram uma sequência. Ainda estava na dúvida se investia e comprava os livros que me falta e sua resenha, além de esclarecer minha dúvida, me deixou animada, porque esse parece ser o tipo de livro que me agrada bastante!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  4. Nora nunca funcionou para mim mas ando me indicando muito esse livro, talvez eu dê uma nova chance para ela, quem sabe com esse livro, ele parece ser bem leve e interessante.
    Obrigada pela dica.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá, eu não li nada dessa autora e só leio coisas positivas, mas não sei por onde começar. Vou anotar aqui para ver se início por essa série

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem? Nunca me interessei por essa autora e, lendo apenas a trama, parece algo bem reciclado e até bastante machista. Mas o fato de a protagonista se colocar em primeiro lugar e priorizar seu lado profissional me fez conectar muito com ela, pois eu sou exatamente igual - acho que eu acabo priorizando tanto o lado profissional que acabo até mesmo ~me~ deixando de lado, imagine as outras pessoas haha. Não pretendo fazer essa leitura agora, mas anotei a dica, com certeza! Adorei a resenha! :)

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Não conhecia essa coleção, mas confesso que adorei sua resenha e agora estou feliz em saber que ela existe.
    É bom ver uma protagonista que se destaca, que foge dos padrões de mocinha que conhecemos. Mas confesso que a história em si não me prendeu. Parece ser um excelente romance, mas não é algo que eu leria num futuro próximo. Talvez mais pra frente...

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  8. Oie! Tudo bem?
    Quero muito ler algum livro da Nora, sempre leio ótimas críticas com relação aos livros da autora! Essa série me chamou a atenção, é muito bom quando a mocinha nos surpreende! Uma leitura bem prazerosa com certeza, principalmente para quem ama romances assim como eu!

    Beijos,
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Não sou chegada em romances, mas resolvi dar uma chance a eles. Quem sabe não leio Nora Roberts, já que todo mundo elogia? Adorei saber que essa série pode ser lida independente, até facilita na hora de escolher.
    Bjs floooor

    http://cariocadointerior.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Estou adorando essa série, os enredos são simples, gostosos e leves. Já separei meu exemplar para ler.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  11. Boa noite
    Ainda não conhecia essa coleção, li pouco da autora até hj mas gostei do q li, escreve bem demais tanto como Nora quanto como J.D. Robb!!

    ResponderExcluir
  12. Nora Robert é a melhor, tenho alguns preferidos dela. Esse livro me interessou pela protagonista ser forte e particularmente por tomar rédeas de sua vida. Muito boa a sua resenha. Bjus Isa Miranda

    ResponderExcluir
  13. Olá,

    Eu vejo muito esses livros pelas Americanas e ficava na dúvida se comprava ou não, porque acho eles bem pequenos, mas com suas resenhas e essa independência entre os livros da mesma série, fiquei mais animada e curiosa para conhecer essa família.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oiiii,

    Nunca li nada da Nora Roberts, mas achei sua resenha muito interessante e gostei que a mocinha não era aquilo que você esperava de uma forma positiva e é sempre bom quando isto acontece. Acho que a pior coisa de um livro curto é quando a história e é muito boa e aí a gente fica com a sensação de que podiam ter mais páginas para nós podermos nos apaixonar mais. Gostei da dica e vou deixar ela anotadora aqui.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  15. Os livros dessa série são bem curtinhos mesmo, até fiquei surpresa qndo decidiram lançar no formato de livraria pq achei que ficaria muito fininho, e realmente ficou.
    Eu tenho a edição antiga, de banca mesmo e adorei a leitura desse livro
    bjos
    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir
  16. Oie,
    Adorei a resenha, apesar de ter pouco contato com a Nora, os poucos que li me mostraram o quanto ela lida bem com o romance, a trajetória do casal é sempre encantadora e viciante. Vai pra lista com certeza.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Eu sou apaixonada pelos livros da Nora Roberts e estou louca para ler essa série dela, adorei a sua resenha e fiquei ainda mais ansiosa para a leitura.

    ResponderExcluir
  18. Olá!

    Ainda não consegui ler nada da Nora (triste, eu sei), mas esse livro parece ser bem rapidinho e gostoso, sua opinião só me deixou com mais vontade ainda não apenas de ler algo da autora como começar por esse livro em específico. Obrigada pela dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Oie...
    Eu sou completamente apaixonada por essa autora! Sei que sou suspeita pra falar, mas, acho todas as suas obras extremamente fluídas e deliciosas... O fato de esse ser fininho realmente deve deixar aquela sensação de quero mais... Adorei!
    Direto para os desejados

    ResponderExcluir

Olá! Colocar um comentário me deixaria muito feliz pois saber sua opinião é essencial para o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre :)

TOPO