30 de abr de 2018

[Resenha] Cretino Abusado

em 30 de abr de 2018

16 comentários
Livro: Cretino Abusado #1
Série: Cocky Bastard
Autoras: Penelope Ward e Vi Keeland
Editora: Essência
Páginas: 272
Gênero: Romance/Erótico
Nota: ⭐⭐⭐
Após ser traída pelo ex-namorado – chefe da firma de advocacia em que trabalhava – Aubrey decide que precisa de um recomeço. Deixa tudo para trás e aceita um emprego em uma startup na Califórnia, Estados Unidos, e parte em uma viagem de carro que mudará toda a sua vida. Em uma parada na estrada, Aubrey conhece Chance, um homem atraente que viajava de moto. Com o corpo perfeito e sotaque australiano, o ex-jogador de futebol era bem convencido e arrogante. Quando sua moto quebra, Chance precisa da ajuda de Aubrey. Ele promete levá-la em segurança até seu destino em troca de uma carona, e os dois decidem seguir viagem juntos. Aubrey está traumatizada após seu último relacionamento, mas sente uma atração incontrolável por aquele cretino abusado. Apesar da ligação cada vez mais forte entre os dois, Chance guarda um segredo que poderá separá-los para sempre.

Cretino Abusado possuía todos os elementos para ser um ótimo romance, mas do meio do enredo até final as coisas começaram a desandar. Seguindo caminhos que não são do meu agrado no gênero, ele decaiu em qualidade e deixou uma impressão ruim. Não é algo que leria novamente apesar de amar uma das autoras.

27 de abr de 2018

[Resenha] Leis da Tentação

em 27 de abr de 2018

9 comentários
Livro: Leis da Tentação #2
Série: Saints of Denver
Autora: Jay Crownover
Editora: V&R
Páginas: 432
Gênero: Jovem Adulto/Erótico
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐
Avett é a clássica “filhinha de papai”. Sempre teve tudo o que quis. Mesmo assim, abandonou a faculdade e o emprego, ficando totalmente sem grana. E, como se não bastasse, ela se apaixonou pelo cara errado, o que resultou no seu envolvimento em um assalto e numa fuga de traficantes perigosos. A única coisa que restou à moça de cabelo rosa, enfim, foi o uniforme de presidiária. Em uma sala na penitenciária, Avett está frente a frente pela primeira vez com Quaid Jackson, um competente e charmoso advogado criminalista. Recém-divorciado, ele aceita o caso como um grande desafio. Mas precisa ser profissional o bastante para não ser convencido por sua cliente a afrouxar a gravata. Nada nessa relação segue um protocolo. Avett e Quaid são aparentemente opostos, mas o correr dos dias só prova o contrário. Feridos pelo passado, os dois só têm um ao outro e, à medida que a troca de confidencias íntimas se intensifica, o amor surge de maneira avassaladora. Leis da tentação é uma narrativa quente, que pode ser vivida sem julgamentos ou punições.

Considerando como um dos melhores enredos da série Saints of Denver, Jay Crownover arrasa em uma história que te toca, consome e maravilha. Já sou rendida por tudo que a autora escreve, porém Leis da Tentação tem aquele "tcham" fascinador.


25 de abr de 2018

[Resenha] Lobo por Lobo

em 25 de abr de 2018

9 comentários
Livro: Lobo por Lobo #1
Série: Lobo por Lobo
Autora: Ryan Graudin
Editora: Seguinte
Páginas: 360
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐
O Eixo ganhou a Segunda Guerra Mundial, e a Alemanha e o Japão estão no comando. Para comemorar a Grande Vitória, todo ano eles organizam o Tour do Eixo: uma corrida de motocicletas através das antigas Europa e Ásia. O vencedor, além de fama e dinheiro, ganha um encontro com o recluso Adolf Hitler durante o Baile da Vitória. Yael é uma adolescente que fugiu de um campo de concentração, e os cinco lobos tatuados em seu braço são um lembrete das pessoas queridas que perdeu. Agora ela faz parte da resistência e tem uma missão: ganhar a corrida e matar Hitler. Mas será que Yael terá o sangue frio necessário para permanecer fiel à missão?

Mesmo após 5 dias da leitura realizada, não sei definir meus sentimentos sobre Lobo por Lobo. Era uma obra que esperei bastante tempo para adquirir — me interessei desde o lançamento em 2016 — que concretizada, não foi algo ruim mas que também não se encaixa como excelente. A autora tem mais o que dar e explorar.

23 de abr de 2018

[Resenha] Uma Mentira Perfeita

em 23 de abr de 2018

26 comentários
Livro: Uma Mentira Perfeita
Autora: Lisa Scottoline
Editora: HarperCollins Brasil
Páginas: 400
Gênero: Thriller 
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Chris Brennan acaba de se mudar para Central Valley, na Pensilvânia. Ele veio atrás de um emprego como professor substituto e treinador de beisebol na escola de ensino médio local, com um currículo impecável e boas maneiras que só um bom homem poderia ter. Mas tudo sobre ele é uma mentira. Seu nome é um pseudônimo, seu currículo é falso. E ele veio para a cidade com um plano, que a princípio é perfeito – e para cumpri-lo, precisa ficar de olho no time de beisebol. Encontrar o que precisa para cumprir seus planos não deve ser tarefa difícil, e Chris foca sua busca em três meninos cujas vidas (e as de suas mães) giram em torno do time: Raz Sematov, o arremessador, um menino geralmente alegre e bem humorado que acabou de perder o pai; Evan Kostis, que é rico, mimado e problemático além de ser a sensação do time, e Jordan Larking, o novato, um garoto tímido e reservado. Encantador e repleto de suspense, A mentira perfeita é um incrível thriller emocional, uma história criminal suburbana que prende os leitores até o final, com reviravoltas impressionantes e personagens que você não esquecerá facilmente.

Para meu primeiro thriller — exatamente, não sou de ler o gênero — saio feliz com o que encontrei. Cheio de reviravoltas do início ao fim, a leitura fluiu muito bem, além de deixar aguçada a curiosidade com o que sucederia. Questionando na totalidade e todos, Uma Mentira Perfeita é aquele livro que torna os personagens inesquecíveis.

20 de abr de 2018

Autores Mais Lidos da Estante

em 20 de abr de 2018

12 comentários

Como sempre gosto de comparar meu antigo eu com o novo que está sendo formado, trouxe novamente os Autores Mais Lidos da Minha Estante, desta vez em um TOP 10. Com uma mistura maior de gêneros do que anteriormente, me surpreendi em ver alguns autores na lista e outros que não tive a percepção da quantidade já lida. Em ordem decrescente, falarei do autor mais lido para o menor. Vamos lá?!


18 de abr de 2018

[Resenha] A Rosa Branca

em 18 de abr de 2018

12 comentários
Livro: A Rosa Branca #2
Série: A Cidade Solitária
Autora: Amy Ewing
Editora: LeYa
Páginas: 320
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐⭐
No livro "A Joia", primeiro volume da série - A Cidade Solitária - Violet Lasting é comprada por uma das mulheres mais poderosas da realeza, a Duquesa do Lago, e vai viver com ela na Joia, o círculo onde mora toda a nobreza. Agora, Violet tem de fugir da Joia, do círculo nobre da Cidade Solitária para salvar a própria vida e a do seu amor, Ash. Junto com seu amado e Raven, sua melhor amiga, Violet tenta se libertar da terrível vida de servidão e crueldade. Só que ninguém disse que deixar a Joia seria fácil, e ela terá que passar por grandes obstáculos. No meio disso tudo, a jovem ainda descobre que há uma revolução sendo planejada contra a realeza e que seu papel nisso é fundamental. É hora de Violet descobrir que é muito mais poderosa do que sempre imaginou! A Rosa Branca é o segundo volume da trilogia "A Cidade Solitária" e traz novas e incríveis reviravoltas. Será impossível não ficar ansioso pelo último livro da saga.

Após a leitura do primeiro volume, as expectativas e ansiedade estavam grandes para A Rosa Branca. E ele não decepcionou: cheia de altas aventuras e surpresas, te conquista do início ao fim!

16 de abr de 2018

[Resenha] Your Name

em 16 de abr de 2018

21 comentários

Depois de um tempo afastada das leituras de mangás, retornei com um que me deixou contente em descobrir: Your Name. Uma leitura de 3 volumes que fizeram meus sentimentos andarem em uma montanha russa, e com isso me conquistou. É leve e ao mesmo tempo traz grandes reflexões como por exemplo, até onde você vai para estar ao lado de alguém?! O que faria para ajudar outra pessoa?!


13 de abr de 2018

[Resenha] A Joia

em 13 de abr de 2018

8 comentários
Livro: A Joia #1
Série: A Cidade Solitária
Autora: Amy Ewing
Editora: Fantasy (selo da LeYa)
Páginas: 351
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐💗
Joias significam riqueza, são sinônimo de encanto. A Joia é a própria realeza. Para garotas como Violet, no entanto, a Joia quer dizer uma vida de servidão. Violet nasceu e cresceu no Pântano, um dos cinco círculos da Cidade Solitária. Por ser fértil, Violet é especial, tendo sido separada de sua família ainda criança para ser treinada durante anos a fim de servir aos membros da realeza. Agora, aos dezesseis anos, ela finalmente partirá para a Joia, onde iniciará sua vida como substituta. Mas, aos poucos, Violet descobrirá a crueldade por trás de toda a beleza reluzente - e terá que lutar por sua própria sobrevivência. Quando uma improvável amizade oferece a Violet uma saída que ela jamais achou ser possível, ela irá se agarrar à esperança de uma vida melhor. Mas uma linda e intensa paixão pode colocar tudo em risco! Em seu livro de estreia, Amy Ewing cria uma rede de intrigas e reviravoltas na qual os ricos e poderosos estão mais envolvidos do que se possa imaginar, e onde o desejo por saber o destino de Violet manterá o leitor envolvido até a última página.


Gosto demais quando um livro foge totalmente do que é proposto na sinopse. A fuga é de tal maneira que você espera encontrar muito um elemento, e no final vê a importância e o enfoque em outro. A Joia é assim: possui uma sinopse onde aparenta ter somente romance, no entanto a história tem um viés fantástico e político sem igual. Estou até agora de queixo caído!


11 de abr de 2018

[Resenha] Agora e Para Sempre, Lara Jean

em 11 de abr de 2018

18 comentários
Livro: Agora e Para Sempre, Lara Jean #3
Série: Para Todos os Garotos que já Amei
Autora: Jenny Han
Editora: Intrínseca
Páginas: 300
Gênero: Romance Juvenil
Nota: ⭐⭐⭐
Em Para todos os garotos que já amei, as cartas mais secretas de Lara Jean — aquelas em que se declara às suas paixonites platônicas para conseguir superá-las — foram enviadas aos destinatários sem explicação, e em P.S.: Ainda amo você Lara Jean descobriu os altos e baixos de estar em um relacionamento que não é de faz de conta.  Na surpreendente e emocionante conclusão da série, o último ano de Lara Jean no colégio não podia estar melhor: ela está apaixonadíssima pelo namorado, Peter; seu pai vai se casar em breve com a vizinha, a sra. Rothschild; e sua irmã mais velha, Margot, vai passar o verão em casa. Mas, por mais que esteja se divertindo muito — organizando o casamento do pai e fazendo planos para os passeios de turma e para o baile de formatura —, Lara Jean não pode ignorar as grandes decisões que precisa tomar, e a principal delas envolve a universidade na qual vai estudar. A menina viu Margot passar pelos mesmos questionamentos, e agora é ela quem precisa decidir se vai deixar sua família — e, quem sabe, o amor de sua vida — para trás. Quando o coração e a razão apontam para direções diferentes, qual deles se deve ouvir?

Depois de terminado, tenho a sensação que fui com muita expectativa para pouca história. É a mesma linha de escrita dos anteriores, mesma cadência de acontecimentos no entanto, a sensação de que Agora e Para Sempre, Lara Jean poderia ser "descartável" é alta.


9 de abr de 2018

[Resenha] Coragem

em 9 de abr de 2018

12 comentários
Livro: Coragem
Autora: Rose McGowan
Editora: HarperCollins Brasil
Páginas: 288
Gênero: Biografia
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Rose McGowan nasceu em um culto e o trocou por outro, mais visível: Hollywood. Rose McGowan se tornou uma das atrizes mais desejadas de Hollywood da noite para o dia quando foi "descoberta" nas ruas de Los Angeles. O estrelato logo se tornou um pesadelo de exposição constante e sexualização. Todos os detalhes de sua vida pessoal se tornaram públicos, e as realidades de uma indústria inerentemente machista emergiam a cada roteiro, papel, aparição pública e capa de revista.Hollywood esperava que Rose ficasse quieta e cooperasse. Em vez disso, ela se rebelou e impôs sua verdadeira identidade e voz. Ela reemergiu sem roteiros nem desculpas, corajosa, controversa e sempre verdadeira. Liderando o movimento de denúncias de assédio sexual na indústria de entretenimento ao expor os crimes de Harvey Weinstein, Rose é hoje um dos rostos do movimento feminista e não hesita ao disparar verdades inconvenientes e exigir mudanças. Coragem é seu livro de memórias em forma de manifesto - um relato sem censura nem piedade da ascensão de um ícone millennial, uma ativista sem medo e uma força de mudança imparável determinada a expor a verdade sobre a indústria do entretenimento, trazer à luz uma indústria multibilionária construída sobre a misoginia sistêmica e empoderar pessoas ao redor do mundo a acordarem e terem Coragem.

Quando recebi o livro, fiquei com um pé atrás por nunca ter lido ou me interessado pelas biografias. Não me identificava muito com o gênero, entretanto este livro trouxe um tema tão importante, ao mesmo tempo polêmico, que me vi acabando-o em menos de 2 dias e percebendo o quanto o mundo da fama e Hollywood não é tudo glamour. Seu papel era chocar, e ele alcança o objetivo.


6 de abr de 2018

[O que eu Li] Março

em 6 de abr de 2018

Comente aqui


Quem aproveitou o mês de Março para ler vários livros?! Ainda dentro da média esperada, confesso que acreditava alcançar um número maior de leituras realizadas. Foram no total 7 livros, alguns desejados tem muito tempo — na verdade desde seu lançamento rs. Vamos ver quais foram?!

4 de abr de 2018

[Resenha] Trono de Vidro, Rainha das Sombras

em 4 de abr de 2018

20 comentários
Livro: Trono de Vidro, Rainha das Sombras #4
Série: Trono de Vidro
Autora: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Páginas: 640
Gênero: Fantasia
Nota: 4/5
Todos que Celaena Sardothien amou lhe foram tirados. Mas finalmente chegou a hora da retribuição. A vingança promete ser tão dura quanto o aço da Espada de Orynth — a espada de seu pai. Finalmente Celaena retornou ao império; por justiça, para resgatar seu reino e confrontar as sombras do passado. A assassina está morta. Ela abraçou a identidade de Aelin Galathynius, rainha de Terrasen. Mas antes de reclamar o trono, precisa lutar. E ela vai lutar. Por seu primo, a Puta de Adarlan, o general do Norte... um guerreiro preparado para morrer por sua soberana; por seu amigo Dorian, um príncipe preso em uma inimaginável prisão; por seu povo, escravizado por um rei cruel e à espera do retorno triunfante de sua líder; por seu carranam e a libertação da magia. Ao avançar em seu plano, no entanto, Aelin precisa tomar cuidado com velhos inimigos. E abrir o coração para novos e improváveis aliados. Tudo isso enquanto os valg continuam trabalhando nas sombras. E Manon Bico Negro, a Líder Alada das Treze, treina suas bestas voadoras. Mas é de Morath, a fortaleza montanhosa do Duque de Perrington, que uma ameaça como nenhuma outra promete destroçar seu grupo de rebeldes e sua corte recém-formada. 


Participando da #Maratona 24hrsNoSleep do canal Resenhando Sonhos, me propus a ler Trono de Vidro, Rainha das Sombras. Confesso que a leitura se iniciou de forma chata e arrastada, mas quando menos esperei Sarah J Maas fez reviravoltas espetaculares me deixando de queixo caído. Dando continuidade a série, o quarto volume é arrasador.

2 de abr de 2018

[Resenha] Como Se Casar Com um Marquês

em 2 de abr de 2018

14 comentários
Livro: Como Se Casar com um Marquês #2
Série: Agentes da Coroa
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 319
Gênero: Romance de Época
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Elizabeth Hotchkiss precisa se casar com um homem rico, e bem rápido. Com três irmãos mais novos para sustentar, ela sabe que não lhe resta outra alternativa. Então, quando encontra o livro Como se casar com um marquês na biblioteca de lady Danbury, para quem trabalha como dama de companhia, ela não pensa duas vezes: coloca o exemplar na bolsa e leva para casa. Incentivada por uma das irmãs, Elizabeth decide encontrar um homem qualquer para praticar as técnicas ensinadas no pequeno manual. É quando surge James Siddons, marquês de Riverdale e sobrinho de lady Danbury, que o convocou para salvá-la de um chantagista. Para realizar a investigação, ele finge ser outra pessoa. E o primeiro nome na sua lista de suspeitos é justamente... Elizabeth Hotchkiss. Intrigado pela atraente jovem com o curioso livrinho de regras, James galantemente se oferece para ajudá-la a conseguir um marido, deixando-a praticar as técnicas com ele. Afinal, quanto mais tempo passar na companhia de Elizabeth, mais perto estará de descobrir se ela é culpada. Mas quando o treinamento se torna perfeito demais, James decide que só há uma regra que vale a pena seguir: que Elizabeth se case com seu marquês.


Ler Julia Quinn é garantia de ler um extraordinário romance de época, e com Como Se Casar com um Marquês não foi diferente. Encantador, cômico e dramático nos momentos certos, finaliza Agentes da Coroa da melhor forma possível.


TOPO