29 de jun de 2018

[Indicação Por Gênero] Fantasia

em 29 de jun de 2018

1 comentário

Literatura fantástica é um gênero literário em que narrativas ficcionais estão centradas em elementos não existentes ou não reconhecidos na realidade, pela ciência dos tempos em que a obra foi escrita. É aplicável a um objeto como a literatura, pois o universo da literatura, por mais que se tente aproximá-la do real, está limitado ao fantasioso e ao ficcional. Todo texto fantástico tem elementos inverossímeis, imaginários, distantes da realidade dos homens. O gênero pode ser subdivido em alta fantasia, baixa fantasia, fantasia urbana, fantasia científica, fantasia sobrenatural ou outros modos de classificação. Fonte: Wikipedia 

Aqui nos atentaremos a questão dos objetos não existentes, fantasiosos tendo uma pequena subdivisão em fantasia sobrenatural.


27 de jun de 2018

[Resenha] Dez Formas de Fazer um Coração Se Derreter

em 27 de jun de 2018

8 comentários
Livro: Dez Formas de Fazer um Coração Se Derreter #2
Série: Os Números do Amor
Autora: Sarah Maclean
Editora: Arqueiro
Páginas: 352
Gênero: Romance de Época
Nota: ⭐⭐⭐
Isabel Townsend não é exatamente o que se espera da filha de um conde. Apesar de ter a pele delicada e de saber se portar como uma dama quando necessário, a jovem também monta a cavalo, conserta telhados, administra a propriedade e cria o irmão caçula desde que a mãe faleceu – tudo isso sem despertar a menor suspeita de que não há um homem sequer para cuidar de sua família. Para o pai dela, que só queria se divertir e gastar dinheiro em jogatinas, pouco importava o que ela fizesse. Porém, quando ele morre, Isabel se vê sem recursos e precisa defender os direitos do irmão, ameaçados pela chegada iminente de um tutor. Assim, não lhe resta saída senão vender sua coleção de estátuas de mármore, o único bem que herdou. Para sorte sua, um especialista em antiguidades acaba de chegar ao condado. Inteligente e sensual, lorde Nicholas St. John é um solteiro convicto que deixou Londres para se livrar das jovens que passaram a persegui-lo desde que foi eleito um dos melhores partidos da cidade. Em poucos dias, fica claro para Nick que Isabel é a mulher mais obstinada e misteriosa – além da mais interessante – que já cruzou seu caminho. Ao mesmo tempo, ao conhecê-lo melhor, a independente Isabel percebe que há homens em que vale a pena confiar. Enquanto eles põem de lado suas antigas convicções, seus corações se abrem para dar uma chance ao amor.

Livros de romances de época que alongam-se mais do que deveriam, perdem um pouco da essência e ficam cansativos. Nicholas é meu personagem favorito da trilogia Os Números do Amor, e por isso criei muitas expectativas para a sua história. Elas foram atendidas, no entanto Sarah se estendeu demais em algo que poderia ser dinâmico.

25 de jun de 2018

[Resenha] As Filhas da Noiva

em 25 de jun de 2018

20 comentários
Livro: As Filhas da Noiva
Autora: Susan Mallery
Editora: Harlequin
Páginas: 352
Gênero: Chick-lit
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Courtney Watson é a irmã desajustada da família. Ela pode não ter uma vida tão organizada quanto a das irmãs, mas ela é excelente em uma coisa: guardar segredos. Inclusive sobre seu caso flamejante com um produtor musical.  Planejar o casamento da própria mãe traz sua vida secreta à tona, mudando completamente a imagem que sua família tinha de Courtney para sempre. Quando o namorado de Siena, a irmã rebelde, a pede em casamento bem na frente de sua mãe e suas irmãs, é uma completa surpresa para ela. Siena já passou por dois noivados fracassados e desfeitos. Como ela pode aceitar se ela nem tem certeza que é isso que ela ainda quer?  Rachel é a cínica da família. Ela acreditava que o amor duraria para sempre. Até o seu divórcio. Enquanto o dia do casamento de sua mãe se aproxima, seu ex passa a implorar por uma segunda chance, e ela é forçada a reconhecer algumas verdades incômodas sobre os motivos pelos quais seu casamento não deu certo. Rachel precisa decidir se ela vai deixar o orgulho ficar no caminho do seu felizes para sempre.


Susan Mallery tem uma escrita fácil de acompanhar, logo As Filhas da Noiva é um livro de romance que mistura comédia, drama e paixão na medida certa. Li ele de maneira muito rápida e fiquei curiosa em conhecer outros obras da autora. Uma ótima escolha para aquele fim de tarde que traz um enredo leve e que encanta.

21 de jun de 2018

[TAG] E Os Bridgertons Viveram Felizes Para Sempre

em 21 de jun de 2018

8 comentários

Bato palmas para quem teve essa ideia criativa de unir duas coisas que adoro: romances de época e responder TAG. Criado pelo blog Silêncio Contagiante, a TAG "E Os Bridgertons Viveram Felizes Para Sempre", como próprio nome já diz, é para responder com os livros da série da autora Julia Quinn. Grande percussor do boom que o gênero teve, acharam que não iria responder?! Vamos conhecer então!


19 de jun de 2018

[Resenha] O Segredo do Conde

em 19 de jun de 2018

8 comentários
Livro: O Segredo do Conde #2
Série: Os Sedutores de Havisham
Autora: Lorraine Heath
Editora: Gutenberg
Páginas: 284
Gênero: Romance de Época
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐ 💗
Numa noite de verão, Edward Alcott cede à tentação e beija Lady Julia Kenney em um jardim escuro. No entanto, a paixão que ela agita dentro dele, deve ser deixada nas sombras, isto porque ela ama seu irmão gêmeo, o Conde de Greyling. Mas quando a tragédia ataca, para honrar o voto que ele faz ao seu irmão moribundo, Edward deve fingir ser Greyling até a condessa entregar seu bebê.  Depois que seu marido retorna de uma estada de dois meses, Julia o encontra mudado. Mais ousado, mais atrevido e mais perverso, mesmo que ele limite seus encontros para beijos. A cada dia que passa, ela se apaixona mais profundamente. Para Edward, as brumas do desejo provocadas naquela noite há muito tempo são rapidamente reavivadas. Ele anseia ser o marido dela de verdade. Mas se ela descobrir sua artimanha, ela o desprezará - e a lei inglesa o impede de se casar com a viúva de seu irmão. No entanto, ele deve se atrever a arriscar tudo e revelar seus segredos se ele realmente deve levar tudo.

Não é surpresa para quem leu a resenha de Codinome Lady V o quanto Lorraine Heath me conquistou na história. E em O Segredo do Conde não foi diferente. Com um personagem que ansiava conhecer melhor, e que agora posso afirmar ser meu favorito, o enredo é encantador. Mas não se engane: não agrada todos os públicos.

18 de jun de 2018

[Bienal do Livro 2018] Autores Confirmados

em 18 de jun de 2018

9 comentários

Quem está fazendo contagem regressiva para a Bienal do Livro 2018!? Este ano ocorrendo em São Paulo, vários nomes maravilhosos já foram anunciados! E para não deixar ninguém perdido, traremos os que foram confirmados até agora. Lembrando que os ingressos já estão a venda. Não percam (;


8 de jun de 2018

[O Que Eu Li] Maio

em 8 de jun de 2018

Comente aqui

Vamos falar das Leituras de Maio? Produtivo, até certo ponto, consegui realizar o total de 9 leituras. Um bom número — e na margem do meu melhor ritmo — fiquei feliz pela quantidade e a qualidade que estiveram presente. Algumas decepções aqui e ali, mas no geral foram ótimas histórias. Vamos conferir a pequena pilha?!


6 de jun de 2018

[Resenha] O Dueto Sombrio

em 6 de jun de 2018

14 comentários
Livro: O Dueto Sombrio #2 
Série: Monstros da Violência
Autora: Victoria Schwab
Editora: Seguinte
Páginas: 448
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐
Na sequência final de A Melodia Feroz, Kate Harker precisa voltar para Veracidade e se unir ao sunai August Flynn para enfrentar um ser que se alimenta do caos.  Kate Harker não tem medo do escuro. Ela é uma caçadora de monstros — e muito boa nisso. August Flynn é um monstro que tinha medo de nunca se tornar humano, mas agora sabe que não pode escapar do seu destino. Como um sunai, ele tem uma missão — e vai cumprir seu papel, não importam as consequências. Quase seis meses depois de Kate e August se conhecerem, a guerra entre monstros e humanos continua — e os monstros estão ganhando. Em Veracidade, August transformou-se no líder que nunca quis ser; em Prosperidade, Kate se tornou uma assassina de monstros implacável. Quando uma nova criatura surge — uma que força suas vítimas a cometer atos violentos —, Kate precisa voltar para sua antiga casa, e lá encontra um cenário pior do que esperava. Agora, ela vai ter de encarar um monstro que acreditava estar morto, um garoto que costumava conhecer muito bem, e o demônio que vive dentro de si mesma.

Uma das resenhas mais difíceis que escrevi na vida. O Dueto Sombrio me deixou com sentimentos conflitantes. Apesar de ter amado a história — e achar o enredo único — falhas grandes e pequenas me deixam com um sentimento de que não foi algo tão bom quanto esperava. Se me perguntarem "Vale a pena ler a duologia?!" respondo que sim por que tem uma ambientação única, a escrita é ótima, mas não crie altas expectativas.

4 de jun de 2018

[TAG] Deus me Livre, Mas Quem Me Dera

em 4 de jun de 2018

13 comentários
Quem fica procurando TAG no booktuber para responder?! Eu mesma! Criada pelo canal Geek Freak, não perdi a oportunidade de responder unindo duas coisas que adoro: livros e memes! Deus Me Livre, Mas Quem Me Dera é uma expressão usada quando tem algo que te traz vergonha alheia mas no fundo ama ou quando é algo que não agrada do grande público mas você gosta. Me baseando mais na segunda definição, trouxe alguns livros "polêmicos". Vamos ver quais foram minhas respostas?!


1 de jun de 2018

[Resenha] A Melodia Feroz

em 1 de jun de 2018

17 comentários
Livro: A Melodia Feroz #1
Série: Monstros da Violência
Autora: Victoria Schwab
Editora: Seguinte
Páginas: 384
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐⭐❤️
Kate Harker e August Flynn vivem em lados opostos de uma cidade dividida entre Norte e Sul, onde a violência começou a gerar monstros de verdade. Eles são filhos dos líderes desses territórios inimigos, e seus objetivos não poderiam ser mais diferentes. Kate sonha em ser tão cruel e impiedosa quanto o pai, que deixa os monstros livres e vende proteção aos humanos. August também quer ser como seu pai: um homem bondoso que defende os inocentes. O problema é que ele é um dos monstros, capaz de roubar a alma das vítimas com apenas uma nota musical. Quando Kate volta à cidade depois de um longo período, August recebe a missão de ficar de olho nela, disfarçado de um garoto comum. Não vai ser fácil para ele esconder sua verdadeira identidade, ainda mais quando uma revolução entre os monstros está prestes a eclodir, obrigando os dois a se unirem para conseguir sobreviver.

Depois de duas séries da autora, enfim acredito que encontrei o enredo que mais me identifico. A Melodia Feroz foi um livro que comecei sem muitas expectativas — vim de uma leitura mediana da Victoria Schwab — e quando me toquei, estava me maravilhando com a história. Sempre ouvi muitos elogios, e agora pude comprovar que é realmente o melhor dela!

TOPO