4 de jun de 2018

[TAG] Deus me Livre, Mas Quem Me Dera

em 4 de jun de 2018

13 comentários
Quem fica procurando TAG no booktuber para responder?! Eu mesma! Criada pelo canal Geek Freak, não perdi a oportunidade de responder unindo duas coisas que adoro: livros e memes! Deus Me Livre, Mas Quem Me Dera é uma expressão usada quando tem algo que te traz vergonha alheia mas no fundo ama ou quando é algo que não agrada do grande público mas você gosta. Me baseando mais na segunda definição, trouxe alguns livros "polêmicos". Vamos ver quais foram minhas respostas?!

1. Livros que Deus me livre, mas quem me dera.


O Lado Feio do Amor, Colleen Hoover. Foi difícil achar algum item nesta categoria por que geralmente me acontece o oposto — tenho opiniões controversas a livros que foram aclamados. Revirando minha estante, encontrei este que atualmente ganhou novamente destaque e muita gente não curte. O li já tem 3 anos e na época gostei muito. Claro, passei por cima de muitas falhas e até mesmo não concordo com algumas atitudes colocadas, no entanto não odeio e até mesmo não é o que eu menos prefiro da autora — que é Métrica. Reconheço os erros, e ainda assim gosto.

2. Personagens que Deus me livre, mas quem me dera.


Kaden, The Kiss of Deception. Para não soltar spoilers à quem ainda não leu Crônicas de Amor e Ódio, só posso dizer que acabo tendo opinião contrária de todos que leram. É meu personagem favorito, principalmente pelo evolução ao longo da trilogia que confesso ainda achar mal explorado pela Mary E. Pearson. Ele tinha muito a dar, e poderia ter trago grandes reviravoltas no universo. O que me fez ir até o final dos três volumes foi ele em específico — a protagonista fica chata quando entra em um romance.

Draco Malfoy, Harry Potter. Olha polêmica à vista. Sei e entendo a maioria do ódio sentido tanto nos filmes quanto nos livros contudo, não deixo de entendê-lo. É um personagem emblemático já que foi moldado pela família e muitas vezes teve um reflexo do que eles eram, e nas releituras tive uma nova perspectiva sobre suas atitudes. Discordo de muitas escolhas erradas que fez e acredito que poderia ter seguido outro caminho, entretanto quando sua base/família é seu espelho de admiração e ela é ruim, se desvencilhar e perceber o quanto aquilo é prejudicial é difícil. Tanto que no final, a cena do reencontro entre ele e o Harry é amena. Tenho certeza que se houvesse continuação deles adultos, Draco seria outro pessoa. Uma pena a autora não ter explorado esse lado — pois teria muita coisa para mostrar.

3. Séries de livros que Deus me livre, mas quem me dera.


Trilogia Grisha, Leigh Bardugo. As opiniões entre os leitores do gênero são discrepantes. Principalmente pelo booktuber os três volumes não são bem vistos, enquanto que outros já adoram — eu me incluo. Realmente adoro o universo criado pela autora, e Sombras e Ossos é sim um dos meus livros favoritos de fantasia. Acho que é algo único ainda dentro do mundo fantástico, traz uma mitologia pouco explorada que é a russa, e vê-lo se desdobrar em algo grandioso e aclamado na duologia Six Of Crows só aumentou ainda mais minha paixão. Existe ressalvas?! Poucos livros no mundo não tem erros/falhas, e aqui não será diferente. Existe um protagonista extremamente irritante que passando por cima, a história ainda fica maravilhosa.

Calafrio da Maggie Stiefvater. Outra série bastante criticada, Calafrio acaba deixando muitos leitores confusos por ser classificada como fantasia, porém sua conjuntura é mais romance/sobrenatural.  Por mais que eu tenha sido também pega de surpresa nesta questão — é Maggie Stiefvater né, esperava algo bem dentro de fantasia — gostei e é um sobrenatural fluido de ler. Acredito que não é uma escrita que agrade todo o leitor por que o romance é demasiado, então é realmente complicado. Em comparativo com Os Garotos Corvos, não chega nem em 1/3 do que o primeiro tem de elementos fantásticos.

4. Romances que Deus me livre, mas quem me dera.


Ren e Kelsey, A Maldição do Tigre. Minha relação com o casal é de amor e ódio. Tirando as trapalhadas da Kelsey — que fizeram eles ficarem separados boa parte da saga — eles combinam. Só que esse ioiô de vai e volta, separam por alguma besteira, uma reviravolta que os separam novamente, cansa alguns. É um clichê, e a nossa protagonistas tem atitudes bem questionáveis. Novamente: não agrada a todos.

Gansey e Blue, Os Garotos Corvos. Um casal que defenderei até morte por que é Gansey e Blue. Muito debatido quando Maggie começou a insinuar este rumo, é divisor de opiniões. Não agrada grandes públicos, principalmente no último volume onde fica mais exposto, e ainda assim eu acho que foi escolha acertada. Isso também se deve por acontecer um outro par romântico logo no início. Mas no final perceberão que tudo toma rumos diferentes.

5. Clichês literários que Deus me livre, mas quem me dera.


Rule e Sham, Na Sua Pele - "A garota é o oposto do garoto". Todo romance hoje em dia tem um pé neste clichê. É chato? Talvez! Quando bem escrito? Nunca! É aquele óbvio que te conquista quando o autor sabe conduzir na história. Por exemplo no caso da Jay Crownover: acrescente piercings&tattoos, um grupo de amigos maravilhosos e um drama bem explorado. Teremos a receita perfeita. É aquele tipo de coisa que reviro os olhos internamente, mas dependendo de como é trabalhado, adoro!

Mal e Anne, Play - "Namoro de Mentira". Outro que tem me incomodado muito recentemente — sendo bem explorado em YA e NA. Homem e Mulher fingindo relacionamento sendo que sabemos como será o final — homem e mulher fingindo sentimentos, claro que terminará em pelo menos romance. Novamente, quando bem estruturados: funciona e caio de amores.

Maior do que esperava, estas foram minhas escolhas para cada item perguntado. Deu trabalho respondê-los — algumas leituras retirei do fundo do baú  — todavia valeu a pena. Espero que tenham gostado! Se forem responder a TAG podem me mandar o link que olharei com prazer! E vocês já leram alguns dos citados? Concordam com a minha opinião ou da maioria? Deixa nos comentários!

13 comentários :

  1. Oiii,

    Que tag legal!! Ainda não conhecia ela e já fiquei com vontade de fazer kkkk. Eu concordo com a visão sobre o Draco, apesar de não gostar dele eu acredito que ele não teve espaço para criar a própria personalidade rs. E também concordo com a relação entre a Kelsey e o Ren porque as vezes da vontade de matar eles, acho o Ren extremamente romântico de um jeito as vezes chega a ser irritante, mas ele é meu sonho de consumo e realmente o maior “Deus me livre, mas quem me dera” da minha vida kkkkk.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  2. Ola lindona adorei a Tag, Na sua Pele é maravilhoso, eu sou suspeita adoro a escrita da Colleen, HP é minha paixão. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  3. Achei a tag engraçada, mas o lado feio do amor continua sendo Deus me livre, Deus me livre mesmo! Shuahsha
    Pessoal botou o livro la em cima e quando fui ler, que decepção, achei muito interessante as respostas.

    ResponderExcluir
  4. Adorei a tag e as respostas, claro. Gostei muito de ter visto o nome do Draco Malfoy e concordo com seu ponto de vista sobre o personagem. Os outros livros mencionados eu não conheço, mas deixo alguns como dica. Vou salvar a tag por aqui e se me permitir quero fazer na cabine.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?

    Adorei a Tag. Acho que nunca respondi uma. E sinceramente, não conhecia essa expressão. hahahah. Conheço alguns livros citados, e tenho para ler o da CoHo[sim, já estou preparada para o que vier!] e a série da Colleen Houck. Ambos os livros são metade amado e metade "odiado". Vou tentar fazer essa tag.:)

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá eu amei essa tag. Eu amo o lado feio do amor e na sua pele também gosto muito gostei das suas respostas os outros livros não li.

    ResponderExcluir
  7. Oiii, amei a tag. mas eu odeio o Draco tenho um ranço imenso dele (kkk), acredita que nunca li a maldição do tigre?

    abraços.

    ResponderExcluir
  8. Oi Ana.

    Adorei a tag. Essa eu ainda não tinha visto e pelos livros que você citou nela, eu tenho Play. Harry Potter e A maldição do tigre, mas ainda não li nenhum deles. Fique curiosa por causa da sua opinião. Vou adiciona-los na meta de leitura.

    Bjos
    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Tenho 'O lado feio do amor', mas ainda não li. Espero conseguir ler ainda esse ano para formar minha opinião. Bom saber que você gostou dele.
    De uma forma geral suas respostas para a tag foram interessantes e bem argumentadas. Gostei. Beijos e parabéns. Vou pensar em responder a tag.

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?
    Gostei muito das suas respostas e achei essa TAG muito bem humorada. Não li todos os livros indicados, mas alguns quero ler. Fiquei contente por você ter citado o Draco, não vejo muito pessoas falando dele e eu gosto dele. É muito legal você ter tirado livros do fundo do baú, dá mais diversidade.
    Vou responder a TAG também.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. A protagonista de A Maldição do Tigre é muito Deus me livre, mas quem me dera hahahaha.
    Amei a tag, super divertida! Gostei das suas escolhas tbm, achei todas bem coerentes e bem explicadas.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Só pelo nome essa TAG já me ganhou, achei incrível e dei muita risada... Quanto as suas escolhas, acredite com exceção de HP, não li nenhum deles hahahahaha Então foi bom ler sobre eles aqui!

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Amei a TAG e suas respostas foram maravilhosas. Dos livros que você citou eu só li A Maldição do Tigre e é a minha série favorita. Mas concordo que a Kelsey a maioria das vezes foi um pé no saco, mas ela e Ren são um casal perfeito.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir

Olá! Colocar um comentário me deixaria muito feliz pois saber sua opinião é essencial para o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre :)

TOPO