2 de jul de 2018

[Resenha] Um Planeta em seu Giro Veloz

em 2 de jul de 2018

16 comentários
Livro: Um Planeta em Seu Giro Veloz #3
Série: Uma Dobro no Tempo
Autora: Madeleine L'Engle
Editora: HarperCollins Brasil
Páginas: 272
Gênero: Fantasia / Ficção Científica
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Um unicórnio, um menino e o vento, juntos em uma só velocidade!  Quando Charles Wallace Murry, agora com quinze anos, grita em desespero a invocação de uma antiga runa para afastar a escuridão, uma criatura radiante aparece. É Gaudior, unicórnio e viajante do tempo. Charles Wallace e Gaudior devem viajar até o passado através dos ventos do tempo e tentar encontrar um Pode-Ter-Sido, um momento do passado em que todos os eventos que se seguiram até o presente podem ser mudados, e o futuro da Terra – esse pequeno planeta em seu giro veloz – pode ser salvo.


Continuação a série Uma Dobra no Tempo, Um Planeta em seu Giro Veloz surpreende por trazer um enredo interligado e ao mesmo tempo distante do primeiro e segundo volume. Com os protagonistas em idades diferentes do encontrado antes, seremos impactados por mais um capítulo desta história fantástica que nos cativa do início ao fim.

Com uma grande passagem de tempo, Meg atualmente está casada, grávida e Charles tem 15 anos. A família Murry recebe uma notícia chocante: o mundo está em perigo. Sem tempo hábil para mudar este destino trágico, Charles acaba descobrindo que existe um modo de salvar a humanidade e seu planeta, e este modo condiz em ele viajar no tempo com Gaudior, um unicórnio viajante do tempo, em que os dois irão em busca de momentos que culminaram no que eles perpassam, tentando encontrar formas de modificá-los e salvar a Terra. Será que eles conseguirão?! Como se dará essa viagem no tempo?! Qual é o perigo que o planeta está passando?!


Confesso que fiquei chocada quando li a sinopse e vi a passagem de tempo enorme. Cheguei a desconfiar que ficaria monótono e chato, entretanto não ocorreu. Com alguns anos na bagagem dos personagens, o enredo tomou outra proporção que dentro do contexto ficou bacana. Não perde-se o lado mágico e fantástico de sentir-se dentro de uma aventura sem igual, trazendo também elementos interessantes, que até antes não conhecíamos.

Diferente dos antecessores, não me senti perdida no início da obra. Talvez justificada por ter me acostumado com a escolha de narrativa da autora — diferente, mas não difícil de compreender — ela deixou de ser confusa para ser clara até nas mensagens subentendidas. Novamente não teremos interligação de conteúdo com o anterior, trazendo novos conceitos, novos acontecimentos e situações que não conhecemos. Ao meu ver a série tem como brilhantismo este ponto em que cada livro é algo diferente: uma mesma base não realística, mesmos personagens centrais, porém um universo expandido que tem muito a mostrar.

"— Quando as pessoas são veneradas, cria-se um rastro de raiva e ciúme. Não serei venerado, tampouco serei rei. As pessoas deviam venerar os deuses, não a si mesmas." pág. 87

E opostamente dos outros volumes, temos em maior destaque somente Charles. Ele será nosso protagonista central, e agora com seus 15 anos, maduro e entendido para o que veio, vamos viajar com ele e um unicórnio em histórias fantásticas. Brincando com viagem no tempo, mudança de períodos e anos, até  de países, ele conduziu bem o desenvolvimento sem cansar o leitor, e com uma maturidade acertada para sua idade — saímos daquelas atitudes esperadas em infantos-juvenis.

Me surpreendi com a trama traçada pela autora — vários pontos se conectam ao longo das páginas. Tem que ter uma certa atenção para pequenos detalhes, pois eles se tornam grandes reviravoltas posteriormente. Vejo que muitas pessoas reclamam que a série não segue uma linha de interligações clara porque personagens aparecem e desaparecem e a entrada de novas informações confunde. Contudo garanto que ela tem uma lógica maior que não se perde. É como se tivéssemos várias facetas de um plano de fundo igual. 


De uma forma geral, me deixou feliz a leitura de Um Planeta em seu Giro Veloz e ainda deixa em alta a série. A continuidade com um espaçamento de tempo foi acertado, e nos traz uma nova perspectiva sobre a família Murry, como falando anteriormente. Aos fãs de fantasia, que gostam do trabalho de uma história linear, com pontas que se conectam e um pouco de mistério, é uma série ideal principalmente o volume Um Planeta em seu Giro Veloz. É um infanto-juvenil que ultrapassa a barreira da idade.

Na parte física, sempre rasgo elogios as edições de capa dura trabalhadas e com tonalidades diferentes em cada exemplar, fazendo com que a coleção fique bonita visualmente. Temos inícios de capítulos com diagramação limpa e delicada e páginas pretas estreladas. HarperCollins Brasil acertou nas escolhas. Não captei nenhum erro de revisão ou ortográfico aparente, e a narrativa é feita em terceira pessoa pelo ponto de vista da Meg — irmã do Charles e conhecido por nós nos antecessores —  e do próprio Charles.

"— Acho que tenho que descobrir qual é o vínculo entre Gales e Vespúgia, entre Madoc, Gwydyr e Mad Dog Branzillo." pág. 101

Estou ansiosa para o sucessor, Muitas Águas, e espero que continue em alta Uma Dobra no Tempo. Cada vez mais saio chocada pois não esperava me apaixonar tanto pela série. Ainda tenho como favorito o segundo, Um Vento À Porta. Espero que tenham gostado!

E vocês, conheciam a série?! Já tinha lido?! Deixa nos comentários!

Resenhas anteriores:
Resenha Uma Dobra no Tempo

16 comentários :

  1. Oi Ana,
    Estou com o dois e o três aqui para ler, confesso que o segundo me deixou meio perdida e por isso acabei deixando a leitura de lado. Quando li o primeiro, fiz uma pesquisa e já sabia desse salto no tempo, e confesso que fiquei curiosa com a sua resenha e um pouco mais disposta a ler os dois volumes.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana,
    Ando procurando algumas resenhas de Uma Dobra no Tempo para conhecer a história... Muito legal a sua resenha, me deixou bastante curiosa.
    Confesso que no momento que eu li "um unicórnio viajante no tempo" me fez pensar que era muito infantil, mas seguindo a leitura percebi que não se trata disso... Mal posso esperar para ler!

    Xoxo,
    Abby
    Blog Linhas Tortas

    ResponderExcluir
  3. É uma série que tenho vontade de ler, mas tenho um certo receio devido a complexidade que ela aparenta ter. Mas saber que você não se perdeu com a trama e ainda se surpreendeu é muito bom, pois ainda quero ler.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ana. Eu estou bem curiosa com esse livro e adorei ver a sua opinião com a leitura. Eu gosto bastante desse estilo de livro e acho que pode ser uma leitura muito agradável para mim.

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?

    Já li resenhas desses livros, mas confesso que dessa vez a leitura não chamou minha atenção. Talvez por esse gênero não me agradar, não consegui me prender na curiosidade. Fica para uma próxima.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ana.
    Morro de vontade de ler essa série.
    Já tenho os dois primeiros volumes e ver sua empolgação me deixou ainda mais animada. Adorei saber que essa grande passagem de tempo não atrapalhou a história!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  7. Olá, esse livro não me atrai pois eu não gosto desse gênero. Gostei da sua resenha mais esse livro não me atrai então eu passo a dica

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Acho a premissa dessa trilogia bem interessante e me intriga muito saber como a questão de viagens no tempo será desenvolvida, além disso essa trilogia tem as capas mais bonitas e que combinam entre si. Também fiquei curiosa com o pulo enorme do segundo para o terceiro livro, porém que bom que a autora conseguiu desenvolver isso de maneira satisfatória né.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ana,
    Não li esse terceiro volume, apesar de tê-lo em casa e confesso que fiquei de cara com sua resenha. Adorei essa questão da passagem no tempo e do foco da história ser no Charles Wallace, acho que ele merece esses destaque. Também gostei da questão de a história não ficar monótona por conta disso.
    Sua resenha me deixou bem ansiosa para ler :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Conheço a série, apesar de não ter lido nenhum, e lógico a edição parece estar realmente muito linda. Não faz muito meu gênero de leitura porém gostei dos pontos que você ressaltou.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  11. AAAAAAh, sou louca para ler esses livros, e você acabou de me deixar com mais vontade de ler.. :'(
    Parabéns pela resenha, amei. <3

    ResponderExcluir
  12. Viagem no tempo e unicórnio?! Já preciso ler! Ficou ótima a sua resenha, que bom que essa passagem de tempo trazendo os personagens mais velhos ficou legal na história.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Ainda não li nada dessa série, ando evitando começar novas já que minha estante está cheia de séries ainda 😳😳😳😩😩😩 mas amei conferir suas impressões, sempre tão empolgadas. O texto fico ótimo de ler e sua postagem ficou bem linda. Parabéns pelo trabalho bem feito. Beijos e sucesso!!!

    ResponderExcluir
  14. Gosto de coisa de viagem no tempo e fico sempre pensando que é algo tremendamente possível, então livros com a temática me chamam a atenção e te, unicórnio, todo meu amor!. Não conhecia a série e já anotei.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
  15. Olá Ana!
    Ainda não tive a oportunidade de ler essa série, mas sempre que vejo uma crítica sobre os livros elas são positivas. Uma história bem diferente das que costumo ler, mas que tem curiosidade em conhecer.
    Adorei a sua resenha e já anotei a sua dica.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  16. Oiii, Ana! Até o momento só li o primeiro livro e depois de ler a sua resenha, acho que preciso acelerar e realizar a leitura dos dois volumes seguintes... Adorei ler a sua resenha e estou mega curiosa!

    ResponderExcluir

Olá! Colocar um comentário me deixaria muito feliz pois saber sua opinião é essencial para o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre :)

TOPO