4 de jul de 2018

[Resenha] Um Sedutor Sem Coração

em 4 de jul de 2018

13 comentários
Livro: Um Sedutor Sem Coração #1
Série: Os Ravenels
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Páginas: 320
Gênero: Romance de Época
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Devon Ravenel, o libertino mais maliciosamente charmoso de Londres, acabou de herdar um condado. Só que a nova posição de poder traz muitas responsabilidades indesejadas – e algumas surpresas. A propriedade está afundada em dívidas e as três inocentes irmãs mais novas do antigo conde ainda estão ocupando a casa. Junto com elas vive Kathleen, a bela e jovem viúva, dona de uma inteligência e uma determinação que só se comparam às do próprio Devon. Assim que o conhece, Kathleen percebe que não deve confiar em um cafajeste como ele. Mas a ardente atração que logo nasce entre os dois é impossível de negar. Ao perceber que está sucumbindo à sedução habilmente orquestrada por Devon, ela se vê diante de um dilema: será que deve entregar o coração ao homem mais perigoso que já conheceu? Um sedutor sem coração inaugura a coleção Os Ravenels com uma narrativa elegante, romântica e voluptuosa que fará você prender o fôlego até o final.

Depois de uma sequência de livros medianos de romances de época, tinha-se um bom tempo que não me apaixonava tanto por uma família como aconteceu com Os Ravenels. Começou-se com pé direito a coleção que certamente terá maravilhosos capítulos pela frente.

Kahtleen acaba de ficar viúva. Casada por menos de uma semana, ela vê o libertino Devon Ravenel herdar tudo deixado por seu marido. Com a propriedade afundada em dívidas, e sem a mínima vontade de querer herdar algo que lhe dê trabalho, Devon pensa em vender tudo e acabar com a responsabilidade que a propriedade exigia. No entanto, ele verá que o local reserva mais do que problemas quando conhece a viúva do seu primo, Kahtleen, e suas irmãs. Atraído por esse grupo nada comum, ele acaba adquirindo sentimentos por uma delas e verá que às vezes se render ao amor traz benefícios.


Não imaginava que existiria outra obra da autora que chegasse aos pés da série Os Hathaways. Se essa família for tudo que encontramos e esperamos no primeiro volume, teremos uma outra excepcional série. Lisa Kleypas sabe trabalhar e dar vozes aos seus personagens de uma maneira tão distinta, que conseguimos imaginar suas características tanto físicas quanto comportamentais com claridade. Ela desenvolve este tópico no enredo de uma forma simples, que é difícil você não rir, chorar e sentir as adversidades que cada um perpassa.

Temos um enredo que constrói o casal, ao mesmo tempo que nos introduz em um ambiente que se estenderá por alguns outros volumes. Geralmente quando se tem um grupo grande de pessoas, a dosagem entre os dramas do par principal e em conhecer o papel de cada um, acaba sendo excedida. Aqui não: simultaneamente que os protagonistas estão se aproximando, os outros estão sendo elaborados. A forma como é inserido esses elementos, deixa qualquer leitor de queixo caído, e dá a fluidez da história — você não se cansa de ler porque a cada novo capítulo teremos algo diferenciado do anterior. E sendo desta maneira, nos cativa logo nas primeiras páginas.

"Devon se virou, apoiou as costas na parede de painéis de madeira e tentou compreender o que estava acontecendo com ele. Uma terrível sensação de euforia o invadira. Sentia que sua vida dera uma guinada da qual não havia retorno." pág. 61

Um dos maiores pontos positivos foi termos reviravoltas não esperadas. Em um ambiente que realizei tantas leituras — acredito que domino um pouco os assuntos recorrentes — fiquei surpresa em ver escolhas de caminhos que não perpassaram pela minha cabeça. A tensão maior e o que tornará-se o empecilho do amor cai na obviedade, entretanto o modo como o drama será desvelado é algo que não se espera. Ótimo recurso utilizado na escrita.

Falando dos personagens, tenho ressalvas para se fazer com relação ao Devon. Um personagem masculino com temperamento forte, aos poucos mostra ser outra pessoa além da fachada exibida. Considerado um grande libertino, com problemas no passado que o faz não amar ninguém, faltou algo que conquistasse. Faltou expandir maiormente quais eram seus receios e medos na vida. Saímos sem saber muito sobre seu passado, mesmo acreditando na importância e influência direta que teve na personalidade atual. Não é algo substancial que mexe com a obra, mas senti falta da explicação.


Diferente dele, Kahtleen é tudo que esperamos de uma mocinha de época: condiz com as regras e medos da sua época, além de ter uma ousadia que dá um tom altivo dentro do exemplar. Também tenho alguns pontos a criticar com relação a ela — ligado na questão de atitudes — porém ela foi maravilhosa em todo decorrer. Temos a medida certa do sexo frágil com empoderamento.

Na minha opinião, uma das melhores ambientações que já li em enredos de época pertence a Lisa Kleypas, e em Um Sedutor Sem Coração não foi diferente. A preocupação da autora em inserir a visão mais próxima possível do que esperamos em costumes, vestimentas, locais, é notório. Aparentemente não encontrei nenhum erro atemporal que fosse saltantes aos olhos, o que é ótimo pois demonstra que o plano de fundo é bem trabalhado. Fora a leveza que nos é exposto. Os livros dela nunca trazem uma carga dramática alta, contudo ainda assim conseguimos nos angustiar e preocuparmos com os acontecimentos. Um carrossel de emoções no bom sentido — rimos, choramos, damos altas gargalhadas, depois choramos de novo e assim vai.

"— Porque eu me conheço. E conheço você o bastante para ter certeza de que jamais ia querer magoar mulher alguma. Mas você é perigoso para mim. E quanto mais tentar me convencer do contrário, mais óbvio isso se tornará." pág; 207

De uma forma geral, saio encantada pela família, feliz com o encontrei e ansiosa para os próximos. É um romance de época que mistura um pouco daquele conto de fadas que é se apaixonar, além de trazer as características que esperamos do gênero. É uma obra para passar a tarde com comédia, atrapalhadas de uma família, tendo pontos específicos de tensão e angústia. Arrisco a dizer que talvez seja uma das melhores séries lidas. Recomendadíssimo!

Na parte física, me admirei com as capas. Fora do tão conhecido "padrão" do gênero, a Arqueiro inovou e acertou nas escolhas. Tendo um olhar aguçado sobre a opinião das leitoras atualmente, com certeza teremos só ótimas opções pela frente. Particularmente amei e a cada sucessor só melhora. No conteúdo, a diagramação é a padrão usada pela editora, sem nenhum erro ortográfico ou de revisão nítidos. A narrativa é feita em terceira pessoa pelo dois pontos de vistas. 


Por um milagre que não vai acontecer novamente ao ano, participei de um sorteio e ganhei o volume II, com isso posso e darei continuidade na série assim que possível. A construção do romance é de pessoas que conhecemos, e eu tenho grandes expectativas sobre — os considero como protagonistas favoritados. Teremos resenha de Uma Noiva para Winterborne em breve! Espero que tenham gostado!

E vocês, já leram Um Sedutor sem Coração? Ficaram curiosos? Conheciam a Lisa Kleypas? Deixa nos comentários!

13 comentários :

  1. Ahhhh antes de mais nada quero dizer que amei as fotos que fez para essa publicação <3

    Eu nunca li nada da autora e morro de vontade. Adorei a resenha e despertou o meu interesse pela leitura =D

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  2. Love your post dear! If you want you can check out my blog.I write about fashion, beauty, and lifestyle.Maybe we can follow each other and be great blogger friends!

    http://herecomesaajla.blogspot.ba/

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Está é a segunda resenha que eu leio dos livros da Lisa está semana, ela está com a corda toda não é mesmo? Me identifiquei bastante quando você comentou sobre "Os Hathaways" também sou super fã da série e pretendo ler todos os outros da Lisa, inclusive este resenhado por você. Parabéns pela resenha e também pelas fotografias que ficaram maravilhosas.
    Abraços

    www.leituras-deana.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Nunca li nada da autora,mas tenho bastante interesse em conhecer a escrita dela..
    Acho muito linda as capas das obras dela,sua resenha me deixou ainda mais curiosa .
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Eu amo os romances de época da Lisa Kleypas e estou louca para começar a ler essa nova série dela. Achei a premissa muito atraente e gostei de ver a sua resenha sobre esse volume, sei que vou me apaixonar e não vejo a hora de ler.

    ResponderExcluir
  6. Olá! Esse livro se encontra em minha lista de desejados desde o seu lançamento. Me apaixonei por ele já na sinopse e a cada resenha que leio, mais certeza tenho que vou amar, até porque, amo romances de época com todas as minhas forças kk
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Nunca tentei ler nada da autora, e não me interessei pelo livro. Estou um tanto quanto enjoada de romances, mais ainda de romances de época, que nunca curti muito. Mas tenho amigas apaixonadas pelo gênero que com certeza vão gostar de conhecer essa série. Que bom que apesar das suas ressalvas quanto aos protagonistas acabou curtindo tanto assim a leitura.

    ResponderExcluir
  8. Olá! Já tinha lido algumas resenhas desse livro e todas falavam positivamente da história.. gostei muito de saber seu ponto de vista sobre os personagens e o enredo, apesar de não ler muito romance de época, acredito que iria gostar de conhecer a história desse livro! Obrigada pela dica!

    Beijos,
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  9. Oiieee

    Parabens por ter ganhado o sorteio, eu nunc aganhei nenhum mas quem sabe um dia...
    Esse livro não é um gênero que me chama muito a atenção mas gostei de saber que a autora capricha na ambientação, acho isso fundmental em romances de época. Espero que a série continue melhorando ainda mais e que os próximos te surpreendam muito.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Eu realmente fico bem perdida quanto ao assunto é romance de época, sou bem terrível em me situar nos costumes da época e coisas do gênero. Claro este problema é por ler bem pouca coisa do gênero, sobre este livro acho legal que a família seja boa de se acompanhar, já que faz toda a diferença neste tipo de livro.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  11. Se tem coisa que gosto mais que romance de época é romance de épocas com reviravoltas. Saber que esse livro é fluido e cativante já nas primeiras páginas é animador e mesmo com suas ressalvas sobre Devon eu quero ler, ainda mais com essa ambientação que mencionou.Então espero ler e me encantar com esse livro.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Olá, ficou maravilhosa a sua resenha. A Lisa é uma das minhas escritoras favoritas de romance de época e estou super animada pra ler esse livro, interessante saber que tem essas reviravoltas.

    ResponderExcluir
  13. Sou louca para ler os livros da Lisa, quero começar pelos Os Hathaways, e acho que pelo que você citou é uma otima serie. Amei a resenha e fiquei ainda mais ansiosa plea leitura.

    Bjus** https://imagine-livros.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Olá! Colocar um comentário me deixaria muito feliz pois saber sua opinião é essencial para o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre :)

TOPO