2 de abr de 2018

[Resenha] Como Se Casar Com um Marquês

em 2 de abr de 2018

14 comentários
Livro: Como Se Casar com um Marquês #2
Série: Agentes da Coroa
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 319
Gênero: Romance de Época
Nota: ⭐⭐⭐⭐
Elizabeth Hotchkiss precisa se casar com um homem rico, e bem rápido. Com três irmãos mais novos para sustentar, ela sabe que não lhe resta outra alternativa. Então, quando encontra o livro Como se casar com um marquês na biblioteca de lady Danbury, para quem trabalha como dama de companhia, ela não pensa duas vezes: coloca o exemplar na bolsa e leva para casa. Incentivada por uma das irmãs, Elizabeth decide encontrar um homem qualquer para praticar as técnicas ensinadas no pequeno manual. É quando surge James Siddons, marquês de Riverdale e sobrinho de lady Danbury, que o convocou para salvá-la de um chantagista. Para realizar a investigação, ele finge ser outra pessoa. E o primeiro nome na sua lista de suspeitos é justamente... Elizabeth Hotchkiss. Intrigado pela atraente jovem com o curioso livrinho de regras, James galantemente se oferece para ajudá-la a conseguir um marido, deixando-a praticar as técnicas com ele. Afinal, quanto mais tempo passar na companhia de Elizabeth, mais perto estará de descobrir se ela é culpada. Mas quando o treinamento se torna perfeito demais, James decide que só há uma regra que vale a pena seguir: que Elizabeth se case com seu marquês.


Ler Julia Quinn é garantia de ler um extraordinário romance de época, e com Como Se Casar com um Marquês não foi diferente. Encantador, cômico e dramático nos momentos certos, finaliza Agentes da Coroa da melhor forma possível.

Elizabeth Hotchkiss é dama de companhia de Lady Danbury. Passando dificuldades financeiras, precisa se casar rápido e com um homem rico para poder sustentar seus três irmãos. Um dia na biblioteca de Lady Danbury, encontra um livro intitulado "Como Se Casar com um Marquês", que continha várias regras para conseguir um esposo. Querendo colocá-las em prática e sem nenhum nobre/rico por perto, ela resolve testá-la no mais novo administrador da sua patroa: James Siddons.


James Siddons, que na verdade é o marquês de Riverdale e sobrinho de Lady Danbury, veio para a propriedade investigar quem está chantageando sua tia. Tentando ligar algumas pontas soltas, a sua suspeita inicial é Elizabeth. Com os dois tendo razões para se aproximar, uma paixão torrente crescerá. No entanto, além da paixão verão vários problemas surgirem para separá-los. Serão capazes de superar os obstáculos? O amor será suficiente?

Não me é mais surpresa ficar feliz com os enredos da autora. Me conquistando desde que conheci Os Bridgertons, arrisco a dizer que Agentes da Coroa é uma das suas melhores séries. Neste segundo volume, o desenvolvimento é muito bem explorado no sentido de trazer conflitos pessoais para que possamos nos conectar com os personagens. Me via a todo instante torcendo para que descobrissem a verdade e tudo desse certo porque é este sentimento que transborda: de querer ver os dois contentes.

"E foi nesse momento que James cometeu seu erro fatal. Nunca mais ele manteria os olhos fechados quando estivesse perto de uma mulher tão desajeitada como essa, não importava quanto ela fosse atraente." pág. 70

E falando do casal, a construção do amor foi algo emocionante de ler. Estruturado ao longo das páginas, se tornou algo mais forte praticamente no final. Então não espere um rompante ou algo rápido neste quesito. Confesso que terminei achando que a parte erótica seria bem pouca por causa desta questão levantada, contudo quando as situações começam a acertar, o segundo gênero aparece.

O lado cômico aliado a uma personalidade desastrada da Elizabeth, as falas irônicas do James e até o jeito da Lady Danbury deram um toque à mais para o enredo que já se justificava ótimo somente pelo romance. E isso define a duologia: Agentes da Coroa trazem romances não convencionais, com mocinhas não convencionais, com piadas/momentos divertidos sem igual. Falo por opinião própria que de vários títulos lidos anteriormente, não vejo algo tão parecido neste ponto.


Temos que dar destaques também aos personagens secundários. Quem leu Os Bridgertons sabe que o nome Danbury é conhecido, e vê-la mais uma vez fazendo suas traquinagens é maravilhoso. Sem querer estragar o spoiler, ela terá papel fundamental na união do casal. Além dos irmãos da nossa mocinha — Lucas, Susan e Jane — que aparecerão em cenas oportunas e serão certeiros no que pretendem fazer. Sai fascinada por esse grupo. Sem esquecer, claro, do aparecimento da dupla antecessora — Caroline e Blake — deixando mais engraçado ainda alguns momentos.

De uma forma geral, é um romance de época para ninguém colocar defeito e que agrada aos fãs. Confesso que se alguém me pedisse indicação para o gênero, indicaria mais esta obra que a série Os Bridgertons. É algo leve que ao mesmo tempo não perde as características dramáticas de um bom romance. Se não conhecia, leia por favor haha

"Não queria moldá-la segundo um ideal predeterminado qualquer de como deviam ser as jovens inglesas. Não queria ver Elizabeth andando com os olhos baixos, tentando ser misteriosa e recatada. Só queria que Elizabeth fosse ela mesma." pág. 141

Na parte física, não tenho que reclamar da escolha da capa: bonita, dentro das características da protagonista, delicada, ou seja, condizente com o conteúdo. A diagramação é a padrão usada pela editora sem nenhum erro ortográfico aparente. A narrativa é feita em terceira pessoa pelo ponto de vista do casal, intercalado. 

Mais uma saga da Julia Quinn concluída. Tenho grande admiração pelas histórias da mesma pois foi a primeira que conheci no gênero lá em 2014. Então sempre que as editoras trazerem exemplares dela, estarei comprando. Que venha a próxima leitura! E vocês, já conheciam este livro? Já leram? Ou leram outro da autora? Deixa nos comentários!

14 comentários :

  1. Não li esse livro. Aliás, leio poucos livros desse gênero não por não gostar. Já li e gostei.. Mas geralmente são tantos lançamentos e sabe quando você precisa priorizar o tempo naquelas leituras que mais curte de gênero ou mesmo de parceiros?

    Adoro essa capa!
    Eu acho que ainda não li nada dessa autora.. No momento, não que me recorde.. Depois vou até pesquisar na minha estante de lidos!

    Muito bom saber o quanto adorou esse livro, pois geralmente me indicam Os Bridgertons, fiquei curiosa de verdade!

    Beijos..

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  2. Não li esse. Romance de época pra me pegar tem que ser bom! Esse me pareceu um tanto quanto intrigante. Fiquei com vontade de conhecer... Bom saber que você gostou! Essa linha do tempo construída numa narrativa épica não é mole!

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana, eu tenho até vergonha de dizer que nunca li Julia Quinn, apesar de ter vários livros dela. Da li um livro do gênero e gostei, e os dela são tão famosos e bem falados, acho que no fundo eu tenho medo de me apaixonar e ter que ler todos, e são muitos.
    Gostei muito da tua resenha.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Consegui comprar essa duologia, mas ainda não tive a chance de ler. Faz tempo que não leio nada da autora, então sempre que encontro uma resenha de algo dela ficou empolgada hahauihauihauihiuahuia <3

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  5. Eu amo romance de época e sou louca para ler algum livro da JQ, essa série parece ser maravilhosa e sei que vou me apaixonar quando eu for ler.

    ResponderExcluir
  6. Cada vez fico com mais vergonha de dizer que nunca li nada da Julia Quinn, mas espero o fazer logo.
    Esse série está na minha lista de leitura há algum tempo e sua resenha só me deixou mais ansiosa para conhecer os livros.
    Adorei como expôs suas ideias.
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Oiieee

    Eu tentei ler o famoso O Duque e Eu da Julia Quinn e sei la, acho que esperava demais da leitura e acabei tendo uma decepção com a obra, não foi exatamente ruim, mas foi morna pra mim e depois disso relutei em tornar a ler algo da autora. Por enquanto ainda não me apetece tentar ler outra de suas séries, mas não descarto futuramente se surgir a curiosidade com alguma de suas histórias.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li nada da JQ, mas morro de vontade de conhecer a escrita dela.
    O fato de saber que o romance s´´o firma de fato no final é bom, fico meio chateada com esses amores miojo. Romance leve com um pouquinho de drama deve ser o tipo de livro que pegamos e não largamos, preciso muito ler algo dessa autora.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Eu amei essa leitura, bem mais que o primeiro livro. Dei muitas risadas com as traquinagens de Lady Dunbury e o casal me deixou encantada.
    Julia Quinn sempre me arrebata com suas histórias.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu já li livros da autora, mas essa série eu acabei deixando passar. Tenho até ela aqui comigo, mas acabei dando prioridade a outras séries de romance de época que se intercalam. rsrs Mas cada resenha que leio, dá muita vontade de passar a leitura na frente, inclusive a sua!
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Amo JQ, até tenho alguns livros autografados e amo romances de época! Esta série ainda não li, mas pretendo ler em breve. Amei sua resenha e tenho certeza que vou amar o livro também!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Algo que me incomoda muito nos romances de época é essa parte erótica. Acho completamente desnecessária. Mas enfim, acho muito gostosa a escrita da Julia Quinn e os livros dela me disponho a ler mesmo com esse tipo de cena. Curti bastante o que ja li de Os Bridgertons, se você indica essa série mais preciso conhecê-la.

    ResponderExcluir
  13. Oie, tudo bom?
    Eu tenho o outro livro dessa duologia aqui em casa, mas ainda não li! Julia Quinn é uma querida, os livros dela sempre são elogiados por aí, e eu aidna não li nenhum! Acabei ficando saturada de livros de época, mas mesmo assim quero conferir um dela quando essa época passar.

    ResponderExcluir
  14. eu li esse livro, não é meu perfil, mas é bom, prende e é bem escrito, o problema comigo é que achei repetitivo, eu encontrei uma técnica de escrita, uma proposta curiosa, mas faltou algo.

    ResponderExcluir

Olá! Colocar um comentário me deixaria muito feliz pois saber sua opinião é essencial para o blog. Espero que tenha gostado e volte sempre :)

TOPO