11 de nov. de 2020

[Resenha] Um Encontro de Sombras

em 11 de nov. de 2020

15 comentários

Livro: Um Encontro de Sombras #2
Série: Tons de Magia
Autora: V. E. Schwab
Editora: Grupo Editorial Record
Páginas: 560
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐⭐

Kell e Lila estão de volta nesta sequência de Um Tom Mais Escuro de Magia. Quatro meses se passaram desde que a pedra sombria caíra nas mãos de Kell. Quatro meses desde que seu caminho cruzara com o de Delilah Bard. Quatro meses desde que Rhy fora ferido, que os gêmeos Dane foram derrotados e que a pedra fora enviada com o corpo moribundo de Holland, pelo portal, de volta para a Londres Preta. Em diversos aspectos, as coisas quase voltaram ao normal, apesar de Rhy ficar mais tempo sóbrio e de Kell estar sempre assolado pela própria culpa. Inquieto e tendo desistido dos contrabandos, Kell é frequentemente visitado por sonhos sobre acontecimentos mágicos de mau agouro, acordando apenas para pensar em Lila, que desapareceu no píer como sempre desejara fazer. Conforme a Londres Vermelha finaliza as preparações para os Jogos Elementais (uma competição de magia internacional e extravagante com o intuito de entreter e manter saudáveis os laços entre os países vizinhos), certo navio pirata se aproxima, trazendo velhos amigos de volta ao porto da capital. Mas, enquanto a Londres Vermelha está absorta em bajulações e nas emoções dos Jogos, outra Londres está gradualmente voltando à vida, e aqueles que se pensava estarem perdidos para sempre retornaram. Afinal, uma sombra que se esvai no meio da noite reaparece pela manhã, e tudo indica que a Londres Preta se ergueu novamente. Sendo assim, para manter o equilíbrio da magia, outra Londres deve perecer.

Um Encontro de Sombras  é um tipo de leitura que considero um pouco mais lenta quando comparado ao seu antecessor — que me conquistou de cara. Porém, essa ressalva não me impede de julgá-lo como um exemplar de qualidade. Nos apresentando um outro tipo de desenvolvimento, e uma nova conjuntura, seu andamento é início de algo maior que deverá ser resolvido no terceiro volume.

9 de nov. de 2020

[Resenha] Um Tom Mais Escuro de Magia

em 9 de nov. de 2020

6 comentários

Livro: Um Tom Mais Escuro de Magia #1
Série: Tons de Magia
Autora: V. E. Schwab
Editora: Grupo Editorial Record
Páginas: 381
Gênero: Fantasia
Nota: ⭐⭐⭐⭐

Kell é um dos últimos Viajantes — magos com uma habilidade rara e cobiçada de viajar entre universos paralelos conectados por uma cidade mágica. Existe a Londres Cinza, suja e enfadonha, sem magia alguma e com um rei louco — George III. A Londres Vermelha, onde vida e magia são reverenciadas, e onde Kell foi criado ao lado de Rhy Maresh, o boêmio herdeiro de um império próspero. A Londres Branca: um lugar onde se luta para controlar a magia, e onde a magia reage, drenando a cidade até os ossos. E era uma vez... a Londres Negra. Mas ninguém mais fala sobre ela. Oficialmente, Kell é o Viajante Vermelho, embaixador do império Maresh, encarregado das correspondências mensais entre a realeza de cada Londres. Extra-oficialmente, Kell é um contrabandista, atendendo pessoas dispostas a pagar por mínimos vislumbres de um mundo que nunca verão. É um hobby desafiador com consequências perigosas que Kell agora conhecerá de perto. Fugindo para a Londres Cinza, Kell esbarra com Delilah Bard, uma ladra com grandes aspirações. Primeiro ela o assalta, depois o salva de um inimigo mortal e finalmente obriga Kell a levá-la para outro mundo a fim de experimentar uma aventura de verdade. Magia perigosa está à solta e a traição espreita em cada esquina. Para salvar todos os mundos, Kell e Lila primeiro precisam permanecer vivos.

Um Tom Mais Escuro de Magia é aquele tipo de leitura que traz um universo nunca imaginado, e que depois não queremos sair. Primeiro de uma trilogia intitulada de Tons de Magia, é sempre bom termos novas vertentes sobre a temática da magia.

6 de nov. de 2020

[Resenha] Se Não Fosse Você

em 6 de nov. de 2020

13 comentários

Livro: Se Não Fosse Você
Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Páginas: 400
Gênero: Drama / Romance
Nota: ⭐⭐⭐
*exemplar cedido pela editora*
Morgan e Clara Grant são mae e filha, e aparentemente não têm nada em comum. Morgan engravidou muito nova, com dezesseis anos, e está determinada a evitar que sua filha passe pelas mesmas dificuldades que enfrentou. Colocando sempre a família em primeiro plano, Morgan deixou os próprios sonhos de lado para dedicar-se à filha e ao marido. Clara, por sua vez, não quer seguir os passos da mãe – ela não consegue enxergar nada de espontâneo na personalidade de Morgan. No auge dos seus dezesseis anos, seu maior desejo é ir para a universidade estudar teatro, mesmo que os pais não incentivem a carreira. Com personalidades incompatíveis e objetivos divergentes, a convivência entre Morgan e Clara está cada dia mais insustentável. A única pessoa capaz de criar um ambiente de paz é Chris – marido de Morgan, pai de Clara, o porto seguro da família. Mas essa paz é quebrada após um trágico acidente que muda completamente a vida das duas. Enquanto Morgan luta para reconstruir tudo que desabou ao seu redor e encontra conforto na última pessoa que esperava, Clara só aumenta sua lista de rebeldias. Com o passar dos dias, novos segredos, ressentimentos e mal-entendidos fazem com que mãe e filha se afastem ainda mais… e a distância aumenta tanto ao ponto de uma reaproximação se tornar improvável. Depois de tanto tempo distantes e com muita coisa não dita, será que ainda há chances de que tudo fique bem? 

O lançamento veio com uma alta carga de expectativas por quanto sempre vi os fãs da Colleen Hoover elogiarem a obra, e felizmente, elas foram atendidas. Se Não Fosse Você trata sobre recomeços, laços familiares e amor.

4 de nov. de 2020

[Resenha] Talvez Agora

em 4 de nov. de 2020

9 comentários

Livro: Talvez Agora #2
Série: Talvez Um Dia
Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Páginas: 350
Gênero: Romance / Jovem Adulto
Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐💗
*exemplar cedido pela editora*
A história de Ridge, Sydney, Maggie, Warren e Bridgette finalmente retorna em Talvez agora com novos cenários e personagens. Agora que o relacionamento de Ridge com Maggie terminou, ele e Sydney estão explorando completamente essa nova liberdade de expressar seus sentimentos. No entanto, ele e Warren são o único suporte de Maggie... e devem aprender a lidar com a situação nesse novo contexto. Enquanto isso, Maggie está desfrutando da nova etapa de sua vida, embora ainda sinta algum ressentimento por tudo o que aconteceu. É nesse meio que entra Jake, o rapaz que a ajudou a cumprir o primeiro item em sua lista de coisas para fazer: pular de paraquedas. Ele está tão interessado nela quanto ela nele, mas Maggie arriscará viver um novo relacionamento e deixar o passado para trás? Em Talvez agora, Colleen Hoover retorna com a continuação de uma – ou várias? – história de amor, situações-limite e, principalmente, personagens perfeitamente imperfeitos.


Talvez Agora foi uma excelente oportunidade de voltar ao universo que sou muito apaixonada: o de Talvez Um Dia. Colleen Hoover nos presenteia com mais uma história maravilhosa!

30 de out. de 2020

[Resenha] Amigo Imaginário

em 30 de out. de 2020

17 comentários

Livro: Amigo Imaginário
Autor: Stephen Chbosky
Editora: Record 
Páginas: 767
Gênero: Horror / Suspense / Thriller / Sobrenatural
Nota: ⭐⭐⭐⭐
*exemplar cedido pela editora*

Amigo imaginário é o aguardado livro de Stephen Chbosky, aclamado autor de As vantagens de ser invisível, além de roteirista e diretor do filme Extraordinário. Kate Reese está fugindo. Determinada a buscar uma vida melhor para ela e para o filho Christopher, ela abandona um relacionamento abusivo e escapa no meio da noite junto com seu garotinho. Eles acabam se sentindo atraídos pela agradável comunidade de Mill Grove, na Pensilvânia, uma cidadezinha distante de tudo e de todos, com apenas uma estrada de acesso. A princípio, Mill Grove parece o lugar perfeito para eles se estabelecerem. Porém, Christopher desaparece por seis longos dias sem deixar nenhum rastro. O desespero toma conta de Kate, e a polícia da cidade faz buscas incansáveis para descobrir o paradeiro do menino. Até que ele surge no meio da noite saindo de um bosque nos limites da cidade. Ileso, mas mudado. Christopher volta com uma voz na cabeça que apenas ele pode ouvir e com uma missão que apenas ele pode cumprir: construir uma casa na árvore no bosque da Mission Street antes do Natal; caso contrário, sua mãe e todos na cidade sofrerão as consequências. Vinte anos depois de As vantagens de ser invisível fazer com que leitores do mundo inteiro se sentissem infinitos, Stephen Chbosky volta com Amigo imaginário, uma obra épica de horror, cujas escala e emoções que carrega redefinem o gênero. Leia com as luzes acesas.

Amigo Imaginário com certeza configura como uma das minhas melhores leituras do ano! Stephen Chbosky entrega um livro eletrizante e sensacional — e levando em conta que sou medrosa, também classifico como assustador.

26 de out. de 2020

[Lançamentos] Cassandra Clare

em 26 de out. de 2020

13 comentários

Olá leitores, tudo bem? Já estão sabendo que a queridíssima autora Cassandra Clare tem lançamento chegando por ai?! Pois é, a Galera Record já anunciou a pré-venda de Corrente de Ouro — primeiro livro da nova trilogia As Últimas Horas — e uma edição do box de Instrumentos Mortais que particularmente achei linda! Se liga só:

TOPO